conecte-se conosco


Nacional

Coronavírus no RJ: 19,2 mil mortes e 288 mil casos confirmados

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informa que registra, até este sábado (10/10), 282.080 casos confirmados e 19.284 mortes por coronavírus (Covid-19) no estado. Há ainda 370 óbitos em investigação e 2.135 foram descartados. Entre os casos confirmados, 258.928 pacientes se recuperaram da doença.

As 19.284 vítimas de Covid-19 no estado foram registradas nos seguintes municípios:

Rio de Janeiro – 11.401
Duque de Caxias – 756
São Gonçalo – 737
Nova Iguaçu – 628
São João de Meriti – 461
Niterói – 452
Campos dos Goytacazes – 400
Belford Roxo – 311
Magé – 231
Petrópolis – 227
Itaboraí – 226
Volta Redonda – 219
Nilópolis – 194
Angra dos Reis – 192
Mesquita – 183
Barra Mansa – 169
Macaé – 158
Teresópolis – 155
Cabo Frio – 154
Nova Friburgo – 139
Itaguaí – 129
Maricá – 126
Resende – 101
Rio das Ostras – 82
Itaperuna – 79
Queimados – 68
Araruama – 67
Guapimirim – 67
Saquarema – 67
Três Rios – 67
Rio Bonito – 60
Barra do Piraí – 59
Seropédica – 59
São Pedro da Aldeia – 55
Tanguá – 42
Mangaratiba – 40
Iguaba Grande – 36
Paracambi – 35
Paraty – 34
Japeri – 32
Cachoeiras de Macacu – 31
São Fidélis – 28
Sapucaia – 28
Casimiro de Abreu – 26
Vassouras – 26
Itaocara – 25
Paraíba do Sul – 24
Bom Jesus do Itabapoana – 23
São Francisco de Itabapoana – 23
Santo Antônio de Pádua – 21
Porciúncula – 20
São José do Vale do Rio Preto – 19
Valença – 19
Pinheiral – 17
Porto Real – 17
Quissamã – 17
Armação dos Búzios – 15
Conceição de Macabu – 15
Rio Claro – 15
Miguel Pereira – 14
Piraí – 13
Sumidouro – 13
Italva – 12
Itatiaia – 12
São João da Barra – 12
Silva Jardim – 9
Areal – 8
Aperibé – 7
Arraial do Cabo – 6
Paty do Alferes – 6
Cambuci – 5
Miracema – 5
Natividade – 5
Santa Maria Madalena – 5
Bom Jardim – 4
Carapebus – 4
Carmo – 4
Rio das Flores – 4
Comendador Levy Gasparian – 3
Duas Barras – 3
Engenheiro Paulo de Frontin – 3
Macuco – 3
Mendes – 3
São José de Ubá – 3
Cantagalo – 2
Cardoso Moreira – 2
Quatis – 2
Varre-Sai – 2
Cordeiro – 1
Laje do Muriaé – 1
São Sebastião do Alto – 1

Os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira:

Rio de Janeiro – 111.218
Niterói – 14.050
São Gonçalo – 12.962
Belford Roxo – 10.279
Duque de Caxias – 10.240
Macaé – 8.637
Nova Iguaçu – 6.984
Volta Redonda – 6.860
Campos dos Goytacazes – 6.567
Teresópolis – 6.455
Angra dos Reis – 5.832
Itaboraí – 4.739
Magé – 4.107
Maricá – 3.799
São João de Meriti – 3.622
Nova Friburgo – 3.381
Barra Mansa – 3.298
Três Rios – 2.972
Itaperuna – 2.939
Cabo Frio – 2.719
Resende – 2.659
Petrópolis – 2.582
Queimados – 2.567
Itaguaí – 2.522
Rio das Ostras – 2.096
Guapimirim – 1.985
Rio Bonito – 1.946
Mesquita – 1.602
Araruama – 1.589
Nilópolis – 1.444
São Pedro da Aldeia – 1.331
Santo Antônio de Pádua – 1.191
Barra do Piraí – 1.172
Saquarema – 1.163
São João da Barra – 1.127
Casimiro de Abreu – 1.009
Paraíba do Sul – 1.008
Mangaratiba – 935
Paraty – 923
Tanguá – 885
Bom Jesus do Itabapoana – 819
Seropédica – 803
Vassouras – 784
Paracambi – 777
Iguaba Grande – 745
Piraí – 742
Conceição de Macabu – 716
Valença – 690
Varre-Sai – 656
Porciúncula – 643
Cachoeiras de Macacu – 631
São Francisco de Itabapoana – 611
Natividade – 597
Sapucaia – 567
Japeri – 535
Pinheiral – 517
Armação dos Búzios – 511
Quissamã – 497
Miracema – 479
São José do Vale do Rio Preto – 475
Porto Real – 442
Itatiaia – 396
Itaocara – 375
Cardoso Moreira – 366
Cordeiro – 361
Italva – 359
Cantagalo – 325
Carapebus – 314
Rio Claro – 305
Laje do Muriaé – 302
Miguel Pereira – 281
São Fidélis – 271
Mendes – 236
Areal – 231
Carmo – 225
Arraial do Cabo – 211
Cambuci – 203
Aperibé – 195
Bom Jardim – 193
Engenheiro Paulo de Frontin – 192
Paty do Alferes – 183
Sumidouro – 183
Silva Jardim – 165
Comendador Levy Gasparian – 164
Quatis – 162
São José de Ubá – 142
Macuco – 110
Santa Maria Madalena – 108
Duas Barras – 74
Trajano de Moraes – 62
São Sebastião do Alto – 55
Rio das Flores – 25

Para mais informações, acesse o painel de monitoramento de casos no Estado do Rio de Janeiro em painel.saude.rj.gov.br.

Fonte: Núcleo de Imprensa Governo do Rio de Janeiro

Comentários Facebook
Propaganda

Nacional

CPI da Covid: Osmar Terra volta a citar dados falsos sobre pandemia

Publicados

em

 

 

source

BBC News Brasil

Osmar Terra (MDB-RS) na CPI da Covid

Osmar Terra (MDB-RS) na CPI da Covid – Divulgação/Agência Senado/Edilson Rodrigues

Em depoimento à CPI da Covid nesta terça (22/06), o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) citou dados falsos sobre a pandemia, como vinha fazendo ao longo de 2020.

Médico e ex-ministro da Cidadania, Terra foi chamado a depor por fazer parte do suposto “gabinete paralelo” que assessorava o presidente sobre a pandemia. Documentos entregues à CPI pelo governo mostram que o deputado esteve em diversas reuniões no Planalto para tratar de assuntos relacionados à covid-19.

Em seu depoimento, o  deputado afirmou que a estratégia da Suécia de não fazer lockdown foi um sucesso e que o país foi um dos que menos tiveram mortes no mundo.

A informação não é verdadeira. Sem isolamento, Suécia sofria já no final de 2020 com covid-19 fora de controle, UTIs lotadas e debandada de profissionais de saúde, como mostrou a BBC.

O deputado foi rapidamente corrigido pelos senadores, que lembraram que o país teve mais mortes por milhão de habitantes que os outros países escandinavos – Noruega, Finlândia e Dinamarca.

Lembraram também que, após a estratégia fracassada de combate à covid-19, o primeiro-ministro do país, Stefan Löfven, sofreu uma moção de desconfiança na segunda (21) e tem uma semana para apresentar sua renúncia.

Previsões erradas e a China

Para justificar as as previsões erradas que fez sobre a pandemia , o deputado citou as curvas de contaminação da China e da Coreia do Sul.

“Eram os dados que a gente tinha na época”, afirmou à CPI. O deputado também afirmou que a diferença entre os dois países asiáticos e o Brasil foi o “surgimento de novas cepas”.

Mais uma vez, a informação não é correta. Embora o surgimento de novas cepas tenha de fato agravado a pandemia no Brasil no fim de 2020, a China e a Coreia do Sul conseguiram conter a pandemia no início do ano porque adotaram estratégias diferentes do Brasil, baseadas em evidências científicas.

A China – que tem dimensões continentais e a maior população do mundo – adotou um lockdown nacional, com cidades maiores do que São Paulo totalmente fechadas, circulação interrompida em rodovias e outras medidas de restrição de circulação.

A Coreia do Sul – que é um país menor – implementou um sistema de testagem em massa e rastreamento de contatos, com quarentena de todas as pessoas que tiveram contato com infectados e o incentivo ao distanciamento social voluntário e generalizado da população.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana