conecte-se conosco

Polícia

BPMA apreende armas de fogo e materiais de caça em Conceição da Barra e Pedro Canário

Publicado

 

.

Durante o fim de semana (25 e 26), policiais militares da Terceira Companhia do Batalhão de Polícia Militar Ambiental realizaram diversas apreensões durante o desdobramento da Operação Força e Presença no norte do Espírito Santo.

No sábado (25), por volta das 22h00, durante a realização de um Ponto de Bloqueio na “Estrada Velha” que liga os muncípios de São Mateus e Conceição da Barra, nas proximidades da Comunidade do Córrego do Alexandre, foi abordado um veiculo Volkswagen Gol, de cor prata, com quatro ocupantes em seu interior, ocasião em que foi encontrada uma espingarda calibre 22, municiada, no assoalho, lado esquerdo do motorista, posteriormente, identificado como A. da C. S., que assumiu a propriedade da arma de fogo.

Durante a busca pessoal nos ocupantes do veículo, foram encontradas três munições intactas, de mesmo calibre, no bolso da camisa do condutor. O conduzido foi apresentado à autoridade policial de plantão da 18ª região da policia civil no municipio de São Mateus.

Já no domingo (26), após receberem uma denúncia anônima preveniente do Serviço Disque Denúncia 181, sobre caça e comércio ilegal de animais silvestres, os policiais prosseguiram até a Comunidade do Assentamento Castro Alves, no município de Pedro Canário e, no endereço especificado na denúncia, foram apreendidos diversos materiais comumente utlizados para tal prática, sendo eles: uma espingarda calibre 40, uma espingarda calibre 32, uma garrucha calibre 32, uma garrucha calibre 36, duas miras laser, um laser calibrador de mira para arma longa, cinquenta e sete cartuchos de calibres diversos, uma prensa para recarga de cartuchos, um recipiente contendo pólvora, além de três coleiros, três gaiolas, duas armadilhas para captura de animais silvestres e uma ninheira para transporte de pássaros.

As armas não possuíam registro e os passeriformes não possuíam licença ambiental. Apesar de os materiais apreendidos serem comumente utlizados na prática de caça, não foi encontrado nenhum animal abatido no local durante a operação. O suspeitob E.C., cujo qual também foi indicado no teor da denúncia, confirmou a propriedade de todo o material apreendido, sendo detido e conduzido à Delegacia de Polícia Civil de São Mateus, onde foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e manutenção irregular de animal silvestre em cativeiro.

Segundo o comandante da 3ª Companhia Ambiental, capitão Fabrício Pereira Rocha, as Operações Força e Presença realizadas nas áreas e comunidade rurais e nas Unidades de Conservação visam inibir e combater os crimes ambientais, em particular, os crimes de caça e pesca ilegais, o tráfico de animais silvestres, o comércio ilegal de produtos de origem vegetal e animal, além dos crimes de queimada e desmatamento.

O capitão Fabrício informa que as Unidades de Conservação Ambiental abrigam grande quantidade de animais silvestres, muitos deles em risco de extinção, além de exemplares da flora silvestre que são especificos do Bioma de Mata Atlântico. “A biodiversidade e o bom nível de conservação dessas áreas de preservação ambiental as tornam o alvo preferido de caçadores e de pessoas que extraem seus recursos de forma irracional, esgotando e, muitas vezes, até destruindo esses locais”, ressalta o oficial.

A população em geral pode colaborar com denúncias através do número 190 e também pelo 193, do Corpo de Bombeiros, em caso de incêndios. Denúncias de crimes ambientais podem ser feitas pelo telefone do Serviço Disque Denúncia 181 ou por meio do site www.disquedenuncia181.es.gov.br. Não há necessidade de se identificar e o anonimato é garantido.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

PM apreende mais de 2500 maços de cigarros em Vila Velha

Publicado

 

Na manhã desta quarta-feira (02) policiais militares do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) fizeram uma abordagem de trânsito a um veículo que avançou o semáforo que estava vermelho, na Praia de Itaparica em Vila Velha. Após buscas foram localizados mais de 2500 maços de cigarros com suspeitas de serem contrabandeados.

Ao fazer a abordagem foi constatado que o licenciamento do veículo estava em atraso. Após uma busca minuciosa no carro, os policiais constataram a presença de material sem a devida nota fiscal, com suspeita que seja proveniente de contrabando. Eram várias caixas contendo cigarros, que totalizaram 2517 maços de cigarro apreendidos.

Todo o material apreendido, o veículo e o detido conduzidos à sede da Superintendência da Polícia Federal para autuação.

O comandante da 2ª Companhia do BPTran, capitão Sandro, “o policiamento ostensivo estratégico das viaturas do BPTran estabelece referenciais de segurança para a população capixaba, que ao transitar pelas vias da cidade enxerga nesses policiais um rápido apoio para as questões de trânsito e demais questões de segurança”, destacou.

 

Fonte: PM ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana