conecte-se conosco


Entretenimento

‘Cedo para comentar acusações’, diz xerife que investiga caso de Alec Baldwin

Publicados

em


source
Alec Baldwin
Reprodução/IMDB

Alec Baldwin

Foi realizada na tarde desta quarta-feira a primeira entrevista coletiva sobre o caso envolvendo o  ator Alec Baldwin, que na semana passada disparou um tiro acidental fatal contra a diretora Halyna Hutchins  no set do filme “Rust”. O xerife do condado de Santa Fé, Adan Mendoza, e a promotora Mary Carmack-Altwies participaram do encontro com jornalistas.

Mendoza confirmou que Baldwin utilizava uma arma carregada com munição real que não deveria estar no set e disse que “ainda é muito cedo para comentar acusações” já que a investigação ainda está em andamento.

“Vamos determinar como essa arma chegou lá, onde não deveria estar”, afirmou o xerife, que ressaltou que todos os envolvidos tem cooperado com a apuração.

Leia Também

Relembre o caso

O ator Alec Baldwin teria disparado tiros, acidentalmente, durante as filmagens de seu próximo filme, o faroeste “Rust”, matando a diretora de fotografia, Halyna Hutchins, de 42 anos, e ferindo o diretor do filme, Joel Souza, de 48. Segundo Juan Rios, porta-voz do gabinete do xerife no Condado de Santa Fé, no Novo México, local das gravações, as circunstâncias do tiroteio estão sendo investigadas.

Rios disse que o tiroteio no Rancho Bonanza Creek aconteceu no meio de uma cena que estava sendo ensaiada. “Estamos tentando determinar, agora, como e que tipo de projétil foi usado na arma de fogo”, disse ele, acrescentando que as autoridades não haviam entrado com nenhuma acusação contra ninguém da equipe de produção

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Claudia Leitte diz que críticas são seletivas após ser chamada de genocida

Publicados

em


source
Claudia Leitte foi atacada nas redes sociais
Reprodução/Instagram

Claudia Leitte foi atacada nas redes sociais


A cantora Claudia Leitte se manifestou, nesta segunda-feira (29), após ser xingada de genocida por realizar um show em São Paulo (SP) no sábado (27).

Claudia foi atacada nas redes sociais durante o fim de semana, principalmente por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (SP), que comparavam o show da cantora com eventos do presidente.

Em nota, divulgada nesta segunda-feira (29), Claudia Leitte disse que os ataques são “seletivos” e “desrespeitosos”. “Claudia é uma artista responsável e ciente de seu papel, jamais faria um evento sem a autorização dos órgãos atribuídos e sem os cuidados necessários. Cabe apenas refletir sobre essas críticas seletivas e aos ataques, totalmente inconcebíveis e desrespeitosos com a artista”, diz nota enviada pela equipe da cantora.


Na nota, Claudia Leitte mencionou que outros shows foram realizados no país, com mais pessoas reunidas, mas não receberam críticas. Artistas como Zé Neto & Cristiano, Barões da Pisadinha e Gusttavo Lima celebraram shows com públicos maiores pelo país. “Outros tantos [shows] vêm acontecendo no Brasil e não foram criticados ou colocados em xeque em relação aos cuidados com a saúde do público. E não só shows, como também rodeios e estádios de futebol”, disse.

Leia Também

Vale lembrar que o evento cumpriu as normas impostas pelo Governo de São Paulo. O folião só podia entrar na festa “Blow Out” com comprovante de vacinação contra covid-19 (duas doses), além de contar com três mil pessoas em um espaço para dez mil pessoas. 

Veja nota completa:

A cantora Claudia Leitte realizou um show em formato trio no estacionamento do Espaço das Américas no último sábado, 27, respeitando todas as normas de saúde impostas pelo Governo do Estado de SP. Só era possível entrar no local comprovando a vacinação completa da covid 19 e, além disso, o evento foi feito com capacidade reduzida, com apenas 3 mil pessoas.

É válido mencionar que assim como o show de Claudia, outros tantos vêm acontecendo no Brasil e não foram criticados ou colocados em xeque em relação aos cuidados com a saúde do público. E não só shows, como também rodeios e estádios de futebol.

Claudia é um artista responsável e ciente de seu papel, jamais faria um evento sem a autorização dos órgãos atribuídos e sem os cuidados necessários. Cabe apenas refletir sobre essas críticas seletivas e aos ataques, totalmente inconcebíveis e desrespeitosos com a artista.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana