conecte-se conosco

Agronegócio & Turismo

Com aumento de público de 60%, Hopi Hari renova proposta de recuperação judicial

Publicado

source
Hopi Hari ao entardecer arrow-options
Bruno Nogueira/Hopi Hari

Durante o mês de outubro, o Hopi Hari será uma atração gratuita para todas as crianças com até 12 anos de idade

Em um ano de mudanças administrativas profundas, o parque temático Hopi Hari , em Vinhedo (SP), apresentou aditivo ao plano de recuperação judicial que tramita na 1ª Vara do município paulista. A ação foi entregue num momento de entusiasmo por parte da atual gestão do empreendimento, cuja frequência anual passou de 550 mil visitantes, em 2018, para estimados 900 mil este ano.

Com crescimento esperado entre 10% e 15%, marca já atingida em 2019, a ideia é planejar o desenvolvimento sustentável da companhia ao longo dos próximos 20 anos. “O documento remetido à Justiça inclui nosso compromisso de investir recursos próprios, para o crescimento do negócio e da região, já a partir do sétimo ano”, explica o presidente do parque, Alexandre Rodrigues, demonstrando confiança nos números. Entre os investimentos pretendidos estão a reativação de antigos sucessos de público e a modernização da montanha-russa de madeira Montezum, referência no país. “Estamos vendo que é factível. Apenas no que diz respeito a eventos, quase já não há mais datas disponíveis para 2020”.

Leia mais:  ExpoSul Rural: Parque de Exposições recebe ajustes finais

O otimismo se dá pela sequência constante de grandes eventos realizados no centro de entretenimento em Vinhedo. No último final de semana da Hora do Horror , por exemplo, 40 mil pessoas se despediram dos monstros à solta em apenas cinco dias de funcionamento – mais de 300 mil participaram do evento.

No mês de novembro, em que são comemorados 20 anos de parque, entram em cena uma série de eventos. No dia 9, ocorre o Rock’n Hari, com shows que vão de Supla a Ultraje a Rigor. Nos dias 7, 8 e 10, vem a Giranda La Fiesta, com a Festa dos Mortos de tradição mexicana. Já no dia 14, começa a temporada do Natal Mágiko, que vai até 12 de janeiro de 2020. O parque sedia também a 4ª edição do Hopi Pride, maior festival LGBTQ+ do Brasil, que começa no dia 23 e termina no dia 24. O mês festivo encerra com um festival de música eletrônica comandado pelo DJ Alok e mais de 20 atrações, no dia 30.

O aditivo apresentado à Justiça inclui todos os credores da empresa, incluindo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), detentor da maior parte do crédito em questão, que totaliza R$ 300 milhões. O dispositivo legal, na prática, substitui o plano de autoria da antiga presidência do parque, que acabou contestado pela 2ª Câmara de Direito Empresarial em dezembro do ano passado. O protocolo faz parte do processo de recuperação pedido em agosto de 2016, que permitiu sua reabertura, em 2017. Uma vez aprovado, o documento passa por avaliação da assembleia geral dos credores, prevista para o primeiro semestre de 2020.

Leia mais:  Bancada capixaba em Brasília quer uma Embrapa para o Espírito Santo

De acordo com a administração do Hopi Hari, a expectativa é que o novo ano tenha um início ainda melhor. De olho em 2020, o tema do Hopinight, tradicional balada que acontece em março e vai até junho, foi revelado no último dia da Hora do Horror. O espetáculo trará shows e intervenções no empreendimento e se consolidou como atrativo do segundo melhor público anual, atrás apenas da Hora do Horror. “É um novo momento para o Hopi Hari, que tem tudo para continuar se renovando e ocupando um espaço cativo na mente de nosso público”, finaliza Rodrigues.

O parque funciona todas as semanas, de quinta-feira a domingo, a partir das 11h.

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
publicidade

Agronegócio & Turismo

Influencers mães ensinam a planejar uma viagem com crianças e ainda economizar

Publicado

source

Viajar em família requer muita organização e preparo. Quando entre os integrantes estão crianças, esse planejamento redobra. “Qual o melhor meio de transporte? Será que o hotel atende as nossas necessidades? Vou gastar muito com alimentação e passeios?”, com certeza todo pai e mãe já se fizeram essas perguntas.

criança no avião arrow-options
shutterstock

Com planejamento e essas dicas, você viajar com crianças sem muitas dores de cabeça e gastando menos

Leia também: Como escolher o melhor hotel para crianças e evitar dor de cabeça?

Conhecer alguém que passou por essa situação e possa dar conselhos sempre é muito bem-vindo. Melhor ainda quando as informações sobre viajar com crianças  te ajudam a economizar. 

Pela proximidade das férias de fim de ano, o iG Turismo procurou mães experientes em viagem para dar conselhos aos pais/mães de primeira viagem e ensinar como economizar nos passeios.

Viagem com gêmeos, cuidado redobrado!

viagem arrow-options
Reprodução/ Arquivo pessoal

Pati Lemos e seus filhos, João Pedro e Valentina, gêmeos de sete anos

A influenciadora digital, Pati Lemos, tem uma vida atribulada. Além de cuidar do perfil no instagram @voumudarparaportugal, que tem mais de 120 mil seguidores, ela é mãe do casal João Pedro e Valentina, gêmeos de sete anos.

Se você acha que viajar com uma criança é difícil, imagina viajar com duas? A programação de Pati em suas viagens começa com a escolha do destino. “Levo em consideração na hora de escolher um local que não conheçamos e que, sobretudo, tenha atrações para crianças também, pois com gêmeos de sete anos não dá para fazer uma programação exclusivamente adulta”, comenta.

Leia mais:  Pó de Mulheres: exemplo de protagonismo feminino na cafeicultura capixaba

Leia também: Guia de viagem com crianças – veja os documentos necessários

Martelo batido sobre o destino, a especialista em relocação de brasileiros em Portugal passa a procurar acomodação, e sua maior preocupação nos hotéis é com janelas e cortinas blackout, porque “acordar cedo viajando, ninguém merece”.

O segredo de Pati para uma viagem econômica é estabelecer um limite diário de gastos, nem que seja mentalmente, e ser “dura” com os filhos. “Às vezes fica mesmo difícil [controlar o impulso das crianças] e é inevitável eles saírem chorando da loja! Mas ouvir ‘não’ faz parte da vida”, explica.

“Equilíbrio é tudo” para viajar com crianças

mãe arrow-options
Reprodução/ instagram @mamaenow

Renata Chiarello é dona do perfil @mamaenow no Instagram e mãe de Betina, de 04 anos e meio

Quem também mescla a missão de ser mãe e as viagens pelo mundo é a influenciadora Renata Chiarello, dona do canal @mamaenow no Instagram. Com mais de 19 mil seguidores, Renata também é educadora parental e fez a primeira viagem com a filha Betina aos três meses, de carro. A primeira vez da garotinha em um avião foi aos sete meses.

Mas como distrair uma criança tão pequena dentro de um avião? “Levo massinha, livros com adesivos, miniaturas, jogos, papel pra desenhar e tablet”, explica Renata à reportagem.

Leia mais:  Bancada capixaba em Brasília quer uma Embrapa para o Espírito Santo

Para o hotel, ela busca opções com boa localização e limpeza. “Prefiro quartos sem carpete por conta de alergias”, diz. Como forma de economizar na estadia, a plataforma do Airbnb tem sido a opção da família de Chiarello.

“O Airbnb nos possibilita ter uma hospedagem mais ‘caseira’ que costuma ser mais barata e nos permite economizar também fazendo algumas refeições em ‘casa’. E tudo depende da viagem… quando vamos pra um lugar em que vamos ficar fora durante quase todo o dia, só voltaremos pra dormir, ficamos em hotéis bem simples sem grande estrutura de lazer, já que dificilmente usaremos”, indica a influencer.

E na hora das atividades, é possível economizar? “Depende. Existem atrações que são muito legais e vale a pena pagar, mas o segredo está no equilíbrio. Tem muita atividade gratuita que também é super bacana. O legal é pesquisar tudo antes e já ir com planejamento “.

Sendo assim, o essencial para os pais e mães de primeira viagem é colocar na ponta do lápis quais são as necessidades e prioridades da família. Essa é a melhor forma de estabelecer onde a economia será feita. E é claro, ficar preparado para tudo.

Leia também: Confira as dicas de saúde para quem vai viajar com crianças

“Para viajar com crianças tem que estar preparado para todo tipo de imprevisto. Costumo dizer que não criar expectativas é o maior segredo e que quanto mais viajamos mais aprendemos a viajar, a aproveitar os momentos e assim enchemos nosso baú de memórias e experiências”, finaliza Renata.

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana