conecte-se conosco

Estado

Alunos de cursos técnicos visitam universidade e empresa de base tecnológica

Publicado

Os estudantes dos Cursos Técnicos em Recursos Humanos e Integrado em Administração da Escola Estadual de Ensino Médio (EEEM) Centro Interescolar Áttila de Almeida Miranda, em Cachoeiro de Itapemirim, realizaram duas visitas técnicas no último dia 26 de novembro. Eles conheceram uma empresa de base tecnológica e uma universidade, ambas na Grande Vitória.

Na empresa tecnológica os alunos puderam entender como funciona o processo de incubação de uma empresa e foram motivados a ter ideias, bem como a acreditar que podem se tornar pessoas de sucesso na área.

“Na visitação foi possível conhecer algumas empresas incubadas, o que elas fazem e como chegaram onde estão. Enfim, a visitação na incubadora de negócios veio complementar o aprendizado dos alunos relacionados às disciplinas da área de gestão como Empreendedorismo, Teoria Geral de Administração e outras”, relatou a professora Thaís Leal da Cruz Silva.

Na universidade, os estudantes conheceram a estrutura física da instituição de ensino superior, os programas da universidade para sucesso e permanência, sua estrutura administrativa e também foi possível conhecer mais detalhadamente sobre alguns cursos superiores que se relacionam às áreas de Recursos Humanos e Administração.

Leia mais:  Folia continua em Vitória E.S mesmo após fim do carnaval. Confira a programação

“As visitas foram totalmente gratuitas para os estudantes, incluindo o transporte para o local, pois foi usado recurso provido pelo Governo do Estado destinado às visitas técnicas. Acreditamos que esse investimento propicia a ampliação de conhecimento aos alunos e atividades diversificadas e deve ser cada vez mais intensificado”, explicou a professora.

Cerca de 40 alunos participaram das visitas, que proporcionaram novos aprendizados aos estudantes, troca de experiências, motivação e a oportunidade para ampliação de seus conhecimentos.

Texto: Soraia Camata

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sedu

Mirela Marcarini / Geiza Ardiçon/ Soraia Camata

(27) 3636-7705/ 7706/ 7707/ 7888 / 99956-2479 / 99802-9043

[email protected]/ [email protected]/ [email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
publicidade

Estado

Sedu abre primeira Escola Estadual Indígena e oferta vagas para 2020

Publicado

O ano letivo de 2020 começará com a Escola Estadual Indígena de Ensino Médio Aldeia Caieiras Velha, Aracruz, funcionando. Esta é a primeira escola indígena no Espírito Santo que ofertará a modalidade de Ensino Médio. A Secretaria da Educação (Sedu) disponibilizou 138 vagas para matrículas, que se encontram abertas pela Chamada Pública Escolar até o dia 13 de dezembro.

Para realizar a pré-matrícula, é necessário acessar o site da Sedu – www.sedu.es.gov.br – com o número de CPF do aluno – se for maior de idade, ou do responsável, se o estudante for menor de idade – para que seja gerado o login de acesso ao sistema. Além disso, é preciso ter em mãos documentos pessoais do aluno, nome e CPF do pai e da mãe e do estudante, bem como o endereço da residência do aluno.

A Escola Aldeia Caieiras Velha foi criada pela Portaria n° 155-R de 30 de setembro de 2014 e inaugurada no dia 30 de dezembro do mesmo ano. Contudo, a escola não foi aberta de fato. O Governo do Estado, por meio da Sedu, trabalhou ao longo do ano de 2019 para que a unidade de ensino esteja em pleno funcionamento no início do ano letivo de 2020.

Leia mais:  Hemoes fechado neste domingo (08)

Destinada a atender os estudantes indígenas das etnias Guarani e Tupiniquim do município de Aracruz, a escola disponibilizará, como prevê a legislação, uma organização curricular diferenciada que priorize a cultura, os modos de viver, as tradições e os conhecimentos desses povos em constante diálogo com os conteúdos previstos na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

A abertura da Escola indígena de Ensino Médio é de suma importância para a garantia dos direitos de um ensino de qualidade e com equidade para os estudantes indígenas que, atualmente, são atendidos apenas no Ensino Fundamental quanto à Educação Escolar Indígena.

Chamada Pública Escolar

Em todo o Estado, a Sedu oferta mais de 250 mil vagas para os Ensinos Fundamental e Médio Regular e 44 mil para Educação de Jovens e Adultos (EJA), que agora passa a contar com a oferta de Ensino Profissionalizante. O período da rematrícula e/ou solicitação de transferência interna, ou seja, para os alunos que já são da Rede Estadual, foi realizado do dia 29 de outubro a 26 de novembro. Esta primeira etapa também foi totalmente on-line, pelo site da Sedu.

Leia mais:  Governador acompanha vice-presidente em visita ao Convento da Penha

Veja o cronograma da Chamada Pública Escolar

* Pré-matrículas para aqueles que desejam ingressar na Rede Estadual está em andamento até o dia 13/12;

* Divulgação do resultado da rematrícula, transferência interna e pré-matrícula ocorrerá até o dia 15/01/2020;

* Efetivação das matrículas dos alunos provenientes das etapas de transferência interna e pré-matrícula será feita até o dia 31/01/2020.

Mais informações: (27) 3636 7830 / 3636-7831.

Fique atento!

Quem tiver dificuldades em acessar a Internet para realizar a pré-matrícula deve procurar a escola da Rede Pública Estadual mais próxima, onde a equipe da unidade de ensino dará a devida assistência para que o aluno e/ou responsável utilize um computador disponibilizado no local.

A Sedu também ressalta que o aluno, que já é da Rede Estadual, e que não realizou a rematrícula dentro do prazo (de 29.10 a 26.11), deve efetuar a Pré-Matrícula para garantir sua permanência na Rede. CLIQUE AQUI.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedu
Mirela Marcarini / Geiza Ardiçon/ Soraia Camata
(27) 3636-7705/ 7706/ 7707/ 7888 / 99956-2479 / 99802-9043
[email protected]/ [email protected]/ [email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana