conecte-se conosco


Estado

Banestes mantém menor taxa de juros do Brasil no crédito imobiliário, mesmo após alta da Selic

Publicados

em

 

O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) anunciou, nessa sexta-feira (18), que, mesmo com a recente alta da taxa básica de juros, a Selic, para 4,25%, maior patamar desde fevereiro de 2020, irá manter a melhor condição atual disponível no mercado de crédito imobiliário do Brasil, com taxas a partir de 6,65% ao ano + taxa referencial (TR), a depender do relacionamento com o banco.

O momento é único para quem ainda deseja realizar o sonho da aquisição da casa própria e garantir o financiamento com uma taxa de juros baixa, pois, com a tendência já confirmada pelo Comitê de Política Monetária (Copom) de alta consecutiva da Selic, prevista para os próximos meses, é esperado um aumento natural dos juros nas operações de crédito.

“Essa pode ser a última oportunidade para a aquisição de imóveis com o financiamento em condições tão atrativas, pela baixa taxa de juros. Quem comprar um imóvel agora, ainda garante excelentes condições para o financiamento no Banestes”, ressalta o diretor de Negócios da instituição, Hugo Gaspar.

O financiamento pode chegar a até 90% do valor do imóvel, com até 35 anos para pagar. Além disso, os valores gastos com o Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e com o Registro do Imóvel podem ser financiados juntamente com o crédito imobiliário, respeitando o limite de 5% do montante total.

O diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande, comenta a crescente procura pela linha de financiamento no banco. “Com a excelente oferta disponibilizada pelo Banestes, em apenas cinco meses, já batemos a marca de financiamentos imobiliários em todo ano de 2020. Estamos com um processo ágil de atendimento aos clientes, tanto pessoa física quanto jurídica, em todos os municípios do Estado”, disse Casagrande.

Portabilidade do Crédito Imobiliário

O momento é oportuno ainda para quem já tem um crédito imobiliário contratado em outra instituição financeira, deseja reduzir a mensalidade paga e, com isso, fazer uma boa economia. Basta contratar a Portabilidade de Crédito Imobiliário com o Banestes, de forma simples e sem burocracia, sem custos adicionais de impostos, e garantir condições melhores para o financiamento.

Na maioria dos casos, o valor mensal da prestação cai significativamente. De acordo com o diretor Hugo Gaspar, o momento é extremamente vantajoso para realizar a portabilidade. “Existem milhares de contratos de crédito imobiliário que foram efetivados com a Selic a 12%, 13% ou 14% ao ano. Estamos agora com a taxa básica a 4,25%. Temos casos atuais em que um imóvel financiado de R$ 500 mil teve redução de R$ 1,2 mil na prestação mensal, com a portabilidade para o Banestes. Em outros casos, a economia total chega a quase R$ 200 mil no valor do contrato”, ressalta Gaspar.

Os interessados em contratar o crédito imobiliário ou realizar a portabilidade para o Banestes devem entrar em contato com uma das agências do banco. Todas as propostas estarão sujeitas ao processo de análise de crédito.

Saiba mais sobre as condições especiais do Crédito Imobiliário Residencial Banestes:

  • Taxa de juros a partir de 6,65% ao ano + Taxa Referencial (TR), a melhor condição atualmente no Brasil.
  • Financiamento de até 90% do valor do imóvel pela tabela SAC.
  • ITBI e Registro do Imóvel financiados juntamente com o crédito imobiliário (até o limite de 5%).
  • Prazo máximo de financiamento: até 420 meses (35 anos).
  • Pessoas que já têm crédito imobiliário contratado em outra instituição financeira podem realizar portabilidade para o Banestes e, com isso, reduzir o valor mensal das prestações, com taxas mais atrativas.
  • Portabilidade de Crédito Imobiliário no Banestes sem burocracia e sem custos adicionais de impostos.

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

E-commerce de móveis e decoração anuncia implantação de centro de distribuição no Estado

Publicados

em


O governador de Estado, Renato Casagrande, se reuniu, nesta sexta-feira (23), por meio de videoconferência, com representantes da MadeiraMadeira, maior loja on-line de móveis e decoração da América Latina. A empresa anunciou investimento da ordem de R$ 10 milhões na construção de um centro de distribuição, no TIM´s, no município da Serra.

A empresa tem planos de expansão da malha logística pelo Brasil e escolheu o Estado para instalar sua operação. O investimento se trata de um Fullfillment com área de 17.700 metros quadrados, que é um centro de distribuição com maior proporção. A estimativa é a geração de 120 vagas de empregos diretos e outras 100 de forma indireta.

Para o governador Casagrande, a notícia da chegada da empresa é bem-vinda para os capixabas e para o Governo. “Estamos felizes com os planos da MadeiraMadeira em investir no Estado com o centro de distribuição. Desejo que a empresa se sinta acolhida pelos capixabas e pelo Governo do Estado também. O Espírito Santo é um estado que tem condições institucionais boas, temos capacidade de investimento e para receber investimento também. Temos o prazer de receber quem tem interesse em se instalar e expandir negócios aqui. Inovação é um assunto que nos interessa muito e estamos criando todas as condições para que tenhamos um ambiente favorável no Estado”, disse.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, destacou que o Governo vem investindo em inovação e que a MadeiraMadeira pode futuramente contribuir e compartilhar sua expertise com os capixabas.

“A notícia da implantação do centro de distribuição confirma que estamos no caminho certo e a geração de empregos para os capixabas é extremamente importante para nós. O investimento está intimamente ligado à inovação, porque a MadeiraMadeira surgiu no mercado como uma startup e hoje é um case de sucesso. Trabalhamos firmemente sob o comando responsável do governador Renato Casagrande para que pudéssemos superar os desafios da pandemia, amenizando seus efeitos sobre a economia e conseguimos. Agora, nossa meta é apostar na inovação, olhar para frente e trilhar o caminho do desenvolvimento sempre com ações planejadas, como temos feito”, afirmou Hoffmann.

Segundo o co-fundador da MadeiraMadeira, Marcelo Scandia, além do fullfillment a empresa possui as guideshop, loja física com uma unidade aberta em Vila Velha, e que até o mês agosto será inaugurada outra unidade também no município. “Somos um e-commerce e marketingplace, trabalhamos com um modelo híbrido para oferecer melhores e mais opções produtos para os clientes. Com a instalação de um centro de distribuição no Estado, nossa intenção é estar mais próximo do público consumidor e atender parte de Minas Gerais e do Nordeste. A operação de instalação no TIM´s deve ter duração de dois meses”, explicou.

Sobre a empresa

Ao longo de 2020, a MadeiraMadeira, criada há cerca de 10 anos, triplicou o número de centros de distribuição, para os 15 atuais. Entre eles, um em Jundiaí (SP), com o qual faz entregas com prazo de um dia na Grande São Paulo. Outros centros deverão ser abertos ao longo deste ano.

A plataforma pretende ampliar a prateleira de produtos de marca própria, hoje com cerca de 400 itens, expandir a rede de lojas físicas. Atualmente, a empresa tem cerca de dois mil funcionários.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sectides
Ana Luiza Freitas / Carolina Moreira / Gabriela Galvão / Larissa Linhalis
(27) 3636-9707 / 6753 / 1822 / 99949-8105 / 99942-9537 / 98102-0236
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana