Câmara de Jerônimo Monteiro abre Comissão Processante contra prefeito

Os vereadores se reuniram novamente na tarde desta terça-feira (18), para dar andamento ao processo

Na noite da última segunda-feira (17), a Câmara de Vereadores de Jerônimo Monteiro votou, por unanimidade, pela abertura de uma Comissão Processante e pelo afastamento imediato do prefeito Sérgio Farias da Fonseca (PSD) do cargo. Os vereadores chegaram a anunciar que a posse do vice-prefeito, Ary de Oliveira Porto (Patriota), para a manhã desta terça-feira (18).

Pela manhã, muitas pessoas foram até a prefeitura do município para acompanhar a posse. No entanto, Sérgio Fonseca se manteve no cargo e despachou normalmente. Na parte da tarde, a Câmara convocou mais uma vez os vereadores para dar andamento aos procedimentos cabíveis, mas não obteve quórum para abrir os trabalhos.

Por meio de nota, o prefeito de Jerônimo Monteiro informa que o suposto afastamento, do qual não foi notificado, é uma tentativa criminosa de usurpação de função, já que não possui embasamento jurídico e que, por isso, serão adotadas todas as medidas cíveis e criminais para reprimir esse ato atentatório ao sistema democrático.

Todas as acusações são inverídicas, sem apontamento de provas concretas durante as investigações, e nunca foi negado qualquer explicação ou documentos para a Câmara e seus representantes.

Apontadas as irregularidades do processo instaurado contra o prefeito e os erros cometidos na última sessão, torna-se evidente a tentativa de um golpe político e contra isso, para a boa continuidade da administração de nossa cidade, já estamos recorrendo juridicamente para conter os excessos do poder legislativo que está atuando sob a irresponsabilidade de alguns vereadores de Jerônimo Monteiro que querem fazer do meu mandato um trampolim para se promoverem futuramente.