conecte-se conosco


Cidades

Balcão de Empregos fez mais de 500 atendimentos na Feira de Negócios de Cachoeiro

Publicados

em

Ação aconteceu na última semana, durante a 16ª edição da Feira de Negócios e Agroturismo de Cachoeiro - Foto: Márcia Leal

A edição do Balcão de Empregos na 16ª Feira de Negócios e Agroturismo de Cachoeiro, realizada na última semana, fez 575 atendimentos ao público, um recorde para o projeto coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

Ao todo, 297 pessoas foram encaminhadas para processos de seleção para 240 vagas de trabalho oferecidas por 11 empresas parceiras da iniciativa. Outras 205 tiveram seus dados inseridos no sistema da Agência do Trabalhador de Cachoeiro, para concorrerem a futuras oportunidades.

A ação também cadastrou 27 jovens no programa Oportuni, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), destinado ao público entre 14 e 24 anos que deseja entrar no mercado de trabalho. Uma vez cadastrados, os jovens passam a integrar o banco de dados do programa, que cruza as informações com as vagas de empregos ativas.

Outro serviço disponibilizado pelo Balcão de Empregos foi a emissão da carteira de trabalho digital, que facilitou o acesso ao documento a 37 cidadãos.

Artesãos e microempreendedores em destaque

Realizada no Parque de Exposição de Cachoeiro, de 27 a 30 de julho, a 16ª Feira de Negócios também teve outros destaques. A exposição multissetorial contou com 32 expositores credenciados, entre artesãos, representantes da agroindústria e micro empreendedores individuais, que, juntos, movimentaram mais de R$ 70 mil em vendas.

Capacitação

Durante o evento, mais de 495 pessoas participaram, presencialmente, das 13 palestras oferecidas durante a Feira, sobre diversos temas, como: gestão de vendas, autodesenvolvimento e carreira profissional, vendas por aplicativos, delivery, educação financeira e artesanato competitivo.

Público aprovou a realização do evento

A Ouvidoria Geral do Município de Cachoeiro de Itapemirim realizou uma pesquisa de opinião para medir a satisfação do público em relação ao evento.

Cerca de 92% dos entrevistados avaliaram positivamente a realização do evento. Enquanto a taxa de aprovação do 9º Mutirão de Negociação de Dívidas do Procon foi de 98%.

Foram ouvidas 217 pessoas, a partir dos 15 anos de idade, durante os quatro dias de evento.

A 16ª Feira de Negócios e Agroturismo foi uma parceria entre a Prefeitura de Cachoeiro e a Acisci, e contou com o apoio do Sebrae-ES e do Governo do Estado, por meio da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes).

“Tivemos mais uma bem-sucedida edição da Feira de Negócios, que facilitou acesso a capacitação profissional, cadastro para vagas de emprego, negociação de dívidas para consumidores, além de ser uma ótima vitrine para empreendedores do município”, destaca o prefeito Victor Coelho.

Comentários Facebook

Cidades

Sebrae realiza a instalação de internet em duas comunidades de Alegre e Conceição do Castelo

Publicados

em

Por

Distritos em Conceição do Castelo e Alegre foram beneficiados pelo programa Wi-Fi Brasil

Moradores de duas comunidades rurais do Espírito Santo receberam no último mês a instalação de antenas de internet para facilitar a comunicação e o acesso à informação, através do programa Wi-Fi Brasil, desenvolvido em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

No distrito localizado em Conceição do Castelo, cerca de 500 produtores rurais e da agricultura familiar foram beneficiados com a instalação. Já em Feliz Lembrança, comunidade de Alegre, 60 famílias já estão com acesso à internet.

“Entendemos que é necessário, especialmente nos dias de hoje, que todas as pessoas tenham acesso à internet, pois é lá que a comunicação acontece. Disponibilizar o wi-fi para essas comunidades significa oferecer oportunidades de negociações, e ampliar as possibilidades de mercado e renda para as famílias”, finaliza o gerente regional do Sebrae/ES, Ivair Segheto.

O empreendedor Fábio de Souza, dono da agroindústria Frumel, está entre os beneficiados pelo programa em Alegre. Ele conta que antes da instalação, os moradores compartilhavam a rede móvel e poucas casas tinham ponto de internet.

“Antes os vizinhos se ajudavam, um ia para a casa do outro para usar a internet. Agora com o ponto de acesso na praça, as pessoas vão até o centro comunitário para fazer suas pesquisas. Esse projeto do Sebrae é importante porque deixa a comunidade conectada 24 horas e fortalece inclusive a permanência do jovem na região, incentiva que eles criem algo, façam seus estudos e cursos online, além de reduzir a diferença de acesso à tecnologia entre campo e cidade”, ressalta Fábio.

Ao todo a região conta com seis agroindústrias, uma pequena fábrica de calçados, além dos pequenos prestadores de serviço da comunidade, todos impactados positivamente pelo programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana