conecte-se conosco


Grande Vitória

Curva da Jurema terá polo gastronômico e passará por obras de reurbanização

Publicados

em

Perspectiva da Curva da Jurema após a revitalização - Divulgação

Um espaço mais organizado, acessível e atrativo. Uma das regiões mais frequentadas e ponto turístico de Vitória, que concentra diversas opções de bares e restaurantes, a Curva da Jurema, passará por obras de reurbanização e terá um polo gastronômico. O edital de obras foi lançado na manhã desta quarta-feira (19), em cerimônia realizada na Prefeitura de Vitória, com a presença do prefeito Lorenzo Pazolini. As intervenções terão início ainda neste ano.

A reurbanização da Curva da Jurema faz parte do grande pacote da PMV de R$ 1 bilhão de investimentos em várias áreas, até 2024. A proposta de reurbanização da Curva da Jurema, uma obra com investimento de cerca de R$ 5 milhões, engloba a melhoria da mobilidade urbana, por meio do reparo da ciclovia, implantação de paraciclos e remodelação das áreas de estacionamento, incluindo vagas para ponto de táxi, vagas destinadas a idosos e deficientes físicos, bem como de embarque/desembarque e carga/descarga, além de mudança no fluxo de transito. As 240 vagas serão mantidas.

Perspectiva Curva da Jurema

A área total de intervenção é de aproximadamente 16 mil metros. As obras também vão incluir a criação de novas áreas verdes, a instalação de novo mobiliário urbano e a criação de novos acessos ao calçadão. Será realizado, ainda, o alargamento e novo piso do calçadão e da ciclovia, criando novas áreas de paisagismo e melhorando as existentes, e iluminação com cabeamento subterrâneo.

O trecho de rua em frente aos quiosques terá seu piso trocado e nivelado, favorecendo a circulação segura e redução da velocidade dos veículos privilegiando a contemplação da Orla. Além da priorização no trajeto seguro de pedestres, do estacionamento ao calçadão, por meio de faixa elevada em todo percurso.

“Nós vamos requalificar a Curva da Jurema, um espaço frequentado por toda a cidade de Vitória e turistas, um local que recebe muitas famílias. As obras serão um grande legado para nossa cidade, que vão permitir geração de emprego e renda. É mais um cartão postal de Vitória”, destacou o prefeito Lorenzo Pazolini.

Apresentação do Projeto da Curva da Jurema

O prefeito destacou que os quiosques não só serão mantidos, mas terão uma área totalmente requalificada, e ressaltou, ainda, a integração da nova Curva da Jurema com o Parque Cultural Reserva de Vitória, uma área pública construída pela iniciativa privada na Enseada do Suá. “Vamos lançar também o edital para os polos gastronômico da Rua da Lama e das ruas Sete e Gama Rosa, que terão o mesmo zelo e atenção”, afirmou.

O secretário de Desenvolvimento da Cidade e Habitação, Marcelo de Oliveira, lembrou que a maior parte do pacote de 1 bilhão lançado pela Prefeitura é de recursos próprios do município. “O município recuperou sua capacidade de investimento e a equipe técnica liderada pelo prefeito Pazolini tem conseguiu colocar de pé esse Programa ainda no primeiro ano de mandato”, afirmou.

Câmeras de videomonitoramento 24h e segurança

O prefeito Lorenzo Pazolini destacou que a nova Curva da Jurema será monitorada 24h/dia, por meio da Central de Comando e Controle da Guarda Municipal de Vitória, que atenderá ocorrências a qualquer hora do dia. Ele lembrou, ainda, que a Prefeitura de Vitória cedeu os quiosques 1 e 2 da Curva da Jurema, que permitiu a instalação da 3ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar.

Apresentação do Projeto da Curva da Jurema

Comentários Facebook
Propaganda

Grande Vitória

Vitória registrou recorde da menor temperatura dos últimos 93 anos com 11,6º C

Publicados

em

Na madrugada desta quinta-feira (19), Vitória registrou 11,6° C, na estação meteorológica automática localizada na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), campus Goiabeiras, constatando o recorde de temperatura mínima dos últimos 93 anos. O recorde histórico ocorrido na Capital foi de 10,3 °C, em 21 de julho de 1929, registrado na estação meteorológica convencional, em Ilha de Santa Maria.

Também na região Metropolitana, Vila Velha teve a madrugada mais fria com 9,1° C, o menor registro histórico desde a instalação da estação meteorológica, em 2017. A análise dos dados históricos foi realizada pela coordenação de Meteorologia do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

Em Aracê, Domingos Martins, o registro foi de 1,5° C, a menor temperatura desde a instalação da estação meteorológica automática do Incaper, em 2010, na Fazenda Experimental Mendes da Fonseca. O registro representa a menor temperatura do Espírito Santo dos últimos 59 anos. De acordo com a série histórica, o recorde de menor temperatura do Estado é de -1,0° C, ocorrido em 14 de julho de 1963 e registrado pela estação meteorológica convencional instalada no mesmo local.

Na região Serrana, em Venda Nova do Imigrante, a estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), instalada na Fazenda Experimental do Incaper, no município, registrou a mínima de 3,9 °C, sendo o menor registro ocorrido desde a instalação da estação, em 2017. No entanto, o registro não superou o recorde da temperatura mínima de 2,6°C, ocorrido em 1º de junho de 1979.

“Conforme estava previsto pela Coordenação de Meteorologia do Incaper, a madrugada desta quinta-feira (19) foi a mais fria do ano, baseado nas medições das estações meteorológicas operadas pela rede de observações meteorológicas do Espírito Santo. A massa de ar de origem polar está avançando sobre o Estado e tem provocado um declínio acentuado nas temperaturas”, destacou Hugo Ramos, coordenador de Meteorologia do Incaper.

Confira as principais mínimas nos municípios registradas na madrugada desta quinta-feira (19), em estações meteorológicas operadas pelo Incaper e pelo Inmet.

  • Vila Velha (Inmet): 9,1°C
  • Vitória (Inmet): 11,6 °C
  • Venda Nova do Imigrante (Inmet): 3,9 °C
  • São Mateus (Inmet): 13,8 °C
  • Pres. Kennedy (Inmet): 16,5 °C
  • Nova Venécia (Inmet): 14,9 °C
  • Marilândia (Inmet): 14,7 °C
  • Linhares (Inmet): 14,9 °C
  • Ecoporanga (Inmet): 13,4 °C
  • Alfredo Chaves (Inmet): 11,8 °C
  • Alegre (Inmet): 10,3 °C
  • Afonso Cláudio (Inmet): 6,8 °C
  • Aracê, Domingos Martins (Incaper): 1,5 °C
  • Cachoeiro de Itapemirim (Incaper): 13,9 °C
  • Iúna (Incaper): 8,6 °C

Atualização do Aviso Meteorológico

O Aviso Meteorológico, emitido pela Coordenação de Meteorologia do Incaper, foi atualizado nesta quinta-feira (19), com indicação de nível de atenção devido às condições favoráveis para os baixos níveis de umidade do ar. Os índices de umidade relativa do ar deverão atingir valores entre 30% e 20% no período da tarde desta quinta-feira (19).

Entre esta quinta-feira (19) e sábado (21), o aviso permanece com o nível de atenção devido às condições meteorológicas favoráveis para ocorrência de declínio acentuado de temperatura, que podem resultar em temperaturas mínimas de até 5,0 °C, inferiores à média climatológica para o mês de maio. Durante esse período, as condições são favoráveis para o risco de formação de geada na vegetação. Acesse o Aviso Meteorológico.

Para os próximos dias, a tendência é que as temperaturas continuem amenas no Espírito Santo por conta da atuação da massa de ar polar. Mais detalhes sobre a tendência da previsão para os próximos dias podem ser acessados em: meteorologia.incaper.es.gov.br.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana