conecte-se conosco

Mulher

5 dicas para não sair da dieta durante o isolamento da quarentena

Publicado

 

source

A quarentena começou há poucos dias e as pessoas já estão percebendo como o tempo livre em casa pode afetar a dieta. Parece que dá vontade de comer o tempo todo, não é? Ao Delas, a nutricionista Luanna Caramalac Munaro explica que essa sensação é realmente bem comum, já que a ansiedade pode aumentar, o que leva à vontade de comer.

mulher na cozinha cortando fruta
Pexels

Investir em comida “de verdade” é o segredo para não fugir da dieta mesmo durante a quarentena

Diante desse momento de estresse e ansiedade, como seguir a dieta à risca? Segundo a nutricionista, é possível continuar com uma alimentação saudável mesmo em meio à pandemia. Para isso, basta adotar alguns hábitos na rotina e fazer algumas substituições no cardápio.

Para te ajudar, Luanna listou cinco dicas simples para manter a forma na quarentena:

1. Invista em comida “de verdade”

Algumas pessoas estão priorizando congelados e industrializados na hora de fazer as compras para os dias de isolamento, já que são produtos que apresentam um prazo de validade maior. No entanto, esse é um erro grave para a saúde e a boa forma. “Esses produtos são altamente inflamatórios e o que a gente precisa nesse momento é uma dieta anti-inflamatória, com comida de verdade”, alerta a nutricionista.

“O ideal é que a gente possa incluir comida de verdade, pensando em nutrir o nosso organismo”, continua. Invista em uma variedade de frutas, verduras, folhas, legumes e fontes de proteínas. Luanna também comenta sobre a importância de beber bastante água.

Pode parecer difícil fazer isso, já que os legumes e vegetais estragam mais rápido. No entanto, basta se planejar e usar as técnicas corretas para congelar e armazenar os alimentos. Assim, você consegue garantir refeições dentro da dieta por mais tempo. Além disso, vale otimizar a compra e escolher os legumes que duram mais tempo. Clique aqui e veja quais são eles .

2. Mantenha a mente ocupada

Essa vontade de comer e fugir da dieta pode ser fruto de uma ansiedade. E com esse tempo livre durante a quarentena, costumamos mergulhas em pensamentos que nos deixam ainda mais ansiosos. A dica da nutricionista é manter a mente ocupada.

“O ideal é procurar coisas para fazer. Se você tem como trabalhar em casa, faça o seu home office. Se não, vá ler um livro, assista uma série, um filme que você goste, faça exercícios físicos, faça meditação”, aconselha.

3. Faça snacks saudáveis

Parece que estamos vivendo o cenário perfeito para comer ainda “besteiras”, não é mesmo? Luanna ensina que é possível fazer snacks saudáveis e gostosos: corte batata doce, abobrinha, cenoura, vagem ou berinjela em fatias bem fininhas, temperando com azeite e orégano, e coloque no forno para assar. Vale investir também nas oleaginosas, como castanha de caju, ricas em nutrientes e que promovem saciedade.

4. Evite carboidratos simples

A nutricionista alerta que carboidratos simples, como arroz, pão e macarrão, não são uma boa opção para a dieta. “São inflamatórios e não dão saciedade. Na verdade, dão a sensação de que se está com fome o tempo todo”, comenta.

5. Movimente-se

Para finalizar, Luanna lembra que, além de uma dieta saudável, manter uma rotina de exercícios é imprescindível para evitar engordar e manter a sensação de bem-estar. Aqui no Delas nós já mostramos que é possível adaptar o treino da academia para fazer em casa  e também demos dicas para  manter a motivação e os resultados no isolamento da quarentena.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Abandonada pelo noivo, mulher realiza sonho de ser mãe

Publicado

source

Jade Edgington tinha todo o seu casamento planejado. Vestido, lua de mel em Bali e local da cerimônia estavam pagos, faltava apenas seis meses para o grande dia e, então, seu noivo terminou por uma mensagem de texto.

Leia também: Em tempos de coronavírus, encontro entre avós e netas emociona web

mãe arrow-options
Reprodução/ The Sun

Jade e a filha Eden após tratamento em hospital espanhol

Arrasada, Jade resolveu que seguiria com o sonho de ser mãe , mesmo sozinha. Aos 30 anos ela procurou um doador de esperma e, por feito da fertilização in vitro, deu à luz a sua primeira filha, a pequena Eden.

“Minha vida estava planejada. Eu ia me casar e começar uma família. Mas do nada, meu noivo mudou de ideia e terminou comigo via texto. Apesar de tudo, eu ainda estava focada em me tornar mãe, mesmo que isso significasse fazê-lo sozinha”, contou para o The Sun .

O processo para se tornar mãe não foi fácil. Jade tem a síndrome do ovário policístico e ouviu de diversos médicos que seria difícil engravidar, mas não desanimou. “Eu sabia desde jovem que ter SOP (sigla em inglês) significava que provavelmente teria que ter fertilização in vitro. Meu ex estava bem em passar por isso. Mas, sendo solteira, agora precisava encontrar um doador de esperma. Eu senti que era mais fácil para mim ter um filho sem o incômodo de conhecer alguém que não é adequado”.

Moradora do Reino Unido, ela precisou fazer o procedimento cirúrgico na Espanha, já que em seu país natal o sistema de saúde não autoriza mulheres solteiras a entrar no processo de fertilização in vitro . Todo o procedimento custou 8 mil euros (R$ 43 mil, na cotação atual*).

Leia também: Dicas de alimentação para manter a imunidade das crianças em alta

“Quando ouvi, ‘é uma menina!’ Eu não conseguia parar de chorar e dizer: ‘Ela é minha!’. Houve muitos obstáculos no caminho que levaram à maternidade e sinto-me com sorte por ter tido sucesso. Serei honesta com ela sobre tudo o mais rápido que puder entender. Eden saberá que nasceu de puro amor e alegria”, disse a mãe Jade.

* pesquisa realizada em 25 de março com o euro valendo R$ 5,49

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana