conecte-se conosco


Estado

Buffet infantil procura inovar para divertir e conquistar mercado

Publicados

em

 

Brincadeira é coisa séria: essa é a impressão que o profissionalismo dos irmãos e empresários Guilherme e Giovana Brunoro deixa quando o assunto é o novo espaço de eventos infantis. Com conceito de buffet lúdico ecológico, totalmente indoor, a ideia é oferecer aventura e diversão para as crianças e até mesmo adultos com brinquedos feitos com madeira de reflorestamento, móveis de demolição e tramas naturais.

O Vila Pindô, cerimonial infantil recém-inaugurado em Vitória, conta com o apoio do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) desde a implantação. Ele foi todo pensado numa linha diferente nos dias de hoje: oferecer diversão sem tecnologia. Os empresários contam que parte do investimento foi feito com capital próprio e outra parte com recursos do Banco. “A análise criteriosa do nosso plano de negócios confirmou que a ideia de um ambiente lúdico para as crianças brincarem sem tecnologia era excelente e permite a criançada despertar sua criatividade”, explica Guilherme Brunoro.

Entre os brinquedos, além da tirolesa, há o túnel de fitas, o escorregador espiral, o formigueiro redondo, e outros. “Todos os brinquedos são telados e temos equipamentos de segurança para as crianças”, destaca o empresário. O cerimonial conta ainda com buffet próprio e o cliente pode também contratar opcionais específicos.

Os adultos também são convidados a participar das atividades no ambiente, totalmente integrado. “Todo mundo brinca junto, os pais podem estar próximos acompanhando todas as atividades e, além disso, temos oficinas específicas, aprovadas pelos pais, tudo adaptado para como o cliente quer a festa”, explica Giovana Brunoro.

O nome Vila Pindô foi criado por Guilherme, que se inspirou em “Pindorama”, que significa terra das palmeiras, primeiro nome dado ao Brasil pelos índios tupis-guaranis. “Todo conceito percorre o tema. Até nossos pacotes de festas também seguem nomes de palmeiras: Buriti, Jerivá, Açaí e Dendê”, explica. O cerimonial terá muita iluminação natural e ambiente climatizado.

A alternativa de crédito utilizada para o financiamento do empreendimento foi o Fundo Geral do Turismo (Fungetur). O Bandes é uma das dez instituições de desenvolvimento no País que repassa os recursos do Ministério do Turismo. Com o Fundo, os negócios voltados ao segmento, especialmente bares, lanchonetes, cafés e empresas do ramo de hospedagem, podem investir com carência e prazo de pagamentos adequados ao negócio, podendo chegar a 24 e a 120 meses.

Quem pode contratar?

A linha apoia investimentos de implantação, expansão, nova localização, modernização, diversificação, desenvolvimento tecnológico e gerencial de empreendimentos ligados ao setor turístico. Um ponto de destaque é que a linha atende a empreendimentos em qualquer município capixaba. Com isso, a empresa não precisa estar em um município que tenha um perfil tradicional no turismo.

Tradicionalmente, o Bandes apoia as particularidades econômicas de cada região, com crédito estruturado para o fortalecimento das potencialidades regionais. Com condições competitivas de prazos e juros, o Fungetur se configura como mais uma alternativa para ampliar as possibilidades de fomento do turismo como negócio, criando estratégias para o desenvolvimento social e econômico – geração de emprego e renda, além da inclusão social e melhoria na qualidade de vida.

Informações sobre linhas de financiamento:
www.bandes.com.br
[email protected]

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Em um mês de funcionamento, ala Covid-19 do Himaba já registrou mais de 30 altas médicas

Publicados

em

 

Em um mês de funcionamento, a ala Covid-19, anexa ao Hospital Estadual Infantil e Maternidade Dr. Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha, administrado pelo Instituto Acqua, já recebeu 84 pacientes e tem mais de 30 altas registradas, cerca de um paciente por dia.

O subsecretário de Estado de Regulação, Controle e Avaliação em Saúde, Gleikson Barbosa dos Santos, destaca que essa ampliação de leitos é fundamental no enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) no Estado.

“Essa decisão do Governo do Estado em investir na ampliação de leitos, principalmente na rede própria, é de extrema importância para que consigamos vencer essa batalha contra a Covid-19. Além disso, é uma alegria enorme ver as pessoas se recuperando contra a doença e voltando para suas famílias”, ressaltou o subsecretário.

Para o médico intensivista Juan Carlin Passos, coordenador médico da unidade e que atua na linha de frente desde o início da pandemia, a estrutura da unidade e o empenho da equipe são destaques nesses trinta dias.

“Tivemos o desafio de montar a estrutura em pouco tempo e temos aqui o que há de melhor no mercado. A equipe é experiente e a gente tem uma facilidade muito grande de comunicação interna e de trabalhar em conjunto. Somos um time. Isso é essencial porque nosso objetivo é sempre prestar um atendimento de qualidade para os nossos pacientes”, disse Passos.

O acesso aos 30 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e aos 52 de enfermaria acontece via Regulação Estadual. A ala conta com 170 colaboradores.

O novo espaço, apesar de ser anexo ao Himaba, tem acesso independente da unidade pediátrica e conta com equipe médica e assistencial distintas. Os novos leitos, a princípio, seriam destinados ao atendimento pediátrico, mas, com a pandemia da Covid-19, o perfil de atendimento foi modificado para auxiliar a rede hospitalar capixaba no enfrentamento à doença.

Humanização 

Diariamente, familiares dos pacientes recebem por e-mail o boletim médico e aqueles que estão na enfermaria têm a possibilidade de falar com os parentes, por meio de videochamadas realizadas pelos psicólogos.

“Procuramos deixar os familiares o mais bem informados, com relação a tudo que está acontecendo com o paciente, já que não pode haver visitas. Buscamos ter essa sensibilidade que faz muita diferença. Gosto de falar com eles por telefone e explicar a evolução de quem está aqui dentro”, informou Juan Passos.

A mesma percepção tem a enfermeira Auxiliadora Gava, que atua há 12 anos e também está na linha de frente desde o início da pandemia. “Trabalhamos muito a humanização no atendimento, sentindo qual a necessidade de cada um. Entendo que como na ala Covid o paciente fica distante da família, a gente acaba ficando mais próximo dele. É gratificante demais ver cada um ir embora, recuperado e voltando para suas famílias. É o resultado de muito trabalho por toda equipe”.

Um dos pacientes que passou pela ala Covid-19 do Himaba foi Ivo Alves Noronha. No momento da alta, muito emocionado ao som do hino do Flamengo, seu time do coração, ele agradeceu à equipe que o acolheu. “O atendimento e as instalações aqui são excelentes. Muito obrigado pelo cuidado que vocês tiveram comigo”.

Instituto Acqua

O Instituto Acqua é uma Organização Social (OS) sem fins lucrativos com sede em Santo André, Região Metropolitana de São Paulo. Com 22 anos de história, atua na área de saúde pública e privada em todo o território nacional.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana