conecte-se conosco


Estado

Ciclone tropical traz maré agitada que invade casas e causa transtornos no litoral

Os capixabas que vivem próximo ao litoral se surpreenderam, na manhã desta sexta-feira (22), com a força da maré em alguns pontos da costa do Espírito Santo. Na Ponta da Fruta, em Vila Velha, a maré chegou a invadir as casas mais próximas à costa. Pescadores da região afirmam que não entram no mar há […]

Publicados

em

Os capixabas que vivem próximo ao litoral se surpreenderam, na manhã desta sexta-feira (22), com a força da maré em alguns pontos da costa do Espírito Santo.

Na Ponta da Fruta, em Vila Velha, a maré chegou a invadir as casas mais próximas à costa. Pescadores da região afirmam que não entram no mar há três dias, devido a força da maré.

Outro ponto afetado pela ressaca da maré foi a Praia da Baleia, na Serra, na tarde de quinta-feira (21). Já na Praia de Muquiçaba, em Guarapari, a força da maré invadiu uma construção e interrompeu as obras.A Marinha do Brasil emitiu um alerta sobre ondas de até 4 metros para o Espírito Santo entre a noite da última quinta-feira (21) e a manhã do próximo sábado (23).

De acordo com a Marinha, o motivo é a passagem de uma frente fria pelo oceano, que deve provocar ‘agitação marítima nas proximidades do litoral entre Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro, e Vitória, capital do Espírito Santo.

Possibilidade de ciclone

Um forte ciclone pode estar em formação na costa do norte do Espírito Santo e sul da Bahia. De acordo com simulações atmosféricas feitas por supercomputadores do Climatempo, há indícios da formação da tempestade tropical sobre o mar.

“Por enquanto, nesta quinta-feira, 21 de março de 2019, é preciso ficar claro que não existe nenhum ciclone, nenhuma tempestade, nenhum furacão. Até o momento é apenas uma indicação das simulações atmosféricas feitas por supercomputadores que precisam ser analisadas com muita cautela e reavaliadas todos os dias, pois podem mudar o resultado de um dia para outro”, escreveu o instituto.

Fonte: Folha Vitória/G1

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Chamada de propostas da Iniciativa Amazônia+10 é aberta no Espírito Santo

Publicados

em

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) lançou a Chamada de Propostas nº 003/2022 – Iniciativa Amazônia+10, que visa ao desenvolvimento de Ciência, Tecnologia e Inovação (C,T&I) na região da Amazônia Legal. Os investimentos totalizam mais de R$ 50 milhões com a adesão de 20 Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) do Brasil.

No Espírito Santo, até dois projetos serão apoiados pela Chamada, por meio da adesão da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes). A Fundação capixaba disponibiliza o total de R$ 600 mil, sendo R$ 300 mil para cada projeto contemplado. Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Funcitec).

O objetivo da Chamada de Propostas Amazônia +10 é o de apoiar a pesquisa científica e o desenvolvimento tecnológico em instituições de ensino e pesquisa e em empresas sobre os problemas atuais da Amazônia, que tenham como foco o estreitamento das interações natureza-sociedade para um desenvolvimento sustentável e inclusivo da região.

Os estudos apoiados no âmbito desta iniciativa deverão avançar o conhecimento científico e tecnológico sobre a região propondo soluções de adaptação baseadas na comunidade, ou seja, desenvolvida conjuntamente com a população local, de forma a prioritariamente beneficiar e promover o bem-estar das populações da região de forma consistente e em longo prazo. A participação de formuladores de políticas públicas e investidores públicos e privados será incentivada em todos os projetos.

Eixos Prioritários

Serão recebidas propostas que apresentem pesquisa científica que contribua para a resolução de problemas considerados prioritários para o avanço do desenvolvimento sustentável na região, em três eixos:

  1. Territórios como infraestrutura e logística que facilitam o desenvolvimento sustentável em dimensão multiescalar;
  2. Povos da Amazônia como protagonistas do conhecimento e da valorização da biodiversidade e adaptação às mudanças climáticas;
  3. Fortalecimento de cadeias produtivas sustentáveis pelos amazônidas.

Elegibilidade e Submissão de Propostas

As propostas devem ter a participação de pesquisadores responsáveis de pelo menos três Estados das FAPs que aderiram à chamada, sendo que um deles deve ser obrigatoriamente vinculado a instituições de Ensino Superior e/ou pesquisa, ou ainda de empresas, com sede nos Estados da região Amazônica (Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Pará, Maranhão, Amapá, Tocantins e Mato Grosso).

Os candidatos do Espírito Santo devem seguir as diretrizes específicas da Fapes para participação na Chamada. Para acessar as diretrizes clique aqui. A submissão dos projetos deve ser feita na plataforma www.sigfapes.es.gov.br. Os projetos apoiados deverão ter duração de, no máximo, 36 meses.

Central de Dúvidas

Para maiores informações acerca da Chamada UK Academies 2022, os candidatos deverão entrar em contato pelo endereço eletrônico: [email protected].

E, caso necessitem de esclarecimentos quanto diretrizes específicas da Fapes, os candidatos poderão entrar em contato com: [email protected] e [email protected].

SERVIÇO:

Chamada de Propostas nº 003/2022 – Iniciativa Amazônia+10: clique aqui

Diretrizes específicas da Fapes: clique aqui

Data limite para submissão das propostas: 10 de agosto de 2022

Divulgação do resultado: 11 de novembro de 2022

Informação à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Fapes
Samantha Nepomuceno
(27) 3636-1867
[email protected] 

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana