Governo planeja criar o observatório de dados de acidentes de trânsito

Participaram do encontro o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes; o secretário de Segurança, Roberto Sá; e o diretor do Detran|ES, Givaldo Vieira

Representantes das Secretarias de Estado da Saúde (Sesa), Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran|ES) se reuniram, na manhã desta quarta-feira (18), na sede da Sesa, na Enseada do Suá, em Vitória para debater a criação de um Observatório de Dados de Acidentes de Trânsito. 

Por meio um acordo de cooperação técnica, o objetivo do Observatório é propor ações intersetoriais de enfrentamento da violência no trânsito em áreas de convergência das pastas envolvidas para o Programa Vida no Trânsito (PVT). Participaram do encontro o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes; o secretário de Segurança, Roberto Sá; e o diretor do Detran|ES, Givaldo Vieira.

De acordo com secretário Nésio Fernandes, a ideia é de que as pastas possam compactuar para o avanço na análise de dados. “Vamos avançar com as áreas técnicas das três pastas para construir nas causas externas as temáticas com o trânsito e um modelo que possa ser ampliado”, disse.

O próximo passo, segundo o diretor do Detran|ES, Givaldo Vieira, será uma reunião maior com outras instituições que estão atuando no trânsito e com acidente no trânsito. “Por mais esforços que o Estado tem feito, com diminuição dos homicídios e a saúde avançando em outras áreas, as mortes no trânsito continuam com índices altos”, afirmou.

O secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Roberto Sá, lembrou da importância do diálogo entre o grupo que já existe de apoio e as pastas. “Esse grupo deve e pode continuar conversando, para que possamos ir trabalhando como no final o dado vai chegar às secretarias”.

Também estiveram presentes na reunião o subsecretário de Gestão Estratégica da Sesp, Coronel Antônio Marcos Souza Reis; o gerente do Observatório de Segurança, Carlos Augusto Gabriel de Souza; respondendo pela Coordenação de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin; a chefe do Núcleo Especial de Vigilância Epidemiológica, Larissa Dell’Antônio; a referência técnica em Vigilância e Prevenção de Violências e Acidentes da Sesa, Edleusa Copertino; e representante da Sesa do Movimento Capixaba para Salvar Vidas no Trânsito (Movitran), Vera Lúcia Peruch.

Projeto Vida no Trânsito

O Projeto Vida no Trânsito (PVT) é uma iniciativa brasileira voltada para a vigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito e promoção da saúde. Coordenado pelo Ministério da Saúde, no Espírito Santo é desenvolvido em Vitória e com propostas de ampliação para oito municípios, em que o trânsito é municipalizado. Recentemente foram pactuadas com os municípios de Viana e Vila Velha.

No Estado, o projeto é coordenado pela Sesa, em parceria com o Detran|ES e apoiado pela Sesp, pela Federação das Empresas de Transportes do Estado do Espírito Santo (Fetransporte) e Movimento Capixaba para Salvar Vidas no Trânsito (Movitran).

Segundo a referência técnica em Vigilância e Prevenção de Violências e Acidentes da Sesa, Edleusa Copertino, a metodologia do PVT baseia-se na junção dos bancos de dados sobre o trânsito, pois assim, “contendo todas as informações do acidente e encaminhar aos municípios, de forma que possam, por evidência epidemiológica, enxergar onde tem que fazer as interferências”, explicou.