conecte-se conosco


Estado

Café das Montanhas do ES ganha selo de Denominação de Origem

Publicados

em

Mais um produto capixaba tem sua Indicação Geográfica registrada junto ao INPI

Os Cafés das Montanhas do Espírito Santo tiveram sua Indicação Geográfica (IG) oficialmente registrada nesta terça-feira (4), junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A partir de agora, esses cafés possuem seu registro na modalidade “Denominação de Origem” (DO), destacando a qualidade e notoriedade do café produzido na região.

O trabalho que culminou nesse reconhecimento foi estruturado pelo Sebrae/ES, em conjunto com diversos parceiros, como OCB/ES, Coopeavi, Incaper, Embrapa Café, Cetcaf, Ifes, Ministério da Agricultura, Sicoob, prefeituras, entre outros, com consultoria do Instituto Inovates, cabendo destacar ainda a importância do papel da Acemes (Associação dos Produtores de Cafés Especiais das Montanhas do ES), que é a representante dos produtores locais junto ao INPI e responsável pela gestão desta Identidade Geográfica.

O processo de estruturação de uma Denominação de Origem demanda vários documentos técnicos/científicos, projetos e estudos para comprovar a vinculação do produto daquele território específico ao meio geográfico, ao chamado “terroir”, bem como a influência que os saberes, a cultura da região exerce sobre o produto final. Nesse ponto, foi fundamental a parceria do Ifes e Incaper, para as comprovações científicas requeridas.

“Essa é mais uma importante conquista para o Espírito Santo. Trata-se da segunda Denominação de Origem para cafés do Espírito Santo, o que demonstra a singularidade da nossa cafeicultura. A dedicação dos cafeicultores, o profissionalismo e a união das instituições parceiras nesse processo, culmina em mais esta conquista que merece ser celebrada por todos os capixabas”, explica o superintendente do Sebrae/ES, Pedro Rigo.

Entre os diversos benefícios da formalização do registro, além da valorização do produto e da região, há a promoção junto ao mercado internacional. O acordo Mercosul União Europeia, por exemplo, uma vez firmado, possibilitará o reconhecimento mútuo das IG das partes envolvidas, trazendo ganhos para as IG nacionais.

“Essa conquista é muito importante e benéfica não só para os produtores dos cafés, como também para todos os moradores da região, pois alavanca o agroturismo, turismo de negócios e de experiência, movimentando a economia local”, afirma Pedro Rigo.

A área geográfica da Denominação de Origem dos Cafés das Montanhas do Espírito Santo envolve 16 municípios: Afonso Cláudio, Alfredo Chaves, Brejetuba, Castelo, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Iconha, Itaguaçu, Itarana, Marechal Floriano, Rio Novo do Sul, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, Santa Leopoldina, Vargem Alta e Venda Nova do Imigrante.

Além dos cafés das Montanhas Capixabas, o Café do Caparaó também já possui registro no INPI para a Denominação de Origem. O Conilon ES também reivindicou o selo da Indicação Geográfica e avança nas etapas exigidas para obter a certificação.

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Governador, secretários e dirigentes de órgãos fazem doação de cestas básicas em prol da campanha ServidorES Solidários

Publicados

em


O governador do Estado, Renato Casagrande, e integrantes da equipe de Governo se reuniram na tarde desta terça-feira (11) para fazer doações pessoais de cestas básicas em prol da campanha ServidorES Solidários. A iniciativa faz parte do programa ES Solidário e visa que os servidores públicos também possam contribuir com doações de alimentos, kits de limpeza e higiene pessoal, além de dinheiro para as pessoas mais necessitadas em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

“Diversos secretários de Estado e servidores estão fazendo suas doações. Algumas das cestas básicas estão aqui, de forma simbólica, que vão para o nosso Programa ES Solidário. Neste momento de pandemia, em que muitos entraram em um ambiente de vulnerabilidade, é importante que possamos estender as mãos de forma solidária. Qualquer servidor do Estado, de qualquer nível, pode colaborar e são várias as formas de ajudar”, afirmou o governador.

Os servidores podem ajudar com a campanha fazendo a doação de alimentos, kits de limpeza e higiene pessoal, em pontos de recolhimento presentes nos órgãos públicos, e com quantias em dinheiro, seja por meio de Documento Único de Arrecadação (DUA), depósito em conta bancária do Governo do Estado, transferência pelo aplicativo PicPay ou também por desconto direto na folha de pagamento.

“Essa é mais uma ferramenta importante voltada para o ES Solidário, que vem para somar esforços no sentido de levar alimentos e outros itens essenciais para as pessoas que mais precisam. É muito importante que possamos unir forças neste momento e a campanha vem para incentivar que nossos servidores e servidoras continuem demonstrando sua solidariedade para com as famílias em situação de vulnerabilidade”, destacou a secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo.

O secretário de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Marcelo Calmon, reforçou que a ação no Palácio Anchieta, sede do Poder Executivo Estadual, demonstra o envolvimento direto dos gestores do Estado com a campanha ServidorES Solidários. “É uma forma de incentivar outras pessoas a participarem também. Cada contribuição, seja em doação de alimentos, produtos de higiene e limpeza ou dinheiro, será de grande relevância para as famílias que estão precisando neste momento difícil de pandemia”, disse.

Os servidores podem ter mais informações sobre a campanha no site: https://coronavirus.es.gov.br/servidorESsolidarios. A página reúne informações, como o passo a passo para efetuar a doação em dinheiro por meio de consignação e a lista de órgãos que estão recebendo os kits de limpeza, higiene pessoal e alimentos.

Sobre o Programa ES Solidário

O programa ES Solidário atende às demandas por meio de solicitações feitas por municípios, coletivos, associações e igrejas com ações sociais, que direcionam as doações de donativos às pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza.

Os donativos são recebidos por meio de doações feitas por empresas e pela sociedade civil. Podem ser físicas, como a doação de cestas básicas e kits de higiene e limpeza, além de fraldas e máscaras, por exemplo, que podem ser entregues em uma das 17 bases do Corpo de Bombeiros distribuídas no Estado. Contribuições em dinheiro são usadas para a compra de alimentos e outros itens essenciais. Também é possível contribuir por meio de serviços.

Saiba mais informações sobre como doar em: https://coronavirus.es.gov.br/ESsolidario

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da SEDH
Juliana Borges
[email protected]

Assessoria de Comunicação da Seger
Vitor Possatti Rodrigues
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana