conecte-se conosco

Estado

Alunos de cursos técnicos visitam universidade e empresa de base tecnológica

Publicado

Os estudantes dos Cursos Técnicos em Recursos Humanos e Integrado em Administração da Escola Estadual de Ensino Médio (EEEM) Centro Interescolar Áttila de Almeida Miranda, em Cachoeiro de Itapemirim, realizaram duas visitas técnicas no último dia 26 de novembro. Eles conheceram uma empresa de base tecnológica e uma universidade, ambas na Grande Vitória.

Na empresa tecnológica os alunos puderam entender como funciona o processo de incubação de uma empresa e foram motivados a ter ideias, bem como a acreditar que podem se tornar pessoas de sucesso na área.

“Na visitação foi possível conhecer algumas empresas incubadas, o que elas fazem e como chegaram onde estão. Enfim, a visitação na incubadora de negócios veio complementar o aprendizado dos alunos relacionados às disciplinas da área de gestão como Empreendedorismo, Teoria Geral de Administração e outras”, relatou a professora Thaís Leal da Cruz Silva.

Na universidade, os estudantes conheceram a estrutura física da instituição de ensino superior, os programas da universidade para sucesso e permanência, sua estrutura administrativa e também foi possível conhecer mais detalhadamente sobre alguns cursos superiores que se relacionam às áreas de Recursos Humanos e Administração.

“As visitas foram totalmente gratuitas para os estudantes, incluindo o transporte para o local, pois foi usado recurso provido pelo Governo do Estado destinado às visitas técnicas. Acreditamos que esse investimento propicia a ampliação de conhecimento aos alunos e atividades diversificadas e deve ser cada vez mais intensificado”, explicou a professora.

Cerca de 40 alunos participaram das visitas, que proporcionaram novos aprendizados aos estudantes, troca de experiências, motivação e a oportunidade para ampliação de seus conhecimentos.

Texto: Soraia Camata

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sedu

Mirela Marcarini / Geiza Ardiçon/ Soraia Camata

(27) 3636-7705/ 7706/ 7707/ 7888 / 99956-2479 / 99802-9043

[email protected]/ [email protected]/ [email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
publicidade

Estado

BOLETIM SALA DE SITUAÇÃO – 05/06/2020

Publicado


.

O governador do Estado, Renato Casagrande, liderou, nesta sexta-feira (05), mais uma reunião da Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública, por meio de videoconferência. Foi apresentado o novo Mapa de Risco, que terá vigência entre a próxima segunda-feira (08) até o domingo (14). Com o aumento na taxa de ocupação de leitos de UTI destinados ao tratamento de casos do novo Coronavírus (Covid-19), 36 municípios fazem parte do grupo de Risco Alto e outros 42 em Risco Moderado. Não há municípios capixabas classificados como Risco Baixo. A portaria será publicada neste final de semana.

Fazem parte do grupo de municípios em Risco Alto: Afonso Claudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Anchieta, Apiacá, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Cariacica, Colatina, Ecoporanga, Fundão, Guarapari, Ibiraçu, Ibitirama, Itapemirim, Itarana, João Neiva, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Roque do Canaã, Serra, Viana, Vila Velha e Vitoria.

Estão no grupo de Risco Moderado os municípios de Alegre, Aracruz, Atílio Vivacqua, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Iúna, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, Laranja da Terra, Linhares, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Vila Pavão e Vila Valério.

A Matriz de Risco, que está em sua terceira fase, leva em consideração como critérios de classificação o Coeficiente de Incidência de casos confirmados nos municípios, a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), os índices de isolamento social e de letalidade da doença, além do percentual da população acima dos 60 anos – considerado como grupo de risco.

 

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana