conecte-se conosco

Estado

ArcelorMittal Tubarão anuncia religamento do seu segundo alto-forno

Publicado

O segundo alto-forno da ArcelorMittal Tubarão, um dos três instalados na empresa, será religado no dia 26 deste mês de julho. O equipamento, com capacidade para produção de 1,2 milhão de toneladas de ferro gusa/ano, estava paralisado desde o ano passado, quando passou por uma ampla reforma de manutenção e permaneceu parado em virtude da instabilidade nos cenários econômicos nacional e internacional.

Alto forno 2

Além dele, continua operando na usina o Alto-Forno 1, que tem capacidade produtiva de 3,5 milhões de toneladas/ano. Já o terceiro equipamento foi desligado em abril deste ano e permanecerá fora de operação, aguardando eventuais mudanças no cenário econômico e na demanda de aço no Brasil e no mundo.

Profissionais de unidades de outros países do Grupo ArcelorMittal estão auxiliando no processo de religamento. A volta do Alto-Forno 2 será para atender principalmente ao mercado externo, cujos clientes começam a retomar gradualmente o consumo, e para garantir a otimização operacional da planta.

Assim como tem feito em toda a sua operacionalização desde o início da pandemia do Novo Coronavírus, o processo de religamento do Alto-Forno 2 da ArcelorMittal Tubarão está seguindo rigorosamente todas as orientações e protocolos recomendados pelas autoridades da área de saúde para controle da disseminação da Covid-19 entre seus empregados e terceiros. Isso inclui, entre outras ações, distância de segurança em todas as salas de controle, com marcação no solo para sinalizar; distanciamento seguro nos ambientes coletivos, incluindo os refeitórios e veículos, reforço nas ações de higienização dos espaços internos e desinfecção de ferramentas de uso coletivo utilizando lâmpadas de UV-C.

Além disso, a empresa continua com a implantação do teletrabalho para as funções administrativas, distribuição de máscaras de tecido para usar no transporte coletivo e dentro da usina, medição da temperatura de todos que acessam à empresa, disponibilização de atendimento psicossocial extensivo aos familiares e intensificação das campanhas orientativas (mais de 200 peças publicitárias e 20 vídeos informativos).

Comentários Facebook
publicidade

Estado

Mais de 57 mil já se curaram da Covid-19 no ES; veja situação neste sábado (25)

Publicado

por

O Espírito Santo registrou, até as 17h00 deste sábado (25), 2.386 mortes por Covid-19. O número total de casos confirmados chegou a 76.598, sendo que destes, 57.402 pacientes já estão curados. Os dados são divulgados na plataforma Painel Covid-19, do Governo do Estado.

Em relação aos números divulgados na sexta (24), o aumento é de 744 novos casos, 13 mortes a mais e 473 curados.

Municípios com mais casos

Os 15 municípios com mais casos confirmados são: Vila Velha (11.604), Vitória (10.367), Serra (9.947), Cariacica (8.671), Linhares (4.079), Colatina (3.322), Cachoeiro de Itapemirim (2.976), Aracruz (2.052), Guarapari (1.734), Viana (1.304), São Mateus (1.242), Marataízes (868), São Gabriel da Palha (863), Itapemirim (685) e Castelo (670). (Clique aqui e veja lista completa)

Leia também:

Governo do Espírito Santo divulga 15º Mapa de Risco da Covid-19

Soro feito de plasma de cavalo é testado em humanos com Covid-19

Os países que foram “exemplo” mas sofrem agora com segunda onda de Covid-19

Bom Jesus do Norte registra quarta morte por COVID-19

Fiscalização Integrada fecha bares que funcionavam ignorando decreto em Cariacica

Mortes nos municípios

Dos óbitos, 1.343 são homens e 1.043 mulheres. Eles estão distribuídos da seguinte maneira nos municípios capixabas: Serra (403), Vila Velha (381), Vitória (336), Cariacica (322), Cachoeiro de Itapemirim (98), Colatina (75), Guarapari (74),  Linhares (66), Viana (54), Aracruz (45), Marataízes (40), Itapemirim (35), São Mateus (35), Castelo (18), Nova Venécia (18), Iúna (17), Marechal Floriano (17), Anchieta (15), Fundão (13), Presidente Kennedy (13), Afonso Cláudio (12), Alegre (12), Boa Esperança (11), Guaçuí (11), Pinheiros (11), Baixo Guandu (10), Barra de São Francisco (10), Piúma (10), Rio Novo do Sul (10), São Gabriel da Palha (10), Ibiraçu (9), Conceição da Barra (8), Muqui (8), Pedro Canário (8), Santa Maria de Jetibá (8), São Domingos do Norte (8), Sooretama (8), Vila Valério (8), Ecoporanga (7), Ibatiba (7), Venda Nova do Imigrante (7), Alto Rio Novo (6), Domingos Martins (6), Santa Leopoldina (6), Santa Teresa (6), Vargem Alta (6), Água Doce do Norte (5), Jaguaré (5), João Neiva (5), Rio Bananal (5), São Roque do Canaã (5), Alfredo Chaves (4), Ibitirama (4), Montanha (4), Muniz Freire (4), Pancas (4), Bom Jesus do Norte (3), Conceição do Castelo (3), Jerônimo Monteiro (3), Mantenópolis (3), Marilândia (3), Mimoso do Sul (3), Águia Branca (2), Apiacá (2), Atílio Vivácqua (2), , Irupi (2), Dores do Rio Preto (1), Itarana (1), Laranja da Terra (1), Mucurici (1), Ponto Belo (1), São José do Calçado (1), Nanuque (2)*, Governador Valadares (1)*, Itamaraju (1)*, Itaperuna (1)*, Mantena (1)*, Marechal Cândido Rondon (1)*, Mucuri (1)*, Nova Viçosa (1)*, Pompeia (1)*, São Miguel dos Campos (1)*

* Nanuque e Governador Valadares ficam no estado de Minas Gerais, Pompeia no estado de São Paulo, São Miguel dos Campos no estado de Alagoas, Itamaraju, Mucuri e Nova Viçosa no estado da Bahia, Marechal Cândido Rondon no estado do Paraná e Itaperuna no estado do Rio de Janeiro. Isso acontece, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), porque os casos foram notificados no Espírito Santo.

Leia também:

Espírito Santo é nota 100 nos dois rankings de transparência da Covid-19

Novo Painel de Contratos facilita acompanhamento de ações no combate à Covid-19 no ES

Meu filho não quer usar máscara, o que posso fazer? Mães e médica dão dicas

Após testar negativo para a Covid-19, Bolsonaro passeia de moto em Brasília

Presidente do PSL de Igarassu (PE) promove festa com show e aglomeração

Fraqueza e dificuldade para falar: recuperação Pós-Covid tem muitas complicações

Clique aqui e acompanhe em tempo real os números do Coronavírus no Brasil com mapa interativo atualizado pelo Ministério da Saúde.

Clique aqui e acompanhe os números da doença no Espírito Santo com dados atualizados pela Secretaria de Saúde (Sesa) no Painel Covid-19.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana