conecte-se conosco


Cidades

Autoridades se unem e cobram solução para “Curva da Morte”na rodovia ES 164

“A comunidade está alarmada e insegura, e espera uma resposta rápida dos órgãos responsáveis, antes que tenhamos novas vítimas”. A frase do presidente da Câmara de Cachoeiro Alexon Cipriano (PROS) resume o sentimento de moradores da região sul capixaba sobre a Rodovia ES-164, que liga o município a Vargem Alta. A estrada tornou-se palco de […]

Publicados

em

“A comunidade está alarmada e insegura, e espera uma resposta rápida dos órgãos responsáveis, antes que tenhamos novas vítimas”. A frase do presidente da Câmara de Cachoeiro Alexon Cipriano (PROS) resume o sentimento de moradores da região sul capixaba sobre a Rodovia ES-164, que liga o município a Vargem Alta. A estrada tornou-se palco de
inúmeros acidentes graves e com vítimas, especialmente no trecho conhecido como Curva da Morte, localizado entre Estação de Soturno e Vargem Grande de Soturno.
A convite do presidente Luciano Quintino (SD), que solicitou formalmente a colaboração da Câmara de Cachoeiro, Alexon visitou nesta segunda-feira (11) a Câmara de Vargem Alta, para discutir o assunto. Segundo Alexon, a população do sul está apreensiva com a situação e cobra das autoridades uma solução definitiva para o problema.
Para tentar agilizar as providências, as duas casas legislativas vão redigir documentos requerendo a visita in loco do diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-
ES), Luiz Cesar Maretto. “Estamos unindo forças para solicitar ao DER que interfira de imediato, planejando e divulgando as medidas que serão tomadas em relação ao trecho da rodovia”, anunciou Alexon.

Comentários Facebook
Propaganda

Cidades

Iema anuncia ações de melhoria para o Parque Estadual de Itaúnas

Publicados

em

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) anunciou, nesta quinta-feira (30), ações de melhoria para o Parque Estadual de Itaúnas (PEI), em Conceição da Barra. Na ocasião, foi assinado o acordo de gestão sustentável da pesca no rio Itaúnas com os pescadores da região. Além disso, foi feita a entrega da nota técnica e foram anunciados a revisão do plano de manejo e o programa de Educação Ambiental e Comunicação Social do PEI.

“Hoje estamos dando passos importantes na gestão do parque e na melhoria da relação com a comunidade de forma organizada e sustentável. São ações que precisam da participação e contribuição de todos, seja do poder público, seja da comunidade, e que promovem o uso ativos do parque por essa geração, sem comprometer o uso das gerações futuras. Esse é o nosso papel, como Governo do Estado, como Unidade de Conservação e como sociedade”, ressaltou o diretor-presidente do Iema, Alaimar Fiuza.

O acordo de gestão sustentável da pesca no rio Itaúnas regulariza a atividade na região e melhora a gestão, a fiscalização e garante a sustentabilidade do parque. “Todo o processo foi construído de forma participativa com a realização de oficinas envolvendo os pescadores e a Polícia Militar Ambiental. A ação vai beneficiar cerca de 100 pescadores de Conceição da Barra”, explicou a gestora do PEI, Juliana Coura.

“Estou muito agradecida, porque amo pescar e pesco desde criança. Esse acordo é um sonho realizado, para podermos pescar tranquilos, respeitando e preservando o rio”, disse a pescadora Petrolina dos Santos. O pescador Romildo Lopes também agradeceu pelo acordo. “Só tenho a agradecer por esta conquista. E que a gente, pescadores e comunidade, também atue na fiscalização, para cobrar e agir no cuidado do rio”, completou.

Já a nota técnica Vila de Itaúnas: Qualificação Urbana frente às melhorias de seu acesso viário, produzida pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), como condicionante do Departamento de Edificações e Rodovias do Estado do Espírito Santo (DER/ES), no licenciamento da obra de asfaltamento da rodovia que liga a sede do município ao distrito de Itaúnas, foi entregue à Prefeitura de Conceição da Barra.

O objetivo desse trabalho é dar subsídios ao poder público municipal na elaboração da revisão do Plano de Ordenamento da Vila de Itaúnas, medida essa que irá possibilitar uma melhor gestão do Parque em seus limites com a área urbano do distrito.

Foi anunciado ainda a revisão do Plano de Manejo do Parque de Itaúnas. O documento técnico que estabelece o zoneamento e as normas que norteiam o uso da Unidade de Conservação. “O plano é um instrumento que dá segurança para a equipe do parque e a comunidade para saber o que pode fazer e o que não pode e essa revisão é necessária, pois o atual já está defasado”, destacou o diretor-presidente do Iema, Alaimar Fiuza.

Por último, foi anunciado o programa de Educação Ambiental e Comunicação Social do PEI, que, com o Plano de Manejo, serão realizados como compensação ambiental. “São ações de suma importância e que contribuem para a gestão participativa, transparente e eficiente do parque”, explicou Juliana Coura, a gestora do parque.

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana