conecte-se conosco

Política Estadual

Ales reconhece atuação da Igreja Presbiteriana

Publicado

A Assembleia Legislativa (Ales) reconheceu os trabalhos sociais desempenhados pela Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) ao longo de seus 160 anos no país em sessão solene na noite desta quarta-feira (13). Membros da entidade religiosa foram homenageados com certificados do legislativo e celebrados em sua jornada de evangelização no Espírito Santo.

O proponente da sessão e presidente da Casa, deputado Erick Musso (Republicanos), ressaltou que a homenagem presta justiça à trajetória de “uma das mais respeitadas instituições que presta, junto com outras denominações, um trabalho de levar a palavra de Deus aos corações aflitos, angustiados, ao resgate de vidas.”. Musso também esclareceu que a homenagem partiu de um pedido do ex-deputado estadual Esmael Almeida. 

O deputado Gandini (Cidadania) comentou a prerrogativa dada ao Poder Legislativo de reconhecer os bons exemplos da sociedade e reforçou a importância de registrar na história, por meio da homenagem, os trabalhos desenvolvidos. “A Igreja Presbiteriana do Brasil é uma instituição extremamente importante na constituição da nossa sociedade, do Brasil e do Espírito Santo”, avaliou.

O vereador do município de Vitória Davi Esmael (PSB) fez uma reflexão sobre o momento atual pelo qual a sociedade passa e apontou problemas familiares como causa de muitas mazelas como abuso sexual infantil, crescimento da população em situação de rua e gravidez na adolescência. “Devemos valorizar cada vez mais as instituições religiosas”, avaliou.

Igreja da palavra

Lideranças destacaram que a palavra de Deus é a base da IPB. “Somos conhecidos como o povo da palavra. Nós cremos que somente a escritura e toda escritura nos traz a vontade de Deus”, sentenciou o presidente do Sínodo Central Espírito-santense Reverendo Jailto Lima do Nascimento.

“Somos desafiados a dar prosseguimento, levando o evangelho que salva, que restaura, para as vidas que lá fora estão perdidas e que não conhecem Cristo e só poderão conhecer através da pregação do evangelho”, corroborou o presidente do Sínodo Espírito Santo – Rio de Janeiro, reverendo Romildo Lima de Freitas.

Trabalho Social

A atuação social da IPB também foi destacada. “A IPB tem marcado sua atuação através de suas forças de integração com seu trabalho com áreas sociais através da construção de escolas, universidades, destacando-se a Universidade Presbiteriana Mackenzie, seminários de formação teológica, centros de pós-graduação, hospitais, instituições, assistência social a dependentes químicos como na cidade de Vila Velha a Apadd [Associação de Prevenção e Assistência aos Dependentes de Drogas] e outras instituições ligadas a essa denominação”, disse o presidente do Sínodo Minas – Espírito Santo, reverendo Marcelo Bernaldino da Silva.

Histórico

A Igreja Presbiteriana chegou definitivamente ao Brasil no século XIX, mais precisamente em 1859, com a chegada do missionário norte-americano Ashbel Green Simonton. Em Vitória a igreja chegou como congregação em 1928. É uma comunidade orientada pelos ideais da Reforma Protestante do século XVI.

Homenageados 

  • Ada Cunha Xavier do Carmo
  • Alex Almeida Santos
  • Arthur Vargas de Oliveira
  • Eni Ferreira Brito da Rocha
  • Flávia Moreira Viana Soares 
  • Marcos Vinícius Tavares Vieira
  • Matheus Satler Ramalho Soares
  • Pâmela Novais de Freitas
  • Presbítero César Romero Valente de Freitas
  • Presbítero Edmar de Souza Pereira Júnior
  • Presbítero Ronaldo Almeida Menenguci
  • Renato Jordão Belzof
  • Reverendo Abdiel Bibiano Neves
  • Reverendo Ademir Amorim
  • Reverendo Adilson Souza dos Santos
  • Reverendo Antônio Mateus Filho
  • Reverendo Antônio Raimundo Silva Alves
  • Reverendo Carlos Magno da Silva
  • Reverendo Gilberto Dutra Leite do Amaral
  • Reverendo Hernandes Dias Lopes
  • Reverendo Jailto Lima do Nascimento
  • Reverendo Jair Moreira
  • Reverendo Jefferson Gomes de Oliveira
  • Reverendo Jesiel Corrêa
  • Reverendo José Ernesto Spínola Conti
  • Reverendo Marcelo Bernaldino da Silva
  • Reverendo Marcelo Mariano da Cruz
  • Reverendo Moacyr Moreira de Freitas
  • Reverendo Robson Araújo Carreiro
  • Reverendo Rodrigo Geraldo da Silva
  • Reverendo Romildo Lima de Freitas
  • Reverendo Rômulo Schade Barcelos
  • Reverendo Ronaldo da Silva Moreira
  • Reverendo Vilson Machado
  • Sidinei Junio Pereira da Silva

Comentários Facebook
publicidade

Política Estadual

Exigida divulgação de gratuidade em cartório

Publicado


.

O deputado Torino Marques (PSL) é autor do Projeto de Lei (PL) 374/2020, que obriga a afixação de cartazes nos cartórios de registro de títulos e documentos mencionando a isenção de pagamento de taxas para o registro de estatuto de associações de moradores no Espírito Santo. A medida dá transparência à Lei Federal 12.879/2013, que proíbe a cobrança de quaisquer valores para esses serviços. 

Os cartazes contendo a informação sobre a gratuidade dos serviços prestados deverão ser instalados nos espaços internos dos cartórios, em locais visíveis e de grande circulação. A peça deverá conter o número de telefone e e-mail da Corregedoria do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo. 

Os estabelecimentos terão prazo de 60 dias para se adaptarem à virtual lei, que passaria a valer na data de sua publicação em diário oficial

“As associações de moradores têm se difundido muito e se tornado um importante organismo popular para defesa de interesses locais. A valorização desse tipo de movimento popular se dá na forma de fomento à sua estruturação e regularização sem custos. O que propomos é que a gratuidade para a legitimação dessas associações seja amplamente difundida”, disse Torino. 

Tramitação 

A matéria, que foi protocolada no dia 30 de junho e lida em sessão ordinária virtual do dia 1º de julho. Agora deve ser analisada pelas comissões de Justiça, de Cidadania, de Defesa do Consumidor e de Finanças.
 

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana