Exoneração de Ricardo Galvão, do Inpe, é publicada no Diário Oficial da União

Galvão entrou no Inpe em 1970 e seu mandato terminaria em 2020

A exoneração de Ricardo Galvão do cargo de diretor do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe) foi publicada nesta quarta-feira (7) no Diário Oficial da União. Galvão esteve no centro de uma polêmica com o presidente Jair Bolsonaro, sobre os dados que mostram o aumento do desmatamento na Amazônia. Ele deixou a função no último dia 2.

Ricardo Galvão entrou no Inpe em 1970 e seu mandato terminaria em 2020. Ele sai da diretoria do instituto após duas semanas de intenso bombardeio por parte do governo em relação às informações que mostram que desde maio o desmatamento da Amazônia dispararam, atingindo o maior valor desde 2015, para um único mês.