Diarista é morta por engano na Grande Vitória

Uma diarista, 56 anos, foi morta com um tiro na cabeça enquanto trabalhava em uma casa do bairro Campo Verde, em Cariacica, por volta das 22h25 de sexta-feira (26). Dois suspeitos chegaram em uma moto e um entrou na casa para efetuar os disparos, enquanto outro ficou do lado de fora.

Segundo o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a vítima foi identificada como Luzinei Ribeiro e teria sido confundida com a dona da residência. A proprietária da casa teria sido ameaçada por criminosos do bairro há 20 dias e, ainda de acordo com a polícia, tem passagem por posse ilegal de arma de fogo.

Testemunhas disseram que a vítima trabalhava no local três vezes por semana.