conecte-se conosco


Estado

Covid-19: ES registra 1.414 curados em 24h; veja situação nesta quarta (12)

Publicados

em

O Espírito Santo registrou, até as 16h40 desta quarta-feira (12), 2.804 mortes por Covid-19. O número total de casos confirmados chegou a 95.753, sendo que destes, 81.923 pacientes já estão curados. Os dados são divulgados na plataforma Painel Covid-19, do Governo do Estado.

Em relação aos números divulgados na segunda (11), o aumento é de 1.275 novos casos, 21 mortes a mais e 1.414 curados.

Municípios com mais casos

Os 15 municípios com mais casos confirmados são: Vila Velha (13.867), Vitória (12.474), Serra (12.337), Cariacica (9.662), Linhares (5.119), Colatina (4.631), Cachoeiro de Itapemirim (4.084), Aracruz (2.773), Guarapari (2.328), São Mateus (1.822), Viana (1.509), São Gabriel da Palha (1.185), Marataízes (1.125), Castelo (961) e Itapemirim (824).  (Clique aqui e veja lista completa)

Leia também:

Médicos da linha de frente, pai e filho morrem vítimas da Covid-19

DataSenado: quase 20 milhões de alunos deixaram de ter aulas durante pandemia

Especialistas alertam sobre Rússia aprovar vacina antes de completar testes

4 dúvidas sobre a vacina russa contra Covid-19

Mortes nos municípios

Dos óbitos, 1.582 são homens e 1.222 mulheres. Eles estão distribuídos da seguinte maneira nos municípios capixabas: Serra (452), Vila Velha (433), Vitória (383), Cariacica (357), Cachoeiro de Itapemirim (119), Colatina (94), Guarapari (88), Linhares (82), Aracruz (61), Viana (57), São Mateus (47), Marataízes (44), Itapemirim (40), Castelo (25), Nova Venécia (24), Iúna (20), Anchieta (18), Barra de São Francisco (17), Marechal Floriano (17), Presidente Kennedy (17), Fundão (16), São Gabriel da Palha (16), Alegre (15), Baixo Guandu (15), Pinheiros (15), Afonso Cláudio (14), Guaçuí (13), Piúma (13), Boa Esperança (12), Rio Novo do Sul (11), Conceição da Barra (10), Ibatiba (10), Pedro Canário (10), Sooretama (10), Vargem Alta (10), Vila Valério (10), Domingos Martins (9), Ibiraçu (9), Muqui (9), Santa Maria de Jetibá (9), Venda Nova do Imigrante (9), Alto Rio Novo (8), Ecoporanga (8), Santa Leopoldina (8), Santa Teresa (8), São Domingos do Norte (8), Jerônimo Monteiro (7), Rio Bananal (7), São Roque do Canaã (7), Água Doce do Norte (6), Jaguaré (6), João Neiva (6), Montanha (6), Pancas (6), Alfredo Chaves (5), Bom Jesus do Norte (5), Mantenópolis (5), Atílio Vivácqua (4), Conceição do Castelo (4), Ibitirama (4), Irupi (4), Mimoso do Sul (4), Muniz Freire (4), Águia Branca (3), Marilândia (3), São José do Calçado (3), Apiacá (2), Laranja da Terra (2), Dores do Rio Preto (1), Itaguaçu (1), Itarana (1), Mucurici (1), Ponto Belo (1), Vila Pavão (1), Mantena (2)*, Mucuri (2)*, Nanuque (2)*, Eunápolis (1)*, Governador Valadares (1)*, Itamaraju (1)*, Marechal Cândido Rondon (1)*, Matipó (1)*, Nova Viçosa (1)*, Pompeia (1)*, Resplendor (1)*, São Miguel dos Campos (1)*

* Nanuque, Resplendor, Matipó e Governador Valadares ficam no estado de Minas Gerais, Pompeia no estado de São Paulo, São Miguel dos Campos no estado de Alagoas, Itamaraju, Mucuri, Eunápolis e Nova Viçosa no estado da Bahia e Marechal Cândido Rondon no estado do Paraná. Isso acontece, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), porque os casos foram notificados no Espírito Santo.

Leia também:

Deputada defensora de ozônio contra Covid-19 testa positivo para a doença

Síndrome da cabana: o medo de sair de casa ganha nova cara durante pandemia

Plano para prevenir novas pandemias custaria 2% do gasto global com a Covid-19

Por que desenvolver uma vacina é tão complexo — e nem sempre factível

Face shield protege mais do que máscaras de pano? Infectologista responde

Laboratório russo não procurou Anvisa para realização de testes de vacina

O que se sabe sobre a vacina que a Rússia registrou e por que desperta dúvidas

Sem verba, OMS vê ameaçado projeto para garantir distribuição de vacina

Clique aqui e acompanhe em tempo real os números do Coronavírus no Brasil com mapa interativo atualizado pelo Ministério da Saúde.

Clique aqui e acompanhe os números da doença no Espírito Santo com dados atualizados pela Secretaria de Saúde (Sesa) no Painel Covid-19.

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Estado suspende classificação de risco muito baixo

Publicados

em

 

Em virtude do aumento de casos pela Covid-19 no Espírito Santo, nas primeiras semanas de janeiro de 2022, o Governo do Estado, por meio da Portaria Nº 008-R, publicada no último sábado (15), no Diário Oficial do Estado, suspende o enquadramento dos municípios na classificação de risco muito baixo, na Gestão do Mapa de Risco.

A informação foi divulgada na última sexta-feira (14), pelo governador do Estado, Renato Casagrande, em pronunciamento ao vivo. A suspensão acontece enquanto não ocorrer a redução do número de casos ativos no Estado, conforme critérios epidemiológicos, considerando dados do portal https://coronavírus.es.gov.br.

“Como estamos num processo de ascendência no contágio, estamos suspendendo a classificação do risco muito baixo. Mas isso não é para desincentivar a vacinação, até porque quando a doença voltar a ter queda, voltaremos com a classificação. É bom que os municípios possam vacinar, chegar a esses percentuais, pois isso permitirá, quando estivermos em queda, que tenhamos total liberdade das atividades econômicas e sociais”, destacou o governador, durante a live.

A Portaria ressalta ainda que as medidas qualificadas específicas, correspondentes à classificação de risco muito baixo, continuam a ser aplicadas aos municípios, independentemente dos níveis de risco, como a apresentação do comprovante de esquema vacinal completo contra a Covid-19, para acessar determinados estabelecimentos e atividades e demais medidas disponibilizadas no Anexo I da Portaria N°013-R, de 23 de janeiro.

Mais de 25 mil casos confirmados nos primeiros 14 dias de janeiro

De acordo com os dados do Painel Covid-19, nos primeiros 14 dias de 2022, o Espírito Santo já soma 28.415 casos confirmados da doença em todo o território. Entre a primeira e a segunda semana epidemiológica de 2022, o aumento representa cerca de 85,3% no número de casos.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana