conecte-se conosco


Mundo

Após Maduro declarar vitória, Guaidó convoca novos atos na Venezuela

O líder opositor e autodeclarado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, reforçou por meio de postagem no Twitter que novas manifestações devem ocorrer nas ruas do paNa noite de terça-feira (30), o presidente Nicolás Maduro afirmou, em pronunciamento na televisão nacional, que o líder oposicionista “fracassou” em sua tentativa de “golpe”, e pediu que as […]

Publicados

em

O líder opositor e autodeclarado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, reforçou por meio de postagem no Twitter que novas manifestações devem ocorrer nas ruas do paNa noite de terça-feira (30), o presidente Nicolás Maduro afirmou, em pronunciamento na televisão nacional, que o líder oposicionista “fracassou” em sua tentativa de “golpe”, e pediu que as Forças Armadas Nacionais Bolivarianas mantivessem lealdade absoluta “ao povo, à Constituição e à pátria”.

Maduro acrescentou que cinco militares ficaram feridos — dois deles estão em estado grave — após serem atingidos por disparos durante o levante liderado por Guaidó.s nesta quarta-feira (1º). “Seguimos com mais força do que nunca”, escreveu Guaidó.O ato de terça-feira foi visto como o mais ousado do autodeclarado presidente interino até agora para persuadir os militares a se levantarem contra Maduro.Dezenas de milhares de pessoas que faziam uma passeata em Caracas para apoiar Guaidó entraram em confronto com a tropa de choque na avenida Francisco Fajardo. Um veículo blindado da Guarda Nacional avançou sobre manifestantes que atiravam pedras.

O Secretário do Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, afirmou em entrevista à rede de notícias americana CNN que Nicolás Maduro estava pronto para deixar a Venezuela e ir para Havana, capital de Cuba, quando uma ligação da Rússia o convenceu a mudar de ideia.

Comentários Facebook
Propaganda

Mundo

Ucraniano que pilota o gigante Antonov An-225 diz que ‘maior avião do mundo ainda está inteiro’

Publicados

em

Por

Desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (24), rumores começaram a se proliferar na internet dando conta de que o Antonov An-225 Mryia, o maior avião comercial do mundo, havia sido danificado ou até mesmo destruído no ataque russo ao aeroporto de Gostomel, nos arredores de Kiev.

No entanto, há cerca de uma hora (desde que essa publicação foi escrita), o piloto-chefe da Antonov Airlines, Dmytro Antonov, confirmou via Facebook que o An-225 não foi destruído. O piloto é conhecido por manter um canal no YouTube em que mostra diversas operações de voo com o gigante avião, muitas das quais já foram repercutidas no AEROIN.

Enquanto relatos dão conta de que os russos teriam assumido o controle do aeroporto da cidade vizinha a Kiev, aparentemente os grandes aviões da Antonov não foram destruídos. A situação, no entanto, segue fora de controle. Dmytro Antonov assim disse no Facebook (tradução livre): “Queridos amigos. Tudo se comprovou. Grande decepção de novo. O aeroporto de Gostomel agora está sob as forças aéreas russas. Grandes aviões podem pousar esta noite. De positivo Mriya está inteiro. Nós esperamos e Glória para a Ucrânia”.

Fonte: AeroIn

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana