conecte-se conosco

Política Nacional

DataSenado: população apoia projetos em resposta à covid-19

Publicado


.

Durante a crise sanitária, cresceu o interesse da população em acompanhar a votação de leis, de acordo com pesquisa do DataSenado feita entre 24 e 28 de julho. Mais de 80% dos entrevistados apoiam propostas que aumentam a transparência com gastos e dados da pandemia, além da criação de uma renda básica permanente.

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) é autor de projeto (PL 2.544/2020) que obriga a União, os estados, os municípios e o Distrito Federal a divulgarem amplamente a execução dos contratos firmados com dispensa de licitação para a aquisição de bens e prestação de serviços voltados ao combate à pandemia de covid-19.

Já o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) é autor de projeto (PL 3.214/2020) para dar maior transparência e publicidade aos dados sobre a pandemia. O senador também apresentou projeto (PL 2.621/2020) para tornar o auxílio emergencial, transformado em uma renda básica de cidadania, em um benefício de renda básica permanente. Essa medida tem apoio de 81% dos entrevistados pelo DataSenado.

Educação

Os entrevistados também se manifestaram favoravelmente a projeto (PL 3.491/2020) de Confúcio Moura que cria linha de crédito para estudantes comprarem computadores e continuar as aulas a distância durante a pandemia e ao projeto (PL 3.025/2020), do senador Weverton (PDT-MA) que amplia a base de acesso ao Financiamento Estudantil (Fies) para estudantes com renda máxima de até 12 salários mínimos por família, enquanto durar o estado de calamidade pública.

Esse também é tema de proposta (PL 3.372/2020) do senador Acir Gurgacz (PDT-RO) que amplia e estabelece melhores condições para pagamento do crédito para estudantes, num programa que batizou como Fundo de Financiamento Estudantil Emergencial.

Mais informações na reportagem de Roberto Fragoso, da Rádio Senado.

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Comissão externa discute plano nacional de enfrentamento à pandemia

Publicado


.
Divulgação/Agência de Notícias do Paraná
Saúde - coronavírus - profissionais enfermeiros enfermagem EPIs equipamentos proteção individual máscaras  óculos protetor facial capote avental prevenção contágio contaminação Covid-19 pandemia internação tratamentos  (Complexo Médico-Penal, Curitiba-PR)
Plano foi elaborado por entidades científicas contrárias à atuação do governo federal

A comissão externa da Câmara dos Deputados que acompanha ações de combate ao novo coronavírus reúne-se nesta terça-feira (4), no plenário 3, para discutir o Plano Nacional de Enfrentamento à Pandemia da Covid-19.

O documento foi elaborado por entidades científicas que integram a organização Frente pela Vida e criticam a “falta de adoção de medidas efetivas por parte do governo federal”.

Foram convidados para o debate, que terá início às 11 horas:

  • a presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), Gulnar Azevedo e Silva;
  • o presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Fernando Pigatto;
  • o secretário de Saúde do Maranhão e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula;
  • a presidente da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn), Francisca Valda da Silva;
  • o presidente da Federação Nacional dos Farmacêuticos e coordenador do movimento “Saúde Mais Dez”, Ronald Ferreira dos Santos;
  • o presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, Sergio Cimerman;
  • o pesquisador da Fiocruz Bahia e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Imunologia, Manoel Barral Netto; e
  • a presidente do Centro Brasileiro de Estudos em Saúde (Cebes), Lucia Souto.

O público poderá participar da reunião por meio de sala de bate-papo no portal e-Democracia.

Da Redação – MO

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana