conecte-se conosco


Estado

Covid-19: ES registrou 642 novos casos e 34 mortes nas últimas 24h; veja situação nesta sexta (22)

Publicados

em

O Espírito Santo registrou, até as 16h30 desta sexta-feira (22), 397 mortes por Covid-19. O número total de casos confirmados chegou a 9.520, sendo que destes, 4.430 pacientes já estão curados. Os dados são divulgados na plataforma Painel Covid-19, do Governo do Estado.

Em relação aos números divulgados na quinta (21), o aumento é de 642 novos casos e 34 mortes a mais. O maior número de casos e mortes em um único dia desde que os dados passaram a ser disponibilizados diariamente na plataforma Painel Covid-19.

Bairros e municípios com mais casos

Os municípios com mais casos confirmados são: Vila Velha (1.810), Serra (1.777), Vitória (1.748),  Cariacica (1.322), Viana (218), Colatina (170), São Mateus (163), Cachoeiro de Itapemirim (157), Marataízes (152), Guarapari (146), Presidente Kennedy (101) e Linhares (95).

No ranking dos bairros, na Grande Vitória, Jardim Camburi lidera com 239 casos confirmados, seguido por Praia da Costa (232), Itapoã (162), Praia de Itaparica (126), Jardim da Penha (123), Praia do Canto (116), Colina de Laranjeiras (106), Morada de Laranjeiras (104) e Campo Grande (97).

Mortes nos municípios

Os óbitos estão distribuídos nos municípios de Serra (107), Vitória (72), Vila Velha (63), Cariacica (59), Viana (9), Aracruz (8), Marataízes (8), Fundão (7), Afonso Cláudio (6), Guarapari (5), Cachoeiro de Itapemirim (4), Boa Esperança (3), Colatina (3), Ecoporanga (3), Linhares (3), Santa Maria de Jetibá (3), São Mateus (3), Águia Branca (2), Alfredo Chaves (2), Guaçuí (2), Pinheiros (2), Presidente Kennedy (2), Santa Tereza (2),Água Doce do Norte (1), Baixo Guandu (1), Barra de São Francisco (1), Castelo (1), Conceição de Castelo (1), Ibiraçu (1), Itapemirim (1), Iúna (1), Marechal Floriano (1), Muniz Freire (1), Nova Venécia (1), Piúma (1), São Roque do Canaã (1), Sooretama (1), Vargem Alta (1), Nanuque (1)*, Pompeia (1)* e Itamaraju (1)*.

* Nanuque fica no estado de Minas Gerais, Pompeia no estado de São Paulo e Itamaraju no estado da Bahia. Isso acontece, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), porque os casos foram notificados no Espírito Santo.

Leia também:

Secretário de Saúde do ES diz que governo pode decretar ‘lockdown’ por até 21 dias

Braga Netto alerta para risco de ‘desabastecimento e caos social’

Covid-19: Guaçuí registra seus dois primeiros mortos no mesmo dia

América do Sul se tornou o novo epicentro da Covid-19, diz OMS

Cura pela fé! Governo da Tanzânia diz que venceu a Covid-19 apenas com orações

“Lockdown” só será adotado no ES se a ocupação de leitos chegar a 91%; atualmente é de 69,72%

Clique aqui e acompanhe em tempo real os números do Coronavírus no Brasil com mapa interativo atualizado pelo Ministério da Saúde.

Clique aqui e acompanhe os números da doença no Espírito Santo com dados atualizados pela Secretaria de Saúde (Sesa) no Painel Covid-19.

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Arboviroses apresentam sintomas semelhantes aos da Covid-19

Publicados

em


A Covid-19 apresenta alguns sintomas semelhantes a outras doenças que afetam a população do Espírito Santo. Manifestações como febre, dor de cabeça, dores no corpo e diarreia podem indicar infecção por dengue, zika ou chikungunya, dificultando, em alguns casos, o diagnóstico do novo Coronavírus.

O vetor responsável pela transmissão dessas doenças, o Aedes aegypti, circula durante todo o ano, mas é no Verão que sua proliferação tende a aumentar. Isso ocorre devido às chuvas constantes e temperaturas elevadas, um ambiente perfeito para a reprodução do mosquito.

Para evitar os surtos de arboviroses, é importante que toda a população esteja empenhada em eliminar os focos do inseto, com as seguintes ações: manter as garrafas de cabeça para baixo, escovar bem as bordas dos recipientes, colocar areia nos pratinhos de plantas, manter caixas d’água bem vedadas, entre outras medidas de prevenção. Além disso, todos devem estar atentos aos indícios de contaminações por qualquer vírus, buscando ajuda médica para receber o diagnóstico e auxílio correto.

Veja aqui o 1º boletim da dengue.

Veja aqui o 1º boletim de zika.

Veja aqui o 1º boletim chikungunya.

Anticorpos IgG em amostras de dengue e chikungunya 

A Secretaria da Saúde, por meio do Laboratório Central de Saúde Pública do Espírito Santo (Lacen/ES), realizou um estudo que detectou a presença de anticorpos IgG, específicos para SARS-CoV-2, em amostras de infecções por arboviroses (dengue e chikungunya), referentes ao mês de dezembro de 2019.

Foram analisadas 7.370 amostras de soro de pacientes suspeitos de infeção pelas arboviroses. Dessas, 210 amostras foram positivas para a presença de anticorpos da Covid-19. 

Durante a apresentação dos resultados da pesquisa, o coordenador-geral do Lacen/ES, Rodrigo Ribeiro Rodrigues, levantou a questão de o aumento de casos das arboviroses poderem dificultar o diagnóstico para a Covid-19.  “Isso traz uma contribuição importante ao Sistema Único de Saúde, uma vez que independentemente da existência do diagnóstico positivo para a arboviroses, deve-se sempre ser considerada, em especial no ano que se passou e neste que se inicia, a infecção pelo SARS-CoV-2, uma vez que ambas as doenças apresentam sinais e sintomas semelhantes”, destacou Rodrigues. 

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sesa

Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes / Danielly Schulthais

[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana