conecte-se conosco


Cidades

Casa de Cultura Roberto Carlos recebe visita do filho do rei

Na manhã desta quinta-feira (21), a Casa de Cultura Roberto Carlos recebeu uma emocionante visita: a de Roberto Carlos Braga II, o Segundinho, conhecido como Dudu Braga, filho do rei Roberto Carlos. Convidado para vir à cidade para um evento, Dudu Braga aproveitou para visitar, pela segunda vez, a casa onde Roberto nasceu e morou na infância. […]

Publicados

em

Na manhã desta quinta-feira (21), a Casa de Cultura Roberto Carlos recebeu uma emocionante visita: a de Roberto Carlos Braga II, o Segundinho, conhecido como Dudu Braga, filho do rei Roberto Carlos.

Convidado para vir à cidade para um evento, Dudu Braga aproveitou para visitar, pela segunda vez, a casa onde Roberto nasceu e morou na infância. Ele foi recepcionado com canções do pai e participou de um tour animado e interativo pelo espaço cultural, durante o qual ouviu relatos sobre a infância e os primeiros passos da carreira do rei da música brasileira.

Canções icônicas como “O Portão”, “Negro Gato” e “Detalhes” foram lembradas, e uma das mais conhecidas de Roberto Carlos, “Como é grande o meu amor por você”, foi um pedido especial de Dudu.

“É sempre emocionante voltar a Cachoeiro. Aqui, em cada cômodo que eu entro, lembro de histórias que meu pai e minha avó, Laura, me contavam. As lembranças vêm de forma espontânea e emocional”, declarou Dudu Braga.

Comovido, o músico ainda falou sobre a relação carinhosa que mantém com o pai e agradeceu a todos os fãs que, com dedicação, acompanham a carreira e a história de Roberto Carlos.

“Meu pai tem muito respeito, muito carinho e amor pelos fãs, então, fica minha gratidão para todos”, destacou.

Deficiente visual, para Dudu Braga um dos momentos mais emocionantes da visita foi saber que, no acervo fotográfico presente na casa, existe uma foto de Roberto Carlos, criança, que mostra uma enorme semelhança física com sua filha, Laura, de três anos.

“Minha filha tem esse nome em homenagem à minha avó, e o pessoal me contou que tem essa foto do meu pai pequeno e que é a cara da Laurinha. Então, cada momento, são emoções diferentes, confesso que eu fui às lágrimas agora e gostaria muito que meu pai, minha filha, minha esposa e toda minha família estivessem aqui comigo. Faltam palavras para descrever essas emoções”, finalizou.

Para Jovania Valiati Koppe, gerente dos Centros Culturais de Cachoeiro, a visita do filho de Roberto Carlos tomou grandes proporções, pois, segundo ela, isso reforça a importância de resgatar a cultura histórica, e de fortalecer a educação patrimonial. “Foi uma alegria, para nós, recepcionar o Dudu Braga, filho de alguém que admiramos tanto. Ficamos felizes em recebê-lo nessa manhã prazerosa e convidamos a todos para conhecer a casa e um pouco mais da história do rei Roberto Carlos”, convidou.

Visite a Casa do Rei!

A Casa de Cultura Roberto Carlos fica na rua João Madureira de Deus, no bairro Recanto, e conta com um rico acervo de fotos, discos, quadros e instrumentos musicais, que relatam o início da vida e trajetória do filho mais ilustre de Cachoeiro de Itapemirim.

Aberta para visitação do público de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 15h.

Comentários Facebook
Propaganda

Cidades

Sancionada a lei que autoriza agentes da GCM de Anchieta a portar armas de fogo

Publicados

em

Por

Foto: Divulgação

A Guarda Civil Municipal de Anchieta (GCMA) passará a atuar com porte legal de arma de fogo. O prefeito de Anchieta, Fabrício Petri, sancionou ontem (27) a lei que permite o porte de arma de fogo para a categoria. Na ocasião Petri sancionou mais três leis que estruturam e regulamentam a Guarda Civil Municipal de Anchieta. Parte da corporação participou do ato de assinatura, ocorrida no gabinete do prefeito.

O projeto de armar a Guarda Municipal de Anchieta foi elaborado desde 2021 pelo executivo municipal. Ao todo, 87 agentes serão treinados pela Polícia Federal para atuarem com as novas regras. Recentemente, o município criou uma ouvidoria e também uma corregedoria dentro da Guarda Municipal – consideradas instrumentos indispensáveis para a efetivação do projeto.

De acordo com o gerente da Guarda, Wander Nogueira, a aprovação da proposta é um marco histórico para o município e um avanço para as ações de segurança. “Armar a Guarda vai dar mais legitimidade para o trabalho da instituição, que passará a atuar de forma mais independente”, avaliou.

Para o prefeito, a Guarda é uma importante instituição que vem prestando valiosos serviços ao município. “Tenho orgulho da nossa guarda e dos nossos agentes que vêm fazendo um importante papel na segurança de nossa cidade. Essas novas lei irão dar mais respaldo para a corporação se tornar ainda mais organizada e estruturada”, disse.

Preparação e treinamento

Para armar os agentes, a Guarda Municipal de Anchieta firmou uma parceria com a Academia da Polícia Civil do Estado do Espírito Santo (Acadepol), que irá ofertar um curso de capacitação para os agentes. O treinamento vai capacitar os guardas na parte teórica e prática, incluindo o curso de tiro. Antes de utilizarem armas de fogo, os agentes deverão ser aprovados nesta formação.

A Lei autoriza o município a firmar convênios, acordos de cooperação técnica e instrucional com União, Estados, Municípios, bem como, com instituições, órgãos ou estabelecimentos de ensino aptos legalmente a ofertarem cursos de formação, aperfeiçoamento e utilização de armamento e tiro ao efetivo da Guarda Civil Municipal de Anchieta.

 

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana