conecte-se conosco

Estado

Bandes fará três leilões sequenciais de imóveis nesta sexta (31); Veja a relação imóveis

Publicado

 

.
Nesta sexta-feira (31), acontecem três leilões sequenciais de imóveis promovidos pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes). O primeiro, às 13h50, terá em oferta uma chácara na Serra e uma área urbana no centro de Pedro Canário. Já o segundo e o terceiro leilões, programados a partir das 14 horas, disponibilizam de salas comerciais a sítios, passando por imóveis residenciais urbanos. Todos os leilões ocorrem na sede do banco, em Vitória.

O imóvel mais badalado é uma mansão na Ilha do Boi, bairro nobre da Capital capixaba, com área total de mais de 450 metros quadrados, distribuídos em dois pavimentos. Já quem deseja investir em um negócio, o leilão traz uma pousada na charmosa vila de Itaúnas, em Conceição da Barra. São 12 chalés em um terreno de mais de três mil metros quadrados. A pousada conta ainda com uma recepção, além de outra casa de dois andares, com lance mínimo é de R$ 2,2 milhões.

Interessados em arrematar algum bem ou conhecer as condições de pagamento podem consultar as fotos e demais informações nos editais de leilão, no site do Bandes. Outras informações pelos telefones (27) 3331-4359 e 3331-4416, ou pelo e-mail [email protected]

Ao todo, há ofertas de casas, apartamentos, lotes e edifícios comerciais, além de chácara e sítios rurais, que atendem a diversos interesses. Para participar, basta vir ao Bandes no dia do leilão, com os documentos pessoais para pessoa física ou o contrato social com procuração assinada em caso de pessoa jurídica.

Imóveis em diferentes localidades
São 14 itens de norte a sul do Estado, em dez municípios capixabas e um mineiro: Alegre, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Conceição da Barra, Domingos Martins, Guarapari, Pedro Canário, Serra, Viana e Vitória e em Araçuaí (MG).

Os leilões de imóveis vêm se tornando uma opção viável para quem deseja adquirir um imóvel próprio com preço mais acessível.

Serviço:
Leilão de Imóveis do Bandes – Veja a relação completa dos imóveis.
Data: 31 de julho (sexta-feira)
Horário: 13h50
Local: Auditório do Bandes, 10º andar, Centro, Vitória.
Aberto ao público
Observação: devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o uso de máscara é obrigatório para circular nas dependências do banco. Além disso, haverá aferição da temperatura corporal do visitante e limite de passageiros no elevador.

Informações sobre linhas de financiamento:
www.bandes.com.br
Bandes Atende: 0800 283 4202
Avenida Princesa Isabel, 54, Centro, Vitória
App disponível para Android e iOS

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
publicidade

Estado

Idaf reforça ações de monitoramento e controle de viroses do mamão

Publicado


.

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) iniciou, nesta segunda-feira (27), uma operação para fortalecer o trabalho de fiscalização em lavouras de mamão do Norte do Estado, visando minimizar os prejuízos decorrentes de viroses que atingem essa cultura, como o mosaico e a meleira.

A ação teve início em Linhares, com a vistoria de 32 lavouras, distribuídas em 21 propriedades, e, durante as próximas semanas, contemplará os municípios de Boa Esperança, Conceição da Barra, Jaguaré, Montanha, Nova Venécia, Pedro Canário, Pinheiros, São Mateus e Vila Valério.

De acordo com o diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, o trabalho é fundamental para verificar o atendimento à exigência legal do corte seletivo (roguing) das plantas doentes. “A transmissão do vírus ocorre em progressão geométrica, atingindo, inclusive, as plantações do entorno. Por isso, é essencial que cada produtor faça sua parte, de modo a não impactar, inclusive economicamente, na produção”, alertou Louzada.

Os proprietários das lavouras em que forem identificados casos de mosaico e meleira serão notificados a fazer o corte dentro do prazo legal, em até sete dias. Após esse período, os servidores do Idaf retornam às lavouras para verificar se o roguing foi realizado. Caso não tenha sido, o Instituto solicita o corte compulsório das plantas.

O gerente de Defesa Sanitária Vegetal do Idaf, Daniel Pombo de Abreu, informa que, o trabalho emergencial é necessário nesta época do ano em que a incidência da doença é intensificada. “Mas é preciso destacar que o Idaf desenvolve um monitoramento permanente, com vistoria e coleta de material para análise laboratorial e, quando necessário, implementação do roguing”, explicou.

Cooperação técnica

Ainda no trabalho de fortalecimento das ações de controle das doenças que atingem o mamão, o Idaf irá renovar o Termo de Cooperação Técnica com a Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Papaya (Brapex). O acordo prevê apoio na logística de envio de amostras para análise laboratorial e também na execução do roguing.

 

Texto: Francine Castro

 

Informações à Imprensa

Assessoria de Comunicação do Idaf

Francine Castro/ Rafaely Lyra Walter

(27) 3636-3774 / (27) 99237-5308

[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana