conecte-se conosco


Cidades

Cachoeiro trabalha para recuperar danos causados pelas chuvas desta terça (23)

Publicados

em

Foto: Divulgação/PMCI

Na tarde desta terça-feira (23), Cachoeiro teve um período de 25 minutos de chuvas intensas, com volume de 20 milímetros – mais de 60% do volume acumulado nas 24 horas desse dia (39 milímetros). Equipes da Prefeitura estão nas ruas reparando estragos e dando apoio à população em suas necessidades.

No bairro Coramara, duas famílias de quatro e três membros, respectivamente, foram orientadas a deixarem suas residências por risco de desabamento de muros de contenção. Alojadas em casas de parentes, elas recebem suporte da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes). A Defesa Civil realizará novas vistorias nas residências.

Também foram registrados alagamentos em bairros como Rui Pinto Bandeira, Marbrasa, BNH, Gilson Carone, Monte Cristo e Nova Brasília, além de acúmulo de lama nos bairros Gilson Carone e Parque Laranjeiras. Equipes da Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços (Semmat) iniciaram os trabalhos de limpeza e reparos na noite desta terça-feira.

As chuvas não tiverem grande impacto no nível do Rio Itapemirim. Na manhã desta quarta-feira (24), o nível estava em 1,13 metro acima do leito, segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).

Apoio em Pacotuba

Em Pacotuba, onde 15 famílias tiveram que deixar momentaneamente suas residências, no fim de semana, por conta do transbordamento do rio, a Semdes atendeu quatro famílias com entrega de cestas de alimento, na segunda-feira. Nesta terça, houve entrega de água mineral a seis famílias da comunidade de São João da Mata, no mesmo distrito, e mais duas famílias receberão colchões, cama e kits com jogos de cama.

Leia também: VÍDEOS | Chuva forte causa transtornos e prejuízos em vários pontos de Cachoeiro

Comentários Facebook
Propaganda

Cidades

Projeto dos CRJs é apresentado a representantes da Prefeitura de Aracruz

Publicados

em

 

Os secretários de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, e de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, apresentaram o projeto dos Centros de Referência das Juventudes (CRJs) para o prefeito de Aracruz, Dr. Coutinho, e equipe, nesta sexta-feira (09). A reunião ocorreu em formato virtual.

A implementação dos Centros é a principal ação do Eixo de Proteção Social do Programa Estado Presente em Defesa da Vida e, em Aracruz, a previsão é de que seja implementada uma unidade na região de Jacupemba. Os Centros irão ofertar uma gama de serviços voltados para as juventudes, buscando ampliar a garantia de direitos e diminuir os índices de crimes violentos sofridos e cometidos por jovens.

“Hoje, apresentamos o projeto dos Centros ao prefeito Doutor Coutinho e equipe, que assumiram o mandato no início deste ano, e foi uma reunião muito positiva. Os Centros de Referência das Juventudes não estarão apenas na Grande Vitória e sim nos dez municípios que integram o Programa Estado Presente e Aracruz é um deles. O CRJ do município estará localizado em uma região estratégica para auxiliar a juventude no que for necessário”, explicou a secretária Nara Borgo.

Já o secretário Álvaro Duboc, que atua como coordenador-executivo do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, destaca o fato de os CRJs serem equipamentos que têm por objetivo ofertar um conjunto de atividades para fortalecer vínculos sociais e comunitários, trabalhando e potencializando as habilidades dos jovens. Segundo ele, o fato de Aracruz ser um município que abriga importantes empresas, “abre uma janela ainda maior de oportunidades para a juventude local”.

Os CRJs serão implantados por meio da parceria do Governo do Estado com os municípios e com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para fortalecer as ações de prevenção social à violência e a redução de vulnerabilidade da juventude. Integram a carteira de projetos do eixo social do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, que visa a reduzir os índices de violência e criminalidade, com foco especialmente em crimes letais, atuando também com o eixo policial.

Centros de Referência para as Juventudes

Os Centros irão ofertar uma gama de serviços voltados para as juventudes, buscando ampliar a garantia de direitos e diminuir os índices de crimes violentos sofridos e cometidos por jovens.

Como projeto do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, serão 14 CRJs em funcionamento até 2021, com capacidade para atender, anualmente, uma média de 65 mil jovens.

Os CRJs ofertarão serviços, como o acompanhamento integral de jovens para a construção de Planos de Vida e Trabalho, tendo como princípios o respeito à diversidade e ao diálogo. Disponibilizará, ainda, espaços de trabalho compartilhado, com laboratório temático para geração de renda (LABPoca), oficinas, eventos artístico-culturais e esportivos, vivências extraterritório, passagens interestaduais, entre outros, tendo a gestão compartilhada como premissa, e se configurando como a principal entrega pública para as Juventudes já realizada no Espírito Santo.

Saiba mais: https://bit.ly/3kyJlm0

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana