conecte-se conosco


Cidades

Consultas na Policlínica de Cachoeiro passarão a ser marcadas nas Unidades Básicas

Publicados

em

A partir desta segunda-feira (1º), consultas em 13 especialidades na Policlínica Municipal Bolívar de Abreu serão marcadas diretamente pelos médicos das Unidades Básicas de Saúde (UBS), não havendo necessidade de o paciente levar o encaminhando até a policlínica para marcar o procedimento.

As especialidades incluídas nesse novo procedimento abrangem cardiologia, dermatologia, ginecologia, otorrinolaringologia, urologia, ortopedia, psiquiatria e pediatria. Novas consultas especializadas da Policlínica Municipal, que serão ofertadas a partir da semana que vem, também serão marcadas nas UBS: alergia e imunologia, pneumologia adulto e pediátrico e reumatologia.

“Essa mudança faz parte do novo sistema de regulação do governo estadual, no qual o profissional da Atenção Básica e o especialista conversam diretamente entre si para verificar a necessidade ou não da consulta especializada. Isso torna o procedimento mais ágil e, ao mesmo tempo, mais criterioso”, explica o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

Por outro lado, outros 11 serviços ofertados na Policlínica continuarão sendo marcados na própria unidade: fonoaudiologia, psicologia, nutrição, pequenas cirurgias, colposcopia e colocação de DIU, risco cirúrgico, exames laboratoriais, raio-X, preventivo e clínica geral.

A Policlínica Municipal Bolívar de Abreu está localizada no bairro Santo Antônio e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h. Os telefones de contato são (28) 3155-5406 e 5271.

Comentários Facebook
Propaganda

Cidades

Projeto dos CRJs é apresentado a representantes da Prefeitura de Aracruz

Publicados

em

 

Os secretários de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, e de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, apresentaram o projeto dos Centros de Referência das Juventudes (CRJs) para o prefeito de Aracruz, Dr. Coutinho, e equipe, nesta sexta-feira (09). A reunião ocorreu em formato virtual.

A implementação dos Centros é a principal ação do Eixo de Proteção Social do Programa Estado Presente em Defesa da Vida e, em Aracruz, a previsão é de que seja implementada uma unidade na região de Jacupemba. Os Centros irão ofertar uma gama de serviços voltados para as juventudes, buscando ampliar a garantia de direitos e diminuir os índices de crimes violentos sofridos e cometidos por jovens.

“Hoje, apresentamos o projeto dos Centros ao prefeito Doutor Coutinho e equipe, que assumiram o mandato no início deste ano, e foi uma reunião muito positiva. Os Centros de Referência das Juventudes não estarão apenas na Grande Vitória e sim nos dez municípios que integram o Programa Estado Presente e Aracruz é um deles. O CRJ do município estará localizado em uma região estratégica para auxiliar a juventude no que for necessário”, explicou a secretária Nara Borgo.

Já o secretário Álvaro Duboc, que atua como coordenador-executivo do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, destaca o fato de os CRJs serem equipamentos que têm por objetivo ofertar um conjunto de atividades para fortalecer vínculos sociais e comunitários, trabalhando e potencializando as habilidades dos jovens. Segundo ele, o fato de Aracruz ser um município que abriga importantes empresas, “abre uma janela ainda maior de oportunidades para a juventude local”.

Os CRJs serão implantados por meio da parceria do Governo do Estado com os municípios e com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para fortalecer as ações de prevenção social à violência e a redução de vulnerabilidade da juventude. Integram a carteira de projetos do eixo social do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, que visa a reduzir os índices de violência e criminalidade, com foco especialmente em crimes letais, atuando também com o eixo policial.

Centros de Referência para as Juventudes

Os Centros irão ofertar uma gama de serviços voltados para as juventudes, buscando ampliar a garantia de direitos e diminuir os índices de crimes violentos sofridos e cometidos por jovens.

Como projeto do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, serão 14 CRJs em funcionamento até 2021, com capacidade para atender, anualmente, uma média de 65 mil jovens.

Os CRJs ofertarão serviços, como o acompanhamento integral de jovens para a construção de Planos de Vida e Trabalho, tendo como princípios o respeito à diversidade e ao diálogo. Disponibilizará, ainda, espaços de trabalho compartilhado, com laboratório temático para geração de renda (LABPoca), oficinas, eventos artístico-culturais e esportivos, vivências extraterritório, passagens interestaduais, entre outros, tendo a gestão compartilhada como premissa, e se configurando como a principal entrega pública para as Juventudes já realizada no Espírito Santo.

Saiba mais: https://bit.ly/3kyJlm0

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana