Bruno Cardoso, do Sorriso Maroto, é diagnosticado com derrame pleural; alguns shows do grupo serão cancelados

Bruno Cardoso teve que se afastar dos palcos em 2018 para tratar uma miocardite

Bruno Cardoso, vocalista do grupo de pagode Sorriso Maroto, foi diagnosticado com um derrame na pleura, no pulmão, e passará por procedimentos médicos nesta sexta-feira. A assessoria de imprensa do cantor informou que os shows de agosto ao início de setembro serão cancelados para que o artista passe por procedimentos médicos. Derrame pleural é o acúmulo excessivo de líquido no espaço entre as membranas que recobrem o pulmão.

Em nota, a assessoria do cantor informou que “há quase um mês, o cantor tem feito shows e apresentações com fortes dores musculares e, procurando um diagnóstico, detectou essa alteração no pulmão”.

A equipe do cantor, que teve que se afastar dos palcos em 2018 para tratar uma miocardite, informou que o novo procedimento é simples e não tem relação com a doença anterior:

“O procedimento é simples, não tem relação com a miocardite recém tratada e praticamente curada por Bruno e será feito nesta sexta-feira, dia 09. O repouso recomendado será em torno de mais ou menos um mês e a volta aos palcos está prevista para a primeira quinzena de setembro”.

Ainda via assessoria de imprensa, o artista declara que está otimista com a melhora em seu estado de saúde:

“Será um procedimento simples, mas necessário. O tempo de recuperação é rápido e eu estou muito feliz em poder resolver essas dores que tanto me incomodam, ainda mais com as recentes notícias de evolução na melhora do coração. Em breve estou de volta aos palcos, melhor que antes”, diz Bruno Cardoso.