Bolsonaro censura qualquer discussão sobre ideologia de gênero

Eleito com fake news como a mamadeira de piroca e o kit gay, Jair Bolsonaro (PSL) anunciou pelo Twitter nesta terça-feira (3) que determinou ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, a censura a qualquer discussão sobre gênero nas escolas públicas de ensino fundamental.

” O AGU se manifesta sobre quem compete legislar sobre IDEOLOGIA DE GÊNERO, sendo competência FEDERAL. Determinei ao @MEC_Comunicacao, visando princípio da proteção integral da CRIANÇA, previsto na Constituição, preparar PL que proíba ideologia de gênero no ensino fundamental”, tuitou Bolsonaro.

Uma das bandeiras de sua campanha, a chamada “ideologia de gênero” – um modo distorcido de interpretar a chamada identidade de gênero, ideia de que os seres humanos nascem iguais e que formam sua identidade a partir da interação social – tem sido combatida amplamente por Bolsonaro em seu governo.

No mês passado, durante a Marcha para Jesus, em Brasília, disse que a ideologia de gênero é coisa do “capeta” e reafirmou ser contra o que ele chamou de multifamílias”.

“Vocês têm pela primeira vez na história do Brasil um presidente que está honrando o que prometeu na campanha, que acredita da família e que vai respeitar a inocência das crianças nas salas de aulas. Não existe conversinha de ideologia de gênero. Isso é coisa do capeta. Tenho certeza que o governador Ibaneis não vai admitir isso no DF”, disse, ao lado do chefe do Executivo distrital.