conecte-se conosco


Cidades

Chuvas, trovoadas e vento forte podem atingir o ES nesta terça-feira

Depois de dias de muito calor, a terça-feira (12) começa com alerta de chuva forte no Espírito Santo. De acordo com o  Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a previsão é de acumulado de chuvas em pelo menos 56 municípios do Espírito Santo. Vitória, Vila Velha e Viana, aparecem entre as cidades que podem ser afetadas.  Além disso, […]

Publicados

em

Depois de dias de muito calor, a terça-feira (12) começa com alerta de chuva forte no Espírito Santo. De acordo com o  Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a previsão é de acumulado de chuvas em pelo menos 56 municípios do Espírito Santo. Vitória, Vila Velha e Viana, aparecem entre as cidades que podem ser afetadas. 

Além disso, de acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) o dia será de chuva rápida, com grande volume de água durante o período da manhã na região Nordeste, com tendência de tempo aberto nos demais horários.

Já em outras regiões capixabas, o Incaper prevê pancadas de chuva isolada, acompanhadas de trovoadas e rajadas de vento, principalmente no Caparaó e nos trechos sul e oeste da região Serrana. Para as demais áreas, a previsão é de poucas nuvens e calor. Sem possibilidade de chuva.

Na Grande Vitória, a terça-feira será de poucas nuvens e calor, com temperatura mínima de 23 °C e máxima de 36 °C. Em Vitória: mínima de 23 °C e máxima de 36 °C.

Municípios que devem ser afetados:

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu um alerta de perigo potencial para acumulado de chuva em 56 municípios do Espírito Santo. Nesta terça-feira (12) o alerta é válido até às 10 horas desta manhã.

>>Listagem

Afonso Cláudio

Alegre

Alfredo Chaves

Anchieta

Apiacá

Aracruz

Atílio Vivacqua

Baixo Guandu

Bom Jesus Do Norte

Brejetuba

Cachoeiro De Itapemirim

Cariacica

Castelo

Conceição Da Barra

Conceição Do Castelo

Divino De São Lourenço

Domingos Martins

Fundão

Guarapari

Guaçuí

Ibatiba

Ibiraçu

Ibitirama

Iconha

Irupi

Itaguaçu

Itapemirim

Itarana

Iúna

Jaguaré

Jerônimo Monteiro

João Neiva

Laranja Da Terra

Linhares

Marataízes

Marechal Floriano

Mimoso Do Sul

Muniz Freire

Muqui

Pedro Canário

Pinheiros

Piúma

Presidente Kennedy

Rio Novo Do Sul

Santa Leopoldina

Santa Maria De Jetibá

Santa Teresa

Serra

Sooretama

São José Do Calçado

São Mateus

Vargem Alta

Venda Nova Do Imigrante

Viana

Vila Velha

Vitória

Para a Região Sul, a previsão é de sol e poucas nuvens ao longo do dia, com pancadas de chuva à tarde nas proximidades do Caparaó. Nas áreas menos elevadas: temperatura mínima de 23 °C e máxima de 39 °C. Nas áreas altas: mínima de 20 °C e máxima de 34 °C.

Na Região Serrana, o dia é de sol e poucas nuvens ao longo do dia com pancadas de chuva à tarde apenas nos trechos sul e oeste da região. Nas áreas menos elevadas: temperatura mínima de 21 °C e máxima de 33 °C. Nas áreas altas: mínima de 17 °C e máxima de 32 °C.

Já na Região Norte, a previsão é de poucas nuvens e calor. Não chove. Com temperatura mínima de 22 °C e máxima de 37 °C.

Na Região Noroeste, poucas nuvens e calor. Não chove. Nas áreas menos elevadas: temperatura mínima de 22 °C e máxima de 36 °C.

Em Mantenópolis e Alto Rio Novo, mínima de 21 °C e máxima de 35 °C.

Para a Região Nordeste, a previsão é de chuva rápida na madrugada e manhã. Poucas nuvens, calor e não deve chover nos demais horários. Com temperatura mínima de 23 °C e máxima de 35 °C.

Comentários Facebook
Propaganda

Cidades

Iema anuncia ações de melhoria para o Parque Estadual de Itaúnas

Publicados

em

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) anunciou, nesta quinta-feira (30), ações de melhoria para o Parque Estadual de Itaúnas (PEI), em Conceição da Barra. Na ocasião, foi assinado o acordo de gestão sustentável da pesca no rio Itaúnas com os pescadores da região. Além disso, foi feita a entrega da nota técnica e foram anunciados a revisão do plano de manejo e o programa de Educação Ambiental e Comunicação Social do PEI.

“Hoje estamos dando passos importantes na gestão do parque e na melhoria da relação com a comunidade de forma organizada e sustentável. São ações que precisam da participação e contribuição de todos, seja do poder público, seja da comunidade, e que promovem o uso ativos do parque por essa geração, sem comprometer o uso das gerações futuras. Esse é o nosso papel, como Governo do Estado, como Unidade de Conservação e como sociedade”, ressaltou o diretor-presidente do Iema, Alaimar Fiuza.

O acordo de gestão sustentável da pesca no rio Itaúnas regulariza a atividade na região e melhora a gestão, a fiscalização e garante a sustentabilidade do parque. “Todo o processo foi construído de forma participativa com a realização de oficinas envolvendo os pescadores e a Polícia Militar Ambiental. A ação vai beneficiar cerca de 100 pescadores de Conceição da Barra”, explicou a gestora do PEI, Juliana Coura.

“Estou muito agradecida, porque amo pescar e pesco desde criança. Esse acordo é um sonho realizado, para podermos pescar tranquilos, respeitando e preservando o rio”, disse a pescadora Petrolina dos Santos. O pescador Romildo Lopes também agradeceu pelo acordo. “Só tenho a agradecer por esta conquista. E que a gente, pescadores e comunidade, também atue na fiscalização, para cobrar e agir no cuidado do rio”, completou.

Já a nota técnica Vila de Itaúnas: Qualificação Urbana frente às melhorias de seu acesso viário, produzida pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), como condicionante do Departamento de Edificações e Rodovias do Estado do Espírito Santo (DER/ES), no licenciamento da obra de asfaltamento da rodovia que liga a sede do município ao distrito de Itaúnas, foi entregue à Prefeitura de Conceição da Barra.

O objetivo desse trabalho é dar subsídios ao poder público municipal na elaboração da revisão do Plano de Ordenamento da Vila de Itaúnas, medida essa que irá possibilitar uma melhor gestão do Parque em seus limites com a área urbano do distrito.

Foi anunciado ainda a revisão do Plano de Manejo do Parque de Itaúnas. O documento técnico que estabelece o zoneamento e as normas que norteiam o uso da Unidade de Conservação. “O plano é um instrumento que dá segurança para a equipe do parque e a comunidade para saber o que pode fazer e o que não pode e essa revisão é necessária, pois o atual já está defasado”, destacou o diretor-presidente do Iema, Alaimar Fiuza.

Por último, foi anunciado o programa de Educação Ambiental e Comunicação Social do PEI, que, com o Plano de Manejo, serão realizados como compensação ambiental. “São ações de suma importância e que contribuem para a gestão participativa, transparente e eficiente do parque”, explicou Juliana Coura, a gestora do parque.

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana