conecte-se conosco


Nacional

Bruno Covas é extubado após apresentar melhoras em sangramento no estômago

Publicados

em


source
Apesar de extubado, Covas segue na UTI do hospital Sírio Libanês, em SP
André Bueno/Câmara Municipal de São Paulo

Apesar de extubado, Covas segue na UTI do hospital Sírio Libanês, em SP

O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), apresentou melhora em  seu sangramento no estômago e foi extubado no início da noite desta segunda-feira (5). Segundo informações do G1, o tucano continua internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no hospital Sírio Libanês, na capital paulista.

Covas foi transferido para a UTI nesta segunda-feira e, pouco depois, intubado após apresentar sangramento causado por uma úlcera em cima do tumor na cárdia – passagem do esôfago para o estômago. De acordo com David Uip, um dos profissionais que acompanham o quadro do prefeito, o sangramento foi controlado pelo endoscopista.

Os médicos afirmam que esse tipo de sangramento não é desejável, mas faz parte de um quadro de tratamento pelo qual passa o prefeito. Ainda segundo os médicos, Covas não deve realizar, nos próximos dias, as sessões de quimioterapia e imunoterapia que estavam previstas.

A intubação, segundo um dos profissionais, foi feita para proteger as vias aéreas e evitar alguma laceração no momento da endoscopia.

Comentários Facebook
Propaganda

Nacional

‘Queiroga com certeza será reconvocado à CPI’, diz Omar Aziz

Publicados

em


source
 'Queiroga com certeza será reconvocado à CPI', diz Omar Aziz
Reprodução

‘Queiroga com certeza será reconvocado à CPI’, diz Omar Aziz

O senador e presidente da CPI da Covid , Omar Aziz (PSD-AM), se posicionou sobre o depoimento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, como a “grande decepção” da comissão até o momento. Em relação as falas pouco objetivas, Aziz reiterou que Queiroga “com certeza” será reconvocado. As falas foram reproduzidas em uma entrevista no YouTube para o canal do historiador Marco Antônio Villa.

O motivo que levou o presidente da comissão em buscar uma nova audiência para ouvir Queiroga é a constante contradição entre as diretrizes do Ministério da Saúde e as políticas públicas do governo Bolsonaro .

Queiroga declarou inúmeras vezes que não se pronunciaria em seu depoimento pois não havia um protocolo de tratamento para a covid-19 elaborado pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec).

Renan Calheiros declarou no último sábado (08) que a estratégia adotada pelo cardiologista comandante do Ministério da Saúde de não responder objetivamente as perguntas é uma outra maneira de “não falar a verdade”.

Aziz ratificou o posicionamento de Calheiros ao declarar que “a gente perguntava se ele era a favor da cloroquina – e ele não citava a palavra cloroquina, falava em ‘fármacos’ -, ele jogava para a Conitec”.


O presidente da CPI argumentou que o posicionamento de Queiroga visa “não magoar o chefe” e que as contradições existentes dão base para que o ministro seja reconcado”.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana