Vereador é preso em Ecoporanga suspeito de fraudes

Vereador e ex-presidente da Câmara de Ecoporanga, Robério Pinheiros Rodrigues (PSDB) foi preso nesta quinta-feira (6), durante a quarta fase da “Operação Varredura”, que investiga fraudes em contratos no setor de coleta e tratamento de lixo em municípios do Norte e Noroeste do Espírito Santo. Segundo informações do Ministério Público do Estado do Espírito Santo, a prisão é temporária por cinco dias e prorrogável por mais cinco.

Além da detenção do político, também foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, que recolheram documentos, celulares e computadores; na prefeitura e na Secretaria de Meio Ambiente de Ecoporanga, e nas residências dos investigados. Outros dois mandados de prisão contra empresários ainda estão pendentes de cumprimento.

Denominada “Eco do Inhambu”, a fase foi deflagrada pelo próprio MPES, por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Norte e da Promotoria de Ecoporanga. O objetivo é apurar prática de corrupção ativa e passiva; bem como os crimes de peculato, formação de quadrilha, fraude à licitação, tráfico de influência, entre outros.

O nome da quarta fase faz alusão à origem da cidade de Ecoporanga e ao eco do grito contra a prática de corrupção. Já o nome da operação é uma referência à necessidade de varrer as ilegalidades no setor de coleta e tratamento de resíduos sólidos em municípios do Estado. As investigações estão sendo conduzidas por cinco promotores da Justiça, com apoio de 13 policiais do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES.

Fonte: Ministério Público do ES