conecte-se conosco

Cidades

Coronavírus: confira dicas para higienizar o celular corretamente

Publicado

O celular deve ser limpo com álcool 70%, de uma a duas vezes ao dia. Foto: Divulgação/PMCI

 

.

Um objeto muito utilizado por todos e que abriga muitos micro-organismos em sua superfície é o telefone celular. Em tempos de coronavírus, não se pode descuidar da higiene do aparelho, que pode acabar sendo um agente de transmissão.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro endossa a recomendação dos especialistas, para que a higienização seja feita, pelo menos, de uma a duas vezes ao dia.

O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam o álcool 70% para higienizar objetos e superfícies, inclusive, o celular. Antes da limpeza, o usuário deve fazer a higiene das mãos com o mesmo álcool ou lavá-las com água e sabão.

Outros utensílios do cotidiano, usados em casa e no trabalho, também merecem atenção e precisam ser limpos da mesma forma. Teclados e mouses de computador e controles remotos também acabam acumulando bactérias e vírus, que, chegando às mãos, aumentam, potencialmente, as chances de contaminação.

Confira dicas dos fabricantes para limpeza de celulares, sem danificá-los:

– Remover a capa, desconectar cabos e desligar o celular;

– Umedecer um pano macio, sem fiapos (como aqueles utilizados para limpar lentes), com um pouco de álcool 70% ou álcool isopropílico 70%;

– Passar o pano umedecido, suavemente, em toda a superfície do aparelho;

– Higienizar a capa do celular separadamente;

– Não deixe entrar umidade nas aberturas (conexão para carregamento, fones de ouvido, autofalantes, microfone);

– Jamais utilize soluções líquidas ou em gel diretamente no aparelho. A umidade e os resíduos do produto podem prejudicar os componentes eletrônicos;

– Não utilizar ar comprimido e produtos de limpeza.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Covid 19: Bom Jesus tem mortes ainda não confirmadas

Publicado

A Secretaria de Saúde de Bom Jesus do Itabapoana (RJ) informou neste domingo (26/07) que o número de casos confirmados subiu para 590. A quantidade de pessoas curadas da Covid-19 chegou a 317 e o de pacientes monitorados caiu para 258.

Oficialmente a cidade tem 15 mortes causadas pelo coronavírus, mas há informações, ainda não confirmadas, de que sete pessoas teriam morrido nas últimas 24 horas em Bom Jesus. Duas delas seriam moradoras da cidade e podem aparecer no próximo boletim.

A UTI do Hospital São Vicente de Paulo (única do município) tem hoje apenas dois leitos vagos para pacientes com coronavírus. Na enfermaria, para casos menos graves, existem 27 vagas entre as 40 totais.

O bairro Pimentel Marques segue com o maior número de infectados, com 119. Em seguida vêm o Centro da cidade ainda com 98 e o Lia Márcia, que agora tem 73 casos positivos. Nos distritos e comunidades, concentram o maior número de casos Usina Santa Isabel e Carabuçu, cada um com 23 confirmações.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana