conecte-se conosco

Cidades

Alunos fazem doação a assistidos no Centro Pop

Publicado

De: Secretaria de Assistência Social
Texto: Érico Miranda| Foto: Fabricio Lima
Criado: 08 de novembro de 2019

Quando feita com técnica e solidariedade, a Assistência Social torna-se mais do que eficaz. Nesta quinta-feira (7), um grupo de 34 alunos do Centro Educacional Adventista do Ibes não apenas conheceu mas também participou do trabalho realizado pela Prefeitura de Vila Velha no atendimento feito às pessoas em situação de rua.

Estudantes do 7º Ano do Ensino Fundamental doaram alimentos, calçados e vestuário aos assistidos pelo Centro Especializado para População em Situação de Rua de Vila Velha (Centro Pop), localizado no bairro Divino Espírito Santo.

“Nós acreditamos que a ação promovida pela escola é uma daquelas que precisa ser otimizada. É uma atuação conjunta entre o poder público e o segundo setor (uma instituição privada), dentro de uma unidade especializada no atendimento à população em situação de rua. A iniciativa dos alunos foi muito oportuna. A Prefeitura de Vila Velha trabalha para — além da alimentação e de outros materiais essenciais à promoção da autonomia deste público — que haja uma real mudança de realidade”, afirmou a secretária municipal de Assistência Social, Ana Cláudia Simões.

A coordenadora pedagógica do Centro Educacional Adventista do Ibes, Simone Natali Finco, explica que a ação realizada pelos alunos tem origem em um trabalho de texto e de apresentação oral sobre as “pessoas invisíveis”.

“O projeto concebido pelos alunos trata sobre as ‘pessoas invisíveis’. Procuramos os moradores do Ibes, de porta em porta, para arrecadar o material doado ao Centro Pop. Não podemos ficar inertes diante dos problemas do próximo”, declarou Simone.

Atendimento

Localizado na Avenida Gonçalves Ledo, nº 16, no bairro Divino Espírito Santo, o Centro Pop é uma unidade da Prefeitura de Vila Velha, vinculada à Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas).

Atualmente, o aparelho público atende 65 pessoas em situação de rua, em média, diariamente, com alimentação, vestuário e encaminhamentos de saúde e jurídico aos assistidos.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Sala do Empreendedor: pedidos de microcrédito emergencial chegam a R$ 479 mil em Cachoeiro

Publicado

A linha mais procurada é a que disponibiliza até R$ 5 mil, sem taxa de juros. Foto: Márcia Leal/PMCI

 

.

Para enfrentar os impactos financeiros da pandemia de covid-19 em suas atividades, pequenas empresas e microempreendedores individuais de Cachoeiro já solicitaram R$ 479 mil das linhas de microcrédito emergencial disponíveis na Sala do Empreendedor.

A linha mais procurada é a que disponibiliza até R$ 5 mil, sem taxa de juros, com carência de até seis meses para o pagamento da primeira parcela e parcelamento em até 24 vezes.

A outra opção disponibiliza de R$ 200,00 a R$ 20 mil, com taxas a partir de 0,65% ao mês, carência de até seis meses para o pagamento da primeira parcela e prazo máximo para parcelamento de 30 meses.

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, que coordena a Sala do Empreendedor, foram feitas, ao todo, 65 solicitações de crédito dessas duas linhas e a liberação dos recursos pela instituição bancária responsável está sendo realizada de forma gradual.

“Com a redução da atividade econômica, as empresas tiveram perdas consideráveis no seu faturamento, o que vem ocasionando o desiquilíbrio em suas contas, atingindo o capital de giro e trazendo dificuldades para a gestão. As linhas de crédito disponibilizadas são medidas que oportunizam a oxigenação dos negócios, a fim de possibilitar que mantenham suas atividades e tenham tempo hábil para quitação em momento mais propício da economia, dada a carência concedida”, avalia o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Francisco Montovanelli, lembrando que a Sala do Empreendedor também oferece acesso a outras linhas do programa Nossocrédito.

Mudança no horário de atendimento

Como a Sala do Empreendedor está instalada no Shopping Cachoeiro (2º piso), seu funcionamento, a partir desta segunda-feira (25), será realizado das 10h às 16h. A mudança se deve ao novo decreto municipal, que estabelece regras para as atividades econômicas durante a pandemia, e que reduz para seis horas diárias as atividades no interior de shopping centers.

A Sala também disponibiliza telefones e e-mails de atendimento, para evitar a formação de aglomerações no local. Confira:

Informações gerais: (28) 3155-5292, (28) 99945-6013 e [email protected].

Informações sobre as linhas emergenciais do programa Nossocrédito: (28) 98817-5970 (ligação e WhatsApp) e [email protected].

Fonte:

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana