conecte-se conosco


Nacional

Coronavírus no RJ: 23.887 mortes e 391.350 casos confirmados

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informa que registra, até esta terça-feira (15/12), 391.350 casos confirmados e 23.887 óbitos por coronavírus (Covid-19) no estado. Há ainda 446 óbitos em investigação e 2.415 foram descartados. Entre os casos confirmados, 361.293 pacientes se recuperaram da doença.

A SES esclarece que os 147 óbitos divulgados nesta terça-feira não aconteceram todos hoje; ocorreram entre as semanas epidemiológicas 45 a 50.

Os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira:
Rio de Janeiro – 151.893
Niterói – 21.117
São Gonçalo – 17.337
Duque de Caxias – 12.499
Macaé – 11.822
Belford Roxo – 11.695
Campos dos Goytacazes – 10.879
Teresópolis – 10.738
Volta Redonda – 10.442
Nova Iguaçu – 9.119
Angra dos Reis – 7.303
Nova Friburgo – 5.503
Itaboraí – 5.325
Magé – 5.206
Barra Mansa – 4.944
Maricá – 4.833
São João de Meriti – 4.661
Três Rios – 4.163
Cabo Frio – 4.003
Itaperuna – 3.990
Resende – 3.847
Petrópolis – 3.588
Rio das Ostras – 3.174
Itaguaí – 3.088
Queimados – 2.934
Guapimirim – 2.667
Rio Bonito – 2.573
Araruama – 2.091
Mesquita – 2.030
Nilópolis – 1.963
São João da Barra – 1.774
São Pedro da Aldeia – 1.601
Barra do Piraí – 1.575
Santo Antônio de Pádua – 1.483
Paraíba do Sul – 1.472
Mangaratiba – 1.451
Saquarema – 1.450
Casimiro de Abreu – 1.447
Piraí – 1.307
Tanguá – 1.270
Iguaba Grande – 1.218
Varre-Sai – 1.151
Vassouras – 1.101
Paraty – 1.100
Paracambi – 1.098
Seropédica – 1.091
Conceição de Macabu – 1.083
Porciúncula – 1.078
Valença – 1.018
Bom Jesus do Itabapoana – 1.008
São José do Vale do Rio Preto – 935
Armação dos Búzios – 916
Cachoeiras de Macacu – 894
Sapucaia – 871
Pinheiral – 834
Quissamã – 811
Miracema – 773
São Francisco de Itabapoana – 771
Natividade – 769
Carapebus – 737
Cantagalo – 731
Itaocara – 678
Japeri – 664
Cordeiro – 633
Porto Real – 604
Carmo – 553
Cardoso Moreira – 543
Mendes – 540
Miguel Pereira – 528
Itatiaia – 497
Silva Jardim – 474
Rio Claro – 456
Engenheiro Paulo de Frontin – 404
Laje do Muriaé – 390
Italva – 371
Paty do Alferes – 325
São Fidélis – 324
Areal – 304
Sumidouro – 302
Arraial do Cabo – 301
Cambuci – 301
Bom Jardim – 299
Aperibé – 236
Quatis – 219
São José de Ubá – 204
Macuco – 203
Comendador Levy Gasparian – 177
Santa Maria Madalena – 167
Trajano de Moraes – 145
São Sebastião do Alto – 140
Duas Barras – 90
Rio das Flores – 33

As 23.887 vítimas de Covid-19 no estado foram registradas nos seguintes municípios:

Rio de Janeiro – 14015
São Gonçalo – 911
Duque de Caxias – 877
Nova Iguaçu – 805
Niterói – 634
São João de Meriti – 560
Campos dos Goytacazes – 507
Belford Roxo – 362
Petrópolis – 306
Magé – 283
Itaboraí – 271
Volta Redonda – 259
Nilópolis – 246
Angra dos Reis – 231
Teresópolis – 229
Mesquita – 212
Macaé – 208
Cabo Frio – 196
Barra Mansa – 193
Nova Friburgo – 189
Maricá – 167
Itaguaí – 154
Resende – 150
Rio das Ostras – 105
Saquarema – 98
Itaperuna – 89
Araruama – 88
Queimados – 87
Seropédica – 84
Três Rios – 84
Guapimirim – 83
Rio Bonito – 76
São Pedro da Aldeia – 71
Barra do Piraí – 70
Tanguá – 50
Japeri – 46
Mangaratiba – 46
Iguaba Grande – 43
Paracambi – 43
Cachoeiras de Macacu – 40
Casimiro de Abreu – 37
Paraty – 37
Porciúncula – 34
São Fidélis – 34
Itaocara – 33
Sapucaia – 33
Valença – 28
Vassouras – 28
Paraíba do Sul – 25
Quissamã – 25
Santo Antônio de Pádua – 24
Bom Jesus do Itabapoana – 23
Porto Real – 23
São Francisco de Itabapoana – 23
Armação dos Búzios – 21
Pinheiral – 21
São José do Vale do Rio Preto – 20
Miguel Pereira – 18
Rio Claro – 18
Piraí – 16
Conceição de Macabu – 15
Sumidouro – 14
Itatiaia – 13
Italva – 12
São João da Barra – 12
Areal – 10
Silva Jardim – 9
Arraial do Cabo – 8
Aperibé – 7
Cambuci – 7
Engenheiro Paulo de Frontin – 7
Natividade – 6
Paty do Alferes – 6
São Sebastião do Alto – 6
Bom Jardim – 5
Carapebus – 5
Carmo – 5
Comendador Levy Gasparian – 5
Miracema – 5
Santa Maria Madalena – 5
Cantagalo – 4
Cardoso Moreira – 4
Duas Barras – 4
Rio das Flores – 4
São José de Ubá – 4
Macuco – 3
Mendes – 3
Quatis – 3
Cordeiro – 2
Laje do Muriaé – 2
Varre-Sai – 2
Trajano de Moraes – 1

Para mais informações, acesse o painel de monitoramento de casos no estado do Rio de Janeiro em painel.saude.rj.gov.br.

Comentários Facebook
Propaganda

Nacional

MP denuncia pintores que mataram idosa e diarista no RJ

Publicados

em

source
Prisão do pintor William Oliveira Fonseca
Divulgação – 12.06.2022

Prisão do pintor William Oliveira Fonseca

O Ministério Público do Rio denunciou os pintores Willian Oliveira Fonseca e Jhonatan Correia Damasceno pelos crimes de latrocínio (roubo seguido de morte), extorsão qualificada e incêndio contra a aposentada Martha Maria Lopes Pontes, de 77 anos, e sua diarista, Alice Fernandes da Silva, de 51. De acordo com as investigações da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), a dupla havia realizado um serviço recentemente no apartamento de luxo, no Flamengo, na Zona Sul do Rio, e retornou ao imóvel no último dia 9, quando cortou o pescoço das vítimas e ainda queimou o corpo da patroa. Ambos estão presos temporariamente.

De acordo com a denúncia, ao qual O GLOBO teve acesso, o promotor Silvio de Carvalho Neto, da Promotoria de Justiça junto a 27ª Vara Criminal, na tarde daquele dia, Willian e Jhonatan saíram de suas casas, em Acari, na Zona Norte da cidade, e deslocaram-se até o Flamengo, com bonés e máscaras, “a fim de dificultarem suas respectivas identificações junto às câmeras que guarneciam o condomínio”.

Ao chegarem no prédio na Avenida Rui Barbosa, foram autorizados a subir no apartamento de Martha e recebidos na porta dos fundos pela diarista. Nesse momento, Willian partiu para cima da funcionária, a amordaçando e amarrando suas mãos com uma fita durex que estava na cozinha da residência. Jhonatan então direcionou-se a idosa, que estava sentada em seu escritório, aproximando-se por trás e dizendo: “Fica calma, só quero seu dinheiro”.

Willian amarrou as mãos de Martha com um lacre e as pernas com um lençol e também a amordaçou. Com as duas vítimas imobilizadas e com suas liberdades restritas, Jhonatan pegou um talão de cheques no quarto da idosa e a obrigou a preenchê-los e assiná-los. Na posse das folhas, ele se dirigiu a uma agência bancária, na Rua Marquês de Abrantes, e efetuou três saques de R$ 5 mil. Os dois fugiram após o crime.

Segundo o laudo de exame de necropsia, a causa da morte de Martha e Alice foi esgorjamento — lesão profunda que atingiu a garganta das vítimas e que foi provocada por ação corto-contundente, possivelmente uma faca. Em depoimento prestado na DHC, Jhonatan confessou participação no caso, mas responsabilizou o comparsa pela morte das vítimas.

Na denúncia, Silvio de Carvalho Neto também requereu a prisão preventiva dos pintores, já que, segundo ele, a liberdade de Willian e Jhonatan “representará fonte inesgotável de intranquilidade e insegurança para a sociedade e familiares das vítimas fatais”: “A liberdade deste indivíduo contribuirá para a descrença da comunidade local na Justiça e estimulará a reiteração de tais inadmissíveis condutas criminosas nesta comarca. Enfim, imperioso se faz garantir a conveniência da instrução criminal, de modo que os parentes das vítimas e demais testemunhas possam depor em juízo sem sofrer perturbações. Isso porque, ainda que o denunciado não a ameacem diretamente, a simples presença ao seu lado, no dia da audiência, já é suficiente para lhe causar insegurança capaz de macular o testemunho”, escreveu o promotor.

Os cadáveres das duas mulheres foram localizados, por volta de 17h, por homens dos quartéis do Catete e do Humaitá do Corpo de Bombeiros. Eles foram acionados devido a um incêndio no apartamento onde estavam as vítimas. Pouco depois, uma faixa da Avenida Rui Barbosa chegou a ser interditada pela Polícia Militar, segundo o Centro de Operações (COR) da Prefeitura do Rio.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana