conecte-se conosco


Estado

Coronel Ramalho desiste do Senado e Podemos vai apoiar Rose de Freitas

Publicados

em

Montagem: Coronel Alexandre Ramalho e senadora Rose de Freitas

O pré-candidato, Coronel Alexandre Ramalho (Podemos), após deixar a Secretaria de Segurança Pública do Estado e se lançar na disputa ao Senado, comunicou oficialmente que deixou a disputa.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (3), por meio de uma nota oficial divulgada pela assessoria de Ramalho.  Com a decisão, o Podemos vai apoiar a chapa do governador Renato Casagrande (PSB), que tem Rose de Freitas (MDB) como candidata à reeleição no Senado.

De acordo com o comunicado, Ramalho saiu da disputa por decisão do presidente do partido, Gilson Daniel, que também concorre a uma das 10 cadeiras na Câmara Federal.

“Gilson Daniel informou que por diversos motivos o Partido não terá candidatura na disputa ao Senado Federal”, afirmou a nota.

Quando deixou o Governo Casagrande, o meio político chegou a cogitar a possibilidade de Ramalho ser candidato a deputado federal, mas não foi informado se ele ainda trabalha com essa possibilidade.

Em carta aberta, o Podemos diz que optou por apoiar a candidatura da senadora Rose de Freitas e que sua prioridade é formação de chapa para a disputa na Câmara Federal.

“Diante desse quadro, e após uma conversa franca com o Coronel, o partido decidiu pela coligação com a chapa majoritária PSB e PSDB. Desta forma, o Podemos segue coerente com todo seu histórico de trabalho e construção política junto ao governador”, diz um trecho da carta.

 

Comentários Facebook

Estado

Recursos da Lei Paulo Gustavo para setor cultural capixaba serão discutidos em Vitória nesta terça (16)

Publicados

em

Por

Evento acontece nesta terça-feira (16), na Casa da Música Sônia Cabral, no Centro de Vitória, a partir das 18h30. Estão previstos cerca de R$ 40 milhões de repasse ao Estado e R$ 35 milhões para os 78 municípios.

A Lei Paulo Gustavo vai destinar R$ 75 milhões ao fomento do setor cultural capixaba. Para apresentar e debater os impactos, benefícios e oportunidades dos recursos no Estado, a equipe da Secretaria da Cultura (Secult) realiza um encontro aberto ao público, que acontece nesta terça-feira (16), às 18h30, na Casa da Música Sônia Cabral, localizada no Centro de Vitória.

Estão previstos cerca de R$ 40 milhões de repasse ao Estado e R$ 35 milhões para os 78 municípios. Esta divisão decorre de um mecanismo que calcula a população de cada local perante ao fundo de participação dos estados e municípios. Deste valor, aproximadamente 75% serão direcionados ao setor audiovisual e 25% para os demais segmentos da arte e cultura.

“Além da  presença dos empreendedores e fazedores de cultura em geral,  será importante que entidades de todo o Estado conheçam sobre a mobilização em torno da Lei”, afirmou o secretário de Estado da Cultura e presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura, Fabrício Noronha.

Lei Paulo Gustavo

Com o objetivo de auxiliar o setor cultural prejudicado pela pandemia da Covid-19, o  Projeto de Lei Paulo Gustavo (PLP 73/21) foi apresentado como recurso de ação emergencial no mês de novembro de 2021 no Senado e em julho deste ano foi promulgada como Lei Complementar 195/22. O nome da Lei homenageia o ator Paulo Gustavo, que faleceu em maio de 2021, devido à Covid-19.

O recurso total de R$ 3,86 bilhões é proveniente do superávit financeiro do FNC (Fundo Nacional de Cultura), e do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), recursos financeiros estes que não seriam utilizados no cronograma de pagamento dentro do exercício fiscal e que poderiam ser empregados como fonte de recurso adicional a ser operado diretamente pelos estados e municípios.

Serviço:

Encontrão Capixaba – Lei Paulo Gustavo e seu impacto no ES

Data: 16/08 (terça-feira)

Horário: 18h30

Local: Casa da Música Sônia Cabral, Centro de Vitória.

Aberto ao público.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana