conecte-se conosco


Polícia

Crianças desaparecidas são encontradas em situação análoga à escravidão no Sul do ES

Publicados

em

Duas mulheres que estavam com as crianças foram presas.

Quatro crianças que estavam desaparecidas no Espírito Santo foram encontradas sendo obrigadas a trabalhar.

As crianças estavam em situação análoga à escravidão, de acordo com o secretário de Segurança do município, Anderson Gouveia.

A primeira criança foi encontrada na última sexta-feira (20), dentro de um bar de Marataízes, no Sul do estado, na companhia de uma mulher. No sábado (21), as outras três crianças foram resgatadas de uma casa onde eram mantidas em cárcere privado, em Piúma, ainda de acordo com Anderson Gouveia, por uma outra mulher.

Os nomes e as idades dos envolvidos no caso não foram divulgados.

A abordagem à primeira mulher, em Marataízes, foi realizada por agentes da Guarda Civil Municipal após receberem denúncia do pai de duas das crianças desaparecidas.

O pai, em 2021, registou boletim de ocorrência em Cachoeiro de Itapemirim sobre o sumiço e foi aberto um inquérito de investigação de cárcere privado e sequestro.

De acordo com ele, uma mulher foi vista em Marataízes na companhia de crianças com as mesmas características dos filhos sumidos. A mulher foi encontrada por meio de câmeras de videomonitoramento da cidade.

Questionada pelos agentes da Guarda, a mulher deu um nome falso e afirmou que não tinha documentos de identificação, mas na bolsa dela foi encontrada uma carteira de habilitação.

Coagida pela mulher, a criança, que estava com uma caixa de cocadas para venda, também deu um nome falso para os agentes, de acordo com Anderson.

Secretário fala em organização criminosa

Ambos foram levados para a Delegacia Regional de Itapemirim. No local, o pai reconheceu a criança como sendo um de seus filhos sequestrados.

Durante depoimento, a mulher informou que o outro filho do homem e duas crianças estavam em uma casa em Piúma.

Policiais foram até o endereço no sábado (21) e encontraram as três crianças sendo mantidas no local por uma outra mulher.

Para o secretário Anderson Gouveia, trata-se de uma organização criminosa com foco em sequestrar crianças e obrigá-las a trabalhar com venda de produtos em bares e semáforos em municípios do Sul do estado.

“Lá [na casa em Piúma] descobriram que tinha e outra parte da quadrilha, uma mulher com mais três crianças, fazendo o mesmo trabalho, em situação análoga à escravidão. A criança encontrada em Marataízes não estava machucada, mas suja, e todas não estavam sendo muito bem alimentadas”, disse o secretário.

O Conselho Tutelar de Marataízes foi acionado e as quatro crianças resgatadas foram encaminhadas para as famílias.

A Polícia Civil foi procurada pela reportagem, mas não forneceu informações sobre a linha de investigação do caso e nem sobre a autuação das mulheres presas até a última atualização deste texto.

Fonte: G1

Comentários Facebook
Propaganda

Polícia

Força Tática do 4º BPM apreende drogas e detém suspeitos em Vila Velha

Publicados

em

Na noite de ontem (23), durante patrulhamento das equipes de Força Tática do 4º batalhão foram apreendidas drogas, no bairro Glória em Vila Velha. Os militares foram acionados pela Seção de Inteligência para averiguar uma situação de tráfico de entorpecente.

No local informado, um homem foi abordado e com ele localizadas 31 buchas de maconha. O homem assumiu que pegou as drogas com outra pessoa pra comercializar, o que gerou diligências complementares por parte da equipe para tentar achar mais drogas na região.

Posteriormente, um suspeito foi abordado na rua Agenor Barbato, também na Glória, onde foi localizada outra quantidade de drogas. Após consultar seu nome no sistema, foi constatado que havia dois mandados de prisão em aberto contra ele, sendo um pelo crime de homicídio e outro por tráfico de drogas.

No mesmo local, outra pessoa foi abordada com um pedaço de maconha, que relatou ter comprado do homem que havia sido abordado anteriormente.

Os três abordados e o material, sendo R$ 1.226,00 em espécie, duas balanças de precisão, quatro aparelhos celulares, 32 tabletes de maconha, 31 buchas de maconha, foram encaminhados ao DPJ de Vila Velha.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da PMES:
Tenente-coronel GASTÃO DOS SANTOS ALVES JÚNIOR
Tels. (27) 3636-8717 / 3636-8718
E-mail: [email protected]

Subseção de Jornalismo PMES:
Tel. (27) 3636-8715
E-mail: [email protected]

Fonte: PM ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana