Elieser Rabello, entre a verdade e um conluio político de datas

Raul Marques

“Há uma forte corrente contra você, toma cuidado!” A máxima da canção de Francisco Alves e Orestes Barbosa, já tem décadas, mas permanece atual no que diz respeito à política. Por que, perguntariam os mais curiosos. Simples. No ano que antecede as eleições municipais, foi encaminhado para a Câmara Municipal de Vargem Alta, no início de 2019, pelo Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCE-ES), o parecer prévio das contas do exercício de 2006, do ex-prefeito Elieser Rabello (MDB) recomendando sua rejeição. Isso abre brechas para que se vete o nome do melhor prefeito que o município da Região Serrana já teve, segundo enquete recém-divulgada pela imprensa, para as próximas eleições. E tudo por um insignificante erro técnico, passível de punições menos rigorosas.

Conforme parecer do TCE-ES, foram constatadas irregularidades no controle de almoxarifado e patrimônio. Isso significa que foi um erro contábil e tal parecer pode funcionar como arma nas mãos de aliados dos adversários que não querem que Elieser Rabello lute para voltar a ser prefeito da cidade, o que significa um puro jogo político, com cartas marcadas por um grupo político local e seus asseclas.

Segundo apurou o Hoje ES, o julgamento das contas de Elieser deve acontecer no próximo dia 22 e a tendência, se a integridade dos vereadores prevalecer, é de que a Câmara não siga a recomendação técnica do TCE-ES e aprove as contas de 2006 do ex-prefeito. Só que não é bem assim. Há um grupo interessado em denegrir o nome de Rabello, movido por interesses obscuros.

Em linhas gerais, mandaram cobrar um ‘erro’ contábil de 2006 em 2019, para que Elieser pudesse ficar na corda bomba e desse a chance de impugná-lo para o pleito de 2020. Caso isso aconteça, beneficia todos os demais candidatos que têm interesse em serem prefeitos da cidade. Sinistro!

Na época em que surgiu isso, o ex-prefeito da cidade explicou porque está sendo cobrado por uma ‘falha’ cometida sem dolo por causa das constantes mudanças de regras: “a legislação com as obrigações de cumprir com o controle de almoxarifado e patrimônio, surgiu entre 2004 e 2005; caindo em meu colo, o dever de colocar no sistema tudo das gestões passadas. Já em 2005, no primeiro ano de mandato comecei essa força tarefa a fim de cumprir o que determinava a Lei. No exercício de 2006, recebi do Tribunal de Contas uma notificação informando a obrigatoriedade de atualizar o controle, o que foi feito em 2007”.

Elieser destaca que, “o Tribunal de Contas, em seu parecer, em momento algum cita que houve dano ao erário, dolo, superfaturamento, vantagem econômica, ou qualquer ato de corrupção. Isso foi um problema contábil, erro de lançamento, poucos prefeitos entendem de contabilidade pública. Essas contas tiveram um parecer prévio no exercício de 2007 e foi dada uma orientação como se faria. Porque essas contas ficaram paradas por mais de cinco anos? Porque elas só vieram em 2019, ano que antecede o próximo pleito eleitoral municipal”?, questiona.

Elieser afirma que “o processo é apenas administrativo e caso os vereadores não aprovem, ainda caberá recurso no Judiciário, que com certeza será reconhecido como prescrito”, destaca, acreditando que “os nobres edis têm legitimidade e vão reconhecer a prescrição de suas de contas do exercício de 2006”.

Moradores de Vargem Alta apontam Elieser Rabello como o melhor prefeito da história da cidade

Elieser Rabello (MDB) foi apontado pelos moradores como o melhor prefeito da história de Vargem Alta. É o que aponta a enquete realizada – pelo portal Rádio Conexão ES – entre os dias 19 a 24 de junho. Ele obteve 63,2% dos votos.

Os números apontam Elieser Rabello como um dos favoritos para a eleição de 2020, além de consagrar os dois mandatos em que esteve à frente da administração municipal. Elieser se destacou por sua administração atuante e com várias obras de interesse coletivo da população.

Durante os dias em que esteve no ar, a enquete perguntou aos internautas: dos cinco nomes que comandaram o município, na sua opinião, qual foi o melhor prefeito de Vargem Alta?

Elieser Rabello obteve a preferência dos participantes com 63,2%. Em segundo lugar, Adelson Fardim com 23,2% dos votos. Os nomes de João Altoé e João Bosco Dias receberam cada um 4,8% dos votos. Gilson Tófano ficou em último lugar com 4%.