conecte-se conosco

Nacional

Com Covid-19, prefeito de Florianópolis é internado por sintomas moderados

Publicado


source
gean loureiro
Divulgação

Gean Loureiro está internado devido complicações da Covid-19


O prefeito Gean Loureiro (DEM), de Florianópolis, em Santa Catarina, precisou ser encaminhado para um hospital devido a sintomas da Covid-19 , doença transmitida pelo novo coronavírus . A internação aconteceu neste sábado (17).


Loureiro estava se recuperando em sua casa e passava bem até a última sexta-feira (16). Na noite de ontem, ele começou a sentir sintomas moderados e teve febre. O prefeito de Florianópolis está internado no momento no Hospital Baía Sul e seu estado de saúde ainda não foi informado.

“Por conta desse quadro, o médico que cuida de seu caso sugeriu que seria mais apropriado interná-lo para um acompanhamento mais próximo de seu estado clínico”, afirmou comunicado da assessoria de imprensa do prefeito.

O candidato, que está disputando a reeleição da prefeitura de Florianópolis, havia anunciado no último dia 12 que foi contaminado.

A capital de Santa Catarina tem 15,5 mil contaminados pela Covid-19 e 140 mortos. No estado, são 232.933 casos e 2.962 óbitos.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano seguido

Publicado


source

Neste ano, assim como no ano passado, o Brasil não terá horário verão, instrumento usado no pais de 2008 até 2018 para economizar o cunsumo de energia em 10 estados brasileiros entre outubro e fevereiro.

horário de verão
Alessandro Buzas/Futura Press

Brasil não terá horário de verão em 2020


O presidente Jair Bolsonaro encerrou o horário de verão no ano passado, após estudo do Ministério de Minas e Energia apontar que, com o fim dele, o consumidor teria uma economia de R$ 100 milhões.

“Nos últimos anos, com as mudanças no hábito de consumo da população e a intensificação do uso do ar condicionado, o período de maior consumo diário de energia elétrica foi deslocado para o período da tarde, quando o horário de verão não tinha influência. Como a luz traz consigo o calor, o horário de verão também passou a produzir um efeito de aumento de consumo em determinados horários, que já superavam seus benefícios”, explicou o MME na época.


A redução da economia do horário de verão começou a ser questionada em 2017, quando foi registrada queda de consumo da ordem de 2.185 megawatts, equivalente a cerca de R$ 145 milhões. Em 2013, a economia com o horário de verão havia sido de R$ 405 milhões, caindo para R$ 159,5 milhões em 2016, uma queda de 60%.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana