conecte-se conosco

Ciência e Tecnologia

Apple, Xiaomi e Huawei: veja quem ganha na disputa de câmeras

Publicado

source

Olhar Digital

iPhone 11 Pro arrow-options
Divulgação/Apple

Os iPhones 11 Pro têm três câmeras.


De acordo com os últimos reviews do site DxOmark , publicados nesta quinta-feira (07), o iPhone 11 Pro Max perdeu no quesito câmeras para o Mi CC9 Pro Premium Edition , da Xiaomi , e para o  Mate 30 Pro , da Huawei . O último smartphone da Apple empatou com o Samsung Galaxy Note 10+ , com 117 pontos. Já os primeiros colocados, ambos de empresas chinesas, somaram um total de 121 pontos nos testes. 

Leia também: Não são só as três câmeras: inteligência artificial dá a Apple as melhores fotos

Segundo o DxOmark, o iPhone apresenta um bom desempenho em todas as áreas, mas pode melhorar em alguns aspectos. A qualidade de zoom do aparelho foi elogiada, mas não está no mesmo nível do Mate 30 Pro e do P30 Pro , por exemplo.

A Apple dedicou três câmeras traseiras ao iPhone 11 Pro Max, além de uma tela Pro Super Retina XDR OLED, que tem 5,8 polegadas e está na proporção 19.5:9. O aparelho também se destacou pelo nível de brilho emitido, que é bem alto.

Comentários Facebook
publicidade

Ciência e Tecnologia

Anvisa aprova eletrocardiograma em Apple Watch, diz site

Publicado


source

Olhar Digital

Apple Watch
Unsplash/Luke Chesser

Apple Watch ganha recurso de eletrocardiograma


Recentemente, a Apple ativou o recurso de eletrocardiograma (ECG) em alguns Apple Watches em países como Chile, Nova Zelândia, Turquia e Arábia Saudita. Após discussão sobre a chegada da funcionalidade por aqui, parece que o lançamento está prestes a acontecer.

De acordo com o site MacMagazine, o pedido para que o ECG chegue aos relógios da marca no país será aprovado nesta segunda-feira (25) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa ). O pedido, feito pela empresa da maçã em 4 de maio, levou um tempo menor do que o esperado para ser concedido – a previsão era de 60 dias. Com a autorização em mãos, a empresa pode começar o processo de liberação do recurso.

Se a Apple  seguir o cronograma de lançamento em outros países, a funcionalidade deve chegar por aqui quando uma nova versão do watchOS for liberada. Atualmente, o sistema encontra-se na versão 6.2.5, para implementar o recurso, pode ser que a companhia lance sua sucessora – que deve ser nomeada 6.2.6.

Leia também: Apple Watch poderá identificar ataque de pânico, diz vazamento

Outra possibilidade é esperar o lançamento da versão 6.3 que, se for como a empresa costuma fazer, começará os testes beta em breve. No entanto, isso pode fazer com que a funcionalidade demore um pouco mais para ser disponibilizada para todos.

Em uma cenário mais otimista, prevendo a liberação por aqui, a Apple  já pode ter implementado o recurso de maneira escondida no watchOS 6.2.5. Com isso, basta a aprovação acontecer para que a funcionalidade seja liberada de maneira remota, sem a necessidade de uma atualização – isso ocorreu na Índia recentemente. 

De qualquer forma, parece que os donos brasileiros de Apple Watches Series 4 e 5 estão muito próximos de poder ter acesso ao recurso e usá-lo pela primeira vez.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana