150 km por hora. Esta era a velocidade em que estavam os carros que mataram o casal na Terceira Ponte

O laudo pericial da Polícia Civil sobre o acidente que matou um casal na Terceira Ponte, na Grande Vitória, apontou que os motoristas estavam a 150 km/h. O documento foi entregue na quinta-feira (27).No dia 22 de maio, o advogado Ivomar Rodrigues Gomes Júnior, de 34 anos, e o estudante de engenharia Oswaldo Venturini Neto, de 22 anos, se envolveram em um acidente, que matou o motoboy Kelvin Gonçalves dos Santos, de 23 anos, e a namorada dele Brunielli Oliveira, de 17 anos.As vítimas estavam de moto e foram atingidas pelos dois carros. Imagens do acidente e depoimentos de testemunhas apontam que Ivomar e Oswaldo disputavam um racha na ponte.

Eles se recusaram a fazer o teste o bafômetro, mas a polícia descobriu que eles estiveram em uma boate minutos antes do acidente. A conta do advogado mostra que ele comprou de bebida alcoólica no local.De acordo com o laudo da perícia, a alta velocidade foi determinante para o acidente acontecer. “Como o inquérito já foi concluído, o documento será encaminhado para a 1ª Vara Criminal de Vila Velha, onde o processo tramita nesta sexta feira (28), para ser anexado aos autos”, disse a Polícia Civil em nota.