conecte-se conosco


Esporte

Corinthians vence o Botafogo e se mantém na vice-liderança do Brasileirão 2022

Publicados

em

Na noite deste sábado (30), o Corinthians entrou em campo para mais um desafio importante no Brasileirão 2022. Pela 20ª rodada da competição, a primeira do returno, encarou o Botafogo na Neo Química Arena e venceu por 1 a 0. O gol alvinegro foi marcado por Gustavo Silva, na primeira etapa.
Com a vitória, o Timão permanece na vice-liderança da competição nacional, com a diferença de quatro pontos para o líder, e soma 38 pontos ganhos. Até aqui, a campanha é de 11 vitórias, cinco empates e quatro derrotas.
A partida também foi de celebração à marca expressiva do goleiro Cássio, que completou 604 jogos pelo Coringão hoje – na última quarta-feira (27), em sua 603a atuação pelo Timão, ele se tornou o goleiro que mais jogou pelo Corinthians na história, além de terceiro atleta que mais vestiu a camisa alvinegra.
Antes do início do jogo, as homenagens a Cássio foram um mosaico na Leste em que se lia “603 GIGANTE”, os jogadores usando camisas comemorativas durante o hino e uma espetacular queima de fogos.

Escalação
O técnico Vítor Pereira iniciou a partida com a seguinte escalação: Cássio, Rafael Ramos, Bruno Méndez, Balbuena, Fábio Santos, Roni, Fausto, Giuliano, Gustavo Silva, Giovane e Róger Guedes. Durante o jogo, também entraram Willian, Yuri Alberto, Du Queiroz, Adson e Maycon. Ainda estavam no banco de reservas: Carlos Miguel, Gil, Lucas Piton, Fagner, Cantillo, Bruno Melo e Robert.
Bola em jogo!
O Timão iniciou a partida indo para cima do adversário e, logo aos três minutos, já estava buscando oportunidades de gol com bolas aéreas na grande área, mas a zaga do Botafogo conseguiu afastar.
A partida seguiu com um clima mais morno, com bastante briga pela posse de bola entre as equipes. Aos 19 minutos, o Coringão voltou a chegar com perigo, dessa vez com Fausto. Após boa jogada de Gustavo Silva, o atacante tabelou com Róger Guedes e achou o argentino entrando na grande área, que finalizou cruzado, mas na rede pelo lado de fora.
Em seguida, aos 23 minutos, quem quase abriu o placar foi Róger Guedes. O camisa 9 recebeu um bom lançamento de Fábio Santos, mas deixou a bola escapar um pouco na hora da finalização e mandou por cima do travessão.
Aos 26 minutos, o Coringão conseguiu inaugurar o placar, e com direito a golaço de Gustavo Silva! O atacante carregou a bola, fez a primeira finta, invadiu a grande área, limpou outro defensor e finalizou de esquerda, no canto direito do goleiro, sem chances de defesa! 1 a 0 Corinthians em Itaquera!
O Alvinegro paulista continuou pressionando e quase fez mais um com Giuliano, aos 31 minutos. Fábio Santos cruzou com perigo e o meia subiu bem, mas mandou a bola para fora, próximo à trave direita do goleiro.
Antes do fim da primeira etapa, Giuliano ainda tentou ampliar a vantagem corinthiana. O camisa 11 arriscou um chute de primeira, de fora da área e a bola passou raspando a trave.
Segundo tempo
Nos primeiros minutos da etapa complementar, o Timão continuou em busca de mais um gol. A primeira chance clara veio aos oito minutos, quando mais uma vez Gustavo Silva fez boa jogada pela direita. O camisa 19 recebeu a bola de Rafael Ramos e finalizou firme, obrigando o goleiro do Botafogo a fazer a defesa.
Aos 13 minutos, quem chegou muito perto de ampliar foi Fausto. O argentino apareceu bem na grande área e aproveitou rebote de uma finalização de Róger Guedes. Após pegar de primeira, a bola passou muito perto da trave, mas ao lado da meta.
Dois minutos depois, Gustavo Silva quase marcou o segundo dele e o do Corinthians na partida. Rafael Ramos cruzou, Gustavo recebeu, dominou, bateu e a bola saiu à direita do gol.
Aos 17 minutos, Vítor Pereira realizou as três primeiras alterações na equipe. Saíram Giovane, Róger Guedes e Giuliano para as entradas de Willian, Yuri Alberto e Du Queiroz.
Aos 22 minutos, mais uma mudança na equipe. Quem deixou o gramado foi o autor do gol do Timão, Gustavo Silva, dando lugar a Adson.
A última alteração no Alvinegro paulista aconteceu aos 30 minutos, no meio-campo. Saiu Roni e entrou Maycon.
Aos 33 minutos, Fausto apareceu mais uma vez na grande área em busca do seu gol. Desta vez, o argentino recebeu um bom passe de Adson e finalizou forte, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa e mandar para o escanteio.
Até o fim do confronto, o Coringão conseguiu administrar a vantagem no placar com segurança defensiva e venceu mais um jogo com o apoio da Fiel nas arquibancadas. 1 a 0 Corinthians!
Próximo jogo
O Corinthians volta a entrar em campo na próxima terça-feira (2). O desafio será o primeiro jogo das quartas de final da CONMEBOL Libertadores, contra o Flamengo, na Neo Química Arena, às 21h30 (horário de Brasília).

fonte: https://www.corinthians.com.br/noticias/corinthians-vence-o-botafogo-e-se-mantem-na-vice-lideranca-do-brasileirao-2022

COMENTE ABAIXO:

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook

Esporte

Arrascaeta e Gabigol são absolvidos no STJD e podem jogar contra o Athletico-PR

Publicados

em

Gabigol e Arrascaeta estão liberados para atuar em Athletico-PR x Flamengo, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), em Curitiba. A dupla foi absolvida da denúncia no STJD, em julgamento nesta terça-feira, no Rio, por lances na partida de ida, que terminou empatada sem gols no Maracanã.

O relator do caso, Washington Rodrigues, votou pela absolvição da dupla, mesmo entendimento que teve o presidente da comissão, Carlos Eduardo Cardoso. Já os auditores Iuri Engel e Marcelo Vieira optaram por não reconhecer a denúncia.

O julgamento

Os flamenguistas foram denunciados pela procuradoria do órgão com base nos artigos 254-A e 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Gabigol foi enquadrado em prática de agressão, enquanto Arrascaeta foi acusado de jogada violenta.

Os lances aconteceram no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, no Maracanã, no último dia 27 de julho, no Maracanã, no 0 a 0 entre Flamengo e Athletico. Gabigol recebeu cartão amarelo pela pancada em Fernandinho, assim como Arrascaeta pelo carrinho em Erick.

Do lado da procuradoria, Marcos Souto Maior defendeu interferência do tribunal para corrigir os erros de arbitragem da partida. Já o advogado rubro-negro, Michel Assef Filho, lembrou que os casos foram flagrados e analisados tanto pelo árbitro da partida quanto pelo árbitro de vídeo.

O julgamento ganhou tom decisivo porque aconteceu na véspera do jogo de volta entre as equipes, que decidem na próxima quarta-feira uma das vagas nas semifinais da Copa do Brasil. Em caso de punição, a dupla ficaria fora da partida.

Os votos

O relator Washington Rodrigues votou pela absolvição da dupla:

– Já trouxe um voto pronto, porque para mim a discussão é maior. Nós éramos censores do árbitro de campo. Agora o VAR tem essa missão de analisar um lance que escapou. E nós viramos o quê? O VAR do VAR? Por essas razões, eu recebo a denúncia, mas no mérito julgo improcedente e absolvo os atletas.

O auditor Iuri Engel votou por não conhecer a denúncia:

– No próprio jogo em questão temos lances em que o Flamengo poderia ter reclamado das decisões do juiz. Acho um perigo abrir esse precedente. Por essas razões, meu voto é pelo não conhecimento da denúncia – declarou.

O auditor Marcelo Vieira votou por não conhecer a denúncia:

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana