conecte-se conosco


Polícia

3º BPM realiza operações de trânsito foco em motocicletas irregulares

Publicados

em

Desde janeiro deste ano até a última quinta-feira (12), o 3º Batalhão de Polícia Militar realizou diversas operações de fiscalização de trânsito em Alegre e Jerônimo Monteiro, todas com objetivo de proporcionar maior sensação de segurança aos usuários das vias, coibir atos criminosos e verificar possíveis irregularidades do Código de Trânsito Brasileiro.

Mais de 360 autos de infração de trânsito foram lavrados e 49 veículos removidos nas operações. A maioria dessas notificações, segundo o comandante da 1ª Companhia, capitão Jackson, foi por conduzir veículo sem o licenciamento, sem possuir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou com a habilitação vencida há mais de 30 dias e principalmente, no caso das motocicletas, por apresentarem escapamento em desacordo com a legislação vigente.

As operações integradas acontecem em pontos estratégicos dos municípios, em horários alternados, com base em levantamentos dos locais com maior incidência de infrações e acidentes de trânsito. Durante as ações, os policiais militares realizam barreiras e bloqueios (blitz), orientando motoristas e verificando as condições de circulação dos veículos que possam colocar em risco a segurança no trânsito de toda a coletividade.

O comandante do 3º Batalhão, tenente-coronel Flávio Pereira Santiago, comentou que as ações de fiscalização de trânsito, em determinadas vezes, são interpretadas equivocadamente como punição ao cidadão, porém seu maior objetivo é salvar vidas, trabalhando de forma preventiva e educativa. Em algumas ações, a PM se depara com flagrante de droga, porte ilegal de arma de fogo, veículos roubados e até pessoas com mandado de prisão em aberto, destacou.

Comentários Facebook
Propaganda

Polícia

Polícia Militar participa da solenidade de transposição do Fogo Simbólico

Publicados

em

A Polícia Militar participou, na manhã deste domingo (22), da solenidade de transposição do Fogo Simbólico. O grupamento responsável por conduzir a tocha do Palácio Anchieta até a Prainha, em Vila Velha, era formado ainda por integrantes da Marinha, do Exército, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal de Vila Velha, Polícia Federal e desbravadores.

O Fogo Simbólico representa a passagem, por um dia, da capital do Estado para o berço da colonização capixaba. A solenidade realizada em frente ao Palácio Anchieta marcou o início das comemorações das festividades dos 487 anos de Colonização do Solo Espírito-santense.

O evento teve início com a apresentação da Banda da Polícia Militar, regida pela tenente Gláucia Lourenço da Silva Castilhos. Em seguida a Banda ainda executou o Hino Nacional Brasileiro e do Espírito Santo. Na sequência a tocha olímpica foi acessa e entregue ao grupamento que fez o percurso pelo Centro de Vitória, Segunda Ponte, passando pela rodovia Carlos Lindenberg, com destino à Prainha.

A solenidade contou com a participação do governador do Estado, José Renato Casagrande, da vice-governadora, Jacqueline Moraes, do prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo e do vice-prefeito de Vila Velha, Victor Linhalis, além de outras autoridades civis e militares.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da PMES:
Tenente-coronel GASTÃO DOS SANTOS ALVES JÚNIOR
Tels. (27) 3636-8717 / 3636-8718
E-mail: [email protected]

Subseção de Jornalismo PMES:
Tel. (27) 3636-8715
E-mail: [email protected]

Fonte: PM ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana