conecte-se conosco

Cidades

Chuva: Mais de 90% das escolas municipais com aulas nesta quinta (21)

Publicado

De: Secretaria de Educação
Texto: Érico Miranda| Foto: divulgação/ Felix Falcão
Criado: 21 de novembro de 2019

Caiu de 24 para apenas seis o número de escolas municipais sem aulas na manhã desta quinta-feira (21), em consequência das fortes chuvas que atingem a Grande Vitória. A Rede Municipal de Ensino de Villa Velha tem 101 unidades.
 
Equipes da Prefeitura de Vila Velha trabalham de forma intensiva para minimizar os impactos das chuvas e oferecer plenas condições de acesso e de segurança a pais, responsáveis, alunos e profissionais que trabalham nas escolas gerenciadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed).
 
Os pais, responsáveis e funcionários já foram informados pela respectiva direção de cada unidade fechada na manhã desta quinta-feira (21). As aulas serão repostas, de acordo com informações da Semed.
 
Caso haja qualquer alteração, a comunidade escolar será previamente informada pela gestão das unidades sobre o funcionamento das atividades letivas das escolas afetadas pelas chuvas.

Confira a lista das escolas da Rede Municipal de Ensino que tiveram suas atividades suspensas e suas localizações:
 
Umef Aly da Silva — Balneário Ponta da Fruta;
Umei Hélida Figueiredo Milagres — Jabaeté;
Umef  Reverendo Waldomiro Martins Ferreira — Xuri;
Umef Ernani Souza — Divino Espírito Santo;
Umef Juiz Jairo de Mattos Pereira — São Torquato;
Umef Nair Dias Barbosa — Morro da Lagoa.
 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim não terá recesso em julho

Publicado

por

A realização de sessões ordinárias na Câmara de Cachoeiro não será interrompida no mês de julho. O anúncio foi feito na sessão desta terça-feira (07) pelo presidente Alexon Soares Cipriano (Republicanos), que já determinou a publicação, no Diário Oficial, de ato da Mesa Diretora suspendendo o recesso parlamentar que ocorreria de 18 a 31 de julho.

O presidente explica que a ideia tem o apoio de todos os vereadores. A justificativa é que, logo no início da pandemia, a Câmara precisou paralisar as atividades em plenário para adequar-se às exigências sanitárias, especialmente o distanciamento social recomendado entre vereadores e servidores. Após quatro semanas, as sessões voltaram a ocorrer, mas pelo sistema de videoconferência, com transmissão pela internet.

“Suspendendo o recesso, compensaremos em parte o tempo que tivemos que utilizar para implantar as sessões eletrônicas”, diz Alexon. Além disso, afirma, o momento exige que a Câmara atue sem cessar na fiscalização do Executivo Municipal e na discussão e aprovação de medidas de enfrentamento à pandemia.

Fonte: Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana