Como medir a inflação e o câmbio no mundo pelo preço do Big Mac

0
44

A revista britânica The Economist divulgou nesta 5ª feira (10.jan.2019) o Índice Big Mac –que compara o preço do sanduíche mais conhecido da rede de fast food McDonald’s em diferentes países– referente ao mês de janeiro.

A medida foi criada pela publicação em 1986 como método de avaliação da estabilidade de moedas pelo mundo –baseado na teoria da PPC (paridade do poder de compra).

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

seu e-mail

O dólar americano serve como “âncora” para a medição. O custo atual do Big Mac nos EUA é de US$ 5,58.

À época, o sanduíche foi escolhido pela ampla disseminação do restaurante ao redor do mundo. Logo, o índice –que, na prática, não é 1 indicador preciso– busca identificar uma relação entre as taxas de câmbio e o valor de mercadorias que as moedas podem comprar.

Por exemplo: se 1 Big Mac custa US$ 5 nos EUA e R$ 15 no Brasil, significaria dizer que a paridade entre as moedas é de 1:3, caso o câmbio e os valores dos hambúrgueres tenham uma relação perfeita e sem desvalorizações.

Na avaliação, foram consideradas as moedas de 48 países mais as nações da Zona do Euro, totalizando 49 moedas e 64 países. Também utilizou-se como base, além do dólar, o euro, a libra esterlina (Reino Unido), o yen (Japão) e o yuan (China).

No índice bruto, o Big Mac brasileiro custa, em média, R$ 16,90. Se comparado ao preço do hambúrguer norte-americano, a relação é de 3.03. A cotação, contudo, é de 3,72 reais por 1 dólar: logo, a moeda brasileira está desvalorizada em 18,5%.

Já no comparativo ajustado pelo PIB per capita, o sanduíche brasileiro custa o equivalente a US$ 4,55, ou 19% a menos do que nos EUA. Comparando a diferença per capita entre os países, deveria custar 42% menos –logo, o real estaria 40,6% supervalorizado.

OUTRAS RELAÇÕES, CONSIDERANDO O ÍNDICE BRUTO
Dólar-Euro

Cotação Big Mac: 0,73

Cotação real: 0,87

Conclusão: sugere que o euro está 16,8% desvalorizado em relação ao dólar.

Dólar-Yuan

Cotação Big Mac: 3,75

Cotação real: 6,85

Conclusão: sugere que o yuan está 45,3% desvalorizado em relação ao dólar.

Dólar-Libra

Cotação Big Mac: 0,57

Cotação real: 0,78

Conclusão: sugere que a libra está 27% desvalorizada em relação ao dólar.

Real-Euro

Cotação Big Mac: 4,17

Cotação real: 4,26

Conclusão: sugere que o real está 2,1% desvalorizado em relação ao euro.

Real-Libra

Cotação Big Mac: 5,3

Cotação real: 4,75

Conclusão: sugere que o real está 11,6% supervalorizado em relação à libra.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here