MPES pede cassação de vereadores de São Gabriel da Palha

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) pediu a cassação dos mandatos de dois vereadores de São Gabriel da Palha: Tiago dos Santos (PP) e Wagner Lucas dos Santos (SD), ex-presidente e ex-segundo secretário da Mesa Diretora, respectivamente. Ambos são réus em um processo por obtenção de vantagens indevidas.

O pedido consta nas alegações finais do MPES, feitas no dia 1º de agosto. A investigação do caso, no entanto, começou em fevereiro deste ano. Cerca de dois meses depois, no dia 3 de abril, a denúncia foi recebida pela Justiça, que instaurou o processo. Até o último dia 19 de setembro, este tramitava sob sigilo.

Ao lado dos dois vereadores, também atuava o então assessor da Prefeitura de São Gabriel da Palha, Fábio Júnior das Neves. Juntos, os três teriam pedido R$ 10 mil do empresário José Henrique Barreto para favorecer a empresa dele no processo de contratação do responsável pela festa de aniversário da cidade.