conecte-se conosco

Nacional

“Ciclone bomba” atinge estados do Sul e Sudeste hoje com ventos de até 90 km/h

Publicado

 

 

ciclone bomba

Ventos atingiram mais de 20 cidades de Santa Catarina no primeiro “Ciclone Bomba” – Paulo Marques / Twitter / Reprodução / Imagem de Arquivo

A previsão para esta terça-feira (15) é que um novo “ciclone bomba” alcance a costa Sul e Sudeste do Brasil, segundo a Marinha e o Clima Tempo.

As regiões serão atingidas por fortes rajadas de vento de até 90 quilômetros por hora.

Chuvas torrenciais e queda brusca de temperatura em algumas cidades também estão nas previsões de hoje. O fenômeno extratropical  começa a perder força em Minas Gerais.

Diferente do que ocorreu em julho, este ciclone vai atuar com mais intensidade no Oceano Atlântico, o que reduz as probabilidades de danos.

As temperaturas voltam a subir na quarta-feira (16) em algumas regiões.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Bebê abortado por adolescente morre após cinco dias internado no MS

Publicado


source
pé bebê
Pixabay/Creative Commons

imagem ilustrativa

O recém-nascido socorrido por uma mulher na cidade de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, na última quarta-feira (9) morreu após cinco dias internado em um hospital da cidade de Dourados, também no MS . A princípio, a mulher que levou o bebê até o hospital disse que ela teria encontrado a criança dentro de um saco plástico nas proximidades da casa dela, mas a versão foi mudada em seguida.

Em segundo depoimento à polícia, a testemunha que levou o recém-nascido até o hospital afirmou que foi procurada pela mãe da criança, uma adolescente de 17 anos, para socorrê-lo. A adolescente teria tentado fazer um procedimento de aborto, mesmo tendo 25 semanas de gestação, e pediu ajuda quando percebeu que o bebê estava vivo.

A adolescente chegou a ser internada em um hospital para tratar uma hemorragia decorrente do procedimento de aborto. O bebê passou cinco dias em uma Unidade de Tratamento Intensivo com ventilação mecânica, mas não resistiu e morreu na noite do domingo (13).

Em depoimento à polícia, a menor de idade disse que morava com o namorado em outra cidade brasileira, mas voltou para Ponta Porã por sofrer agressões do parceiro. Ela teria escondido a gravidez dos pais quando decidiu fazer o aborto.

Agora a adolescente responderá por ato infracional análogo ao aborto. A polícia também investiga quem teria fornecido o remédio para que ela fizesse o procedimento.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana