conecte-se conosco


Nacional

Cerveja que abastecia bailes funks era falsificada em galpão no Rio

Publicados

em

 

source
Polícia apreendeu rótulos e tampinhas usados na falsificação

Polícia apreendeu rótulos e tampinhas usados na falsificação – Divulgação – 21.06.2022

Os frequentadores dos bailes funks da Maré podiam até achar que estavam tomando a cerveja certa, mas estavam pegando gato por lebre. Uma operação conjunta entre as polícias Civis e Militar estourou um galpão na Rua Paulo Cesar, na Vila Camarim, em Queimados, na Baixada Fluminense, onde era falsificada a bebida comercializada nesses eventos. Os policiais descobriram que cervejas mais baratas tinham rótulo e tampas removidos e substituídos pelos de marcas mais conhecidas e mais caras, para serem vendidas nesses eventos.

A falsificação acontecia, em geral, com garrafas de vidro de 600 ml de uma cerveja conhecida como A Certa. Os falsificadores tiravam a tampinha da marca oficial e a substituíam por outra cerveja mais cara da marca. Em seguida, os adesivos do alto da garrafa e do rótulo central eram colados. O material usado nas falsificações e o martelinho usado para fechar os engradados foram apreendidos, assim como o caminhão que fazia a entrega dos engradados. No total, 12 pessoas foram presas.

O caminhão foi retido quando um dos acusados de fazer parte do esquema de falsificação tentava vender as cervejas em um depósito. Segundo a polícia, o dono do estabelecimento também foi autuado em flagrante por receptação qualificada. A operação conjunta contou com a participação de agentes da 21ª DP (Bonsucesso) e policiais do Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BVPE).

A investigação começou quando a polícia passou a investigar a venda de bebidas alcoólicas nos bailes funk das favelas do Complexo da Maré. Ao chegar ao galpão, os agentes desconfiaram de uma movimentação estranha. Eles observaram que, num determinado momento, um caminhão carregado de bebidas saiu do local, tendo sido seguido por parte da equipe. Outra parte cercou o espaço e solicitou o comparecimento de um representante.

Algumas pessoas tentaram fugir pulando o muro da parte de trás e foram interceptados pelos policiais, tendo sido detidos. No local, foi constatada a falsificação e feitas as apreensões e prisões.

Comentários Facebook
Propaganda

Nacional

Datafolha: Fernando Haddad tem rejeição de 35% em SP; França tem 20%

Publicados

em

 Levantamento aponta que 35% dos eleitores não votariam no ex-prefeito de São Paulo
Reprodução

Levantamento aponta que 35% dos eleitores não votariam no ex-prefeito de São Paulo

Pesquisa do Instituto Datafolha divulgado nesta quinta-feira aponta que o ex-prefeito de São Paulo  Fernando Haddad (PT) é o mais rejeitado entre os pré-candidatos ao governo de São Paulo. 

De acordo com o levantamento, 35% dos eleitores não votariam no ex-prefeito, que mantém a dianteira na disputa ao Palácio dos Bandeirantes.

Haddad é seguido pelo ex-governador Márcio França, do PSB, cuja rejeição é de 20%. O socialista, no entanto, deve sair de cena para concorrer ao Senado, de acordo com aliados. Se o cenário sem França se confirmar, Haddad sobe de 28% para 34% das intenções de voto.


O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), e o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos) apresentam menor rejeição. Não votariam em nenhum dos dois 16% dos paulistas. No entanto, ambos são desconhecidos da maior parte do eleitorado.

O Datafolha ouviu 1.806 pessoas com mais de 16 anos de 28 a 30 de junho no estado, aferindo dados com uma margem de erro de dois pontos para mais ou menos. O levantamento, contratado pelo jornal Folha de S.Paulo, foi registrado com o número SP-20523/2022 no Tribunal Superior Eleitoral.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana