Pais livram a filha de 12 anos de ser estuprada no interior de Conceição da Barra

Ocaso aconteceu no Distrito de Braço do Rio, em Conceição da Barra e tudo começou através das redes sociais. Mas, para a menina de 12 anos que escapou de ser estuprada, ficou a lição: não se deixar levar por conversas romântica através das redes sociais.

De acordo com informações passadas pelos policiais militares que atender a ocorrência a menina conheceu o rapaz de 18 anos de iniciais W.S.S., através do WhatsApp e na noite deste domingo, depois que os pais tomaram ciência do que estava acontecendo, orientaram a filha a marcar o encontro.

Desde que teve os primeiros contatos com a menina o rapaz mandava mensagens para ela com vídeos da prática de atos sexuais e dizia que queria fazer o mesmo com ela. Esses detalhes revoltaram os pais da menina que foi orientada marcar o encontro com o adolescente.

E no horário marcado, perto do Mercado Municipal de Braço do Rio, quando a menina se aproximou o rapaz já começou a agir como forma de leva-la para a casa de um avô mas acabou sendo dominado. Foram os próprios pais da menina que imobilizaram o rapaz e chamaram a polícia.

Diante das circunstâncias do caso, o rapaz e os pais com a filha foram levados para a Delegacia de Plantão de São Mateus para que as providências fossem adotadas, apesar de não ter se configurado o crime da prática de ato sexual contra a criança.

De acordo com o relato dos policiais o rapaz mandava vídeos eróticos de pessoas desconhecidas e dava detalhes do que iria fazer com a menor, visando manter conjunção carnal bem como penetração anal. Os pais da menor tiveram acesso ao conteúdo da conversa e diante de tamanha indignação, falaram para filha marcar o encontro.

Fonte: FaNotícias