Terceira Ponte terá duas ciclovias, seis faixas para veículos e mirante

Serão investidos quase R$ 100 milhões nas melhorias e a obra, após a licitação, deve demorar três anos para estar finalizada

O Governo do Estado apresentou, na tarde desta quarta-feira (7), o projeto para a ampliação da Terceira Ponte, que liga Vitória a Vila Velha. O governador Renato Casagrande informou que foi comprovado que é possível agregar ciclovias, novas faixas, muro de proteção e até mesmo um mirante na estrutura da ponte.

Serão investidos quase R$ 100 milhões nas melhorias e a obra, após a licitação, deve demorar três anos para estar finalizada.

Segundo o projeto, serão duas ciclovias, uma em cada sentido. As novas vias serão ligadas à malha cicloviária de Vitória e Vila Velha. Quem passar pela ponte de carro não conseguirá ver a área destinada às bicicletas, já que ela ficará abaixo das pistas destinadas aos veículos. Um muro trasnparente, de três metros, será implantado no local. Ele servirá como mirante e também como barreira para evitar suicídios.

Além disso, serão seis faixas para veículos, três em cada sentido. Uma delas será exclusiva para ônibus, caminhões e táxis. Será uma linha verde, como a que foi implantada na orla de Camburi, em Vitória.

O Governo do Estado fará duas reuniões públicas, em Vitória e Vila Velha, ouvindo a população sobre ideias para a obra. O edital para a licitação da obra será publicado em setembro.